Curiosidades

Escova de dente – Origem, história da criação e importância

A escova de dente é uma invenção bastante antiga. Hoje, ela é muito importante para fazer a higiene bucal diária e manter a saúde da boca.

A princípio, os seres humanos já utilizavam de galhos, folhas e até mesmo palitos de ouro para realizar a sua higiene bucal. Por outro lado, essa limpeza chegou a ser feita com um osso como cabo e pelos de animais como cerdas. Entretanto, com o passar dos tempos foi se aperfeiçoando os meios, até ser desenvolvida a escova de dente que conhecemos hoje.

Ademais, a escova de dente com as cerdas de náilon, como conhecemos, surgiu apenas em 1938, até essa data eram usados pelos de porco. Logo, se tornou uma ferramenta bastante essencial e indispensável na vida das pessoas. Pois ela auxilia bastante na higiene bucal. Por exemplo, afastando o mau hálito e a proliferação de bactérias.

Entretanto, existem diversos registros de materiais que eram utilizados com a finalidade de limpeza dos dentes. Por exemplo, o uso de lascas de madeiras, a própria mão, esfregar folhas de hortelã nos dentes, e entre outras formas de higienização bucal. Sendo que o primeiro modelo de escova de dente já inventado data de mais de 3000 anos.

A higiene bucal

Sorrisologia

O hábito de desenvolver uma higiene bucal vem muito antes da invenção da escova de dente. A princípio, essa higiene consistia apenas em evitar o mau hálito, não tendo ligação com a limpeza dental. Porém, atualmente as pessoas são capazes de compreender a extrema importância de manter uma boa saúde bucal. Isto é, a escovação frequente e adequada, feita de forma correta, é eficiente contra a proliferação de bactérias ou cáries. Além disso, contribuem para uma gengiva saudável e acabar com o mau hálito. No entanto, muitas pessoas ainda não desenvolveram esse hábito básico, realizando a escovação de maneira errada.

Continua após a publicidade

Em síntese, historiadores acreditam que os povos antigos já utilizavam folhas de árvores, penas, lascas de madeira e as próprias mãos para limpar os dentes. Ademais, no século IV a.C., o médico grego Diocles de Caristo deixou um documento que alegava que as pessoas devesse esfregar hortelã nos dentes, para auxiliar na limpeza. Por outro lado, os romanos faziam o uso de uma mistura de areia, ervas, cinzas de ossos e dentes de animais.

Origem da escova de dente

Dental Speed

A escova de dente utilizada atualmente foi criada em 1939. Entretanto, outros modelos diferentes eram utilizados há cerca de 3.000 a.C. Ademais, os homens das cavernas faziam o uso de galhos e folhas das árvores para limpar os dentes, e os assírios usavam a própria mão e os dedos. Por outro lado, foram encontrados manuscritos na antiga Babilônia, que mostram que eles utilizavam palitos de ouro para a higiene bucal há 3.500 anos a.C. E, os gregos utilizavam mão de penas de abutre e espinhos de porco-espinho.

Continua após a publicidade

Em suma, o objeto que mais se assemelhou a escova de dente atual, foi encontrado no Egito. Logo, era formada por ramos de plantas, fibras vegetais e raízes de árvores. Ademais, era feita mastigando ou amassando as pequenas raízes até que as fibras de uma das pontas se soltassem para formar uma escova rústica.

Posteriormente, no século XV, na China, os materiais utilizados eram pelos animais, como de porcos e cavalos, que eram amarrados em ossos ou varas de bambu. Entretanto, essas escovas machucavam a boca das pessoas, além de mofarem facilmente. Então, no século XVIII, os ingleses apresentaram uma escova moderna. Logo, as cerdas de pelo de porco eram amarradas dentro de buracos perfurados no osso como um cabo. Por fim, as cerdas de náilon, utilizadas atualmente, foram desenvolvidas em 1938, nos Estados Unidos, por Robert Hutson. Dessa maneira, ela teve bastante sucesso e é utilizada até os dias atuais, onde variados modelos surgem constantemente.

Continua após a publicidade

Escova de dente: Século 20

Sorrisologia

A princípio, a escova de dente, a conhecida hoje em dia, surgiu no final da década de 1930, através o desenvolvimento do náilon na indústria química. No entanto, atualmente as escovas de dente possuem variadas cores, formas e tecnologias, as deixando uma grande incógnita. Ou seja, com essas vastas e diferentes opções, muitas pessoas não conseguem distinguir um tipo específico de outra. Normalmente, os dentistas recomendam escovas que sejam menores e com cerdas macias. Mas também, que sejam trocadas regularmente.

Espalha Factos

Assim, com o passar do tempo estão surgindo outras versões mais modernas, até mesmo escova de dente inteligente. Isto é, o produto apresenta sensores que indicam se o usuário está usando corretamente ou não. Além disso, também apresenta um mapa 3D da boca, sendo possível apontar locais que não foram escovados. Também está disponível no mercado escova de dente ecológica, feita de bambu. Em suma, essa invenção chamada escova de dente revolucionou os cuidados com a saúde oral, se tornando um item essencial do nosso cotidiano.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: E se não escovar os dentes antes de dormir? O que acontece?

Fontes: Brasil Escola, Blog Dental Speed, Gênio Criador, Terra

Continua após a publicidade

Imagens: GOU Odonto, Sorrisologia, Espalha Factos

Próxima página »

Escolhidas para você