Curiosidades

Conheça a história da Uber: tudo sobre a polêmica empresa de transporte

Como principal aplicativo de transporte particular no mundo, a Uber conta com uma história bilionária e marcada por inúmeras polêmicas.

Embora tenha sido fundada em 2009, a Uber só chegou ao Brasil no ano de 2014. No entanto, o aplicativo de mobilidade só tornou-se realmente popular por aqui em meados de 2017. Aliás, nesse mesmo ano, eclodiram protestos de taxistas contra o serviço digital de transporte. Porém, a história da Uber começa muito antes disso.

Para entender melhor a história da Uber é necessário revisitar também a origem do táxi. Por incrível que pareça, ainda no século 2 os romanos cobravam por viagens de carruagens. Contudo, falando propriamente transportes motorizados, na Alemanha do século 19 surgiu o taxímetro.

Então, não demorou para que os clássicos carros amarelos tomassem as ruas de todo o mundo. Quando o atraso impedia que o transporte publico fossse uma opção e não havia a alternativa do veículo próprio, o táxi era a melhor possibilidade. Todavia, tudo mudou quando dois jovens tiveram dificuldade para pedir um táxi. Assim nasceu a Uber.

O início da história da Uber

Continua após a publicidade

Garrett Camp e Travis Kalanick estavam em Paris quando se depararam com uma enorme demanda por táxis. Então, enquanto esperavam um veículo, surgiu a ideia de um milhão de dólares – hoje bilionária. Ambos executivos imaginaram uma plataforma na qual o usuário poderia solicitar um serviço de motoristas particulares.

Não demorou para que a ideia ganhasse vida e, em 2009, a Uber foi fundada na Califórnia. Entretanto, apenas em julho de 2010 que o mundo realmente conheceu o aplicativo. Porém, logo no início dificuldades surgiram. Primeiramente, houve uma hesitação por parte dos motoristas em aceitar associar-se ao aplicativo.

Porém, curiosamente, a Secretaria de Transportes de São Francisco logo implicou com a marca e isso acabou tornando-se favorável para a Uber. A mídia trouxe bastante reconhecimento para a empresa e a represália do governo acabou tendo um efeito contrário, já que, além de invetsimentos milionários, a Uber ganhou muitos clientes a motoristas.

Apenas carros de luxo

História da Uber: tudo sobre a polêmica empresa de transporte

Continua após a publicidade

Apesar de hoje contar com opções como UberX, Comfort, VIP, Flash, Promo e até Moto, a empresa originalmente trabalhava apenas com carros de luxo. Sendo assim, um corrida podia custar até 5 vezes mais que aquelas efetuadas por táxi. Contudo, como o serviço era exatamente para clientes executivos, ninguém reclamava do preço.

Todavia, com a expansão do serviço para além dos Estados Unidos, foi criado o UberX, uma opção mais acessível tanto para motoristas quanto para usuários. Como resultado disso, os contratempos com taxistas e governos só aumentaram. Porém, crescendo em meio a protestos e polêmicas, a Uber não deixou-se intimidar.

Dessa forma, em 2018, a empresa já acumulava mais de 75 milhões de usuários ao redor de mundo e contava com mais de 3 milhões de motoristas atuando em sua plataforma. Então, com o passar do tempo, o aplicativo buscou reinvenção e, através dessa ideia, hoje conta com uma opção destinada apenas a entregas e até uma expansão focada em delivery de comida que compete diretamente com o iFood.

Uber vs Táxi

Continua após a publicidade

Há quatro anos atrás, motoristas de táxi reuniram-se em frente ao Congresso Nacional para protestar contra aplicativos de transporte. Embora plataformas como Cabify e Lyft integrassem as reclamações, o nome que estava na boca de todos os revoltosos era o mesmo: Uber.

Toda essa polêmica aconteceu por causa de um projeto de lei que estava em votação e pretendia regularizar os serviços de transporte por passageiros. Esse foi apenas um dos muitos protestos que alastrou-se pelo Brasil. Pois bem, apesar dos protestos contra, o serviço dos motoristas de Uber foi sim regulamentado no Brasil através da Lei 13.640.

Contudo, em 2020 as pessoas que acompanharam essa disputa tiveram uma surpresa quando a Uber anunciou uma colaboração com os taxistas. Em suma, a empresa revelou que seu aplicativo contaria com a opção “táxi”. Apesar da relação entre ubers e taxistas já estar bem mais branda, essa conversão de concorrentes a parceiros não deixou de ser intrigante.

Porém, a opção Uber Táxi é exclusiva para regiões específicas dos mais de 200 países atendidos pelo aplicativo, como São Paulo aqui no Brasil, por exemplo.

Continua após a publicidade

Polêmicas da Uber

História da Uber: tudo sobre a polêmica empresa de transporte

Assim como já percebemos até aqui a Uber é uma empresa persistente e ousada. No entanto, isso fica ainda mais notável quando revisitamos algumas das polêmicas que o serviço de transporte protagonizou ao longo de sua história. Só para ilustrar, podemos citar:

  • A suspensão do aplicativo no Brasil no ano de 2015 após protestos de taxistas alegarem que o serviço de transporte prestado pelo aplicativo era ilegal.
  • Já em janeiro de 2016 a Uber recebeu uma mula de 7,6 milhões de dólares por não apresentar relatórios sobre os dados de seus motoristas ao governo da Califórnia.
  • Também em 2016, Travis Kalanick, um dos fundadores do aplicativo, começou a trabalhar no governo Trump e gerou a revolta de muitos usuários. Como resultado disso, o movimento “DeleteUber” fez 200 mil pessoas desinstalarem o app em poucos dias e Kalanick acabou renunciando ao cargo.
  • E, falando em Kalanick, no ano de 2017 um vídeo mostrando o empresário discutindo com um motorista de sua própria empresa viralizou na internet. Fawzi Kamel, o motorista que apontou as taxas absurdas cobradas pelo serviço recebeu um tratamento hostil. Depois Kalnick publicou um pedido de desculpas.
  • Em 2017 a Uber também enfrentou acusações de roubar projetos de carros autônomos da Waymo. E, nesse mesmo ano, uma investigação revelou que a Uber coletava ilegalmente dados de seus usuários para burlar leis nos locais onde sua atuação não era regularizada.

E então, o que achou da história da Uber? Se gostou, confira também: História do YouTube, o site de vídeos que virou um fenômeno mundial.

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você