Este ingrediente comum no sabonete anti-séptico pode ser realmente perigoso

Um ingrediente comum nos produtos anti-séptico, encontrado desde enxaguantes bucais até os espermicidas, pode prejudicar o funcionamento das mitocôndrias de nossas células – as partes da célula que convertem o açúcar em energia.

Sais de amônio quaternário

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Estados Unidos, testaram a ação de um ingrediente comum em produtos anti-sépticos, os sais de amônio quaternário. Eles realizaram vários testes em tecidos humanos em condições laboratoriais.Este ingrediente está praticamente presente em tudo. Sabonetes, loções corporais, pastilhas, desodorantes, pastas dentais… quase qualquer coisa que você possa pensar.

E o motivo dele ser muito usado em produtos anti-sépticos é bem simples: sua ação contra micróbios é realmente eficaz e mortal, destruindo praticamente todos os tipos de micróbios.

Ingrediente perigoso

O grande problema é que a células do nosso corpo também sofrem com a ação desse produto químico. Os pesquisadores descobriram que os produtos que continham esse ingrediente alteravam o funcionamento de nossas células, interferindo no funcionamento da mitocôndria.

Além disso, esse ingrediente antimicrobiano não só diminuí a capacidade das mitocôndrias de produzirem energia para nosso corpo, mas também, em determinadas concentrações, interfere no funcionamento de um importante hormônio reprodutivo, o estrogênio.

“Produtos anti-sépticos que estamos usando em nossos corpos, e em nossas casas, demonstraram que podem inibir a produção de energia mitocondrial e a resposta celular ao hormônio estrogênio”, diz Cortopassi, pesquisador responsável pelo estudo.

 

Fonte: Sciencealert
Imagens: Reprodução