Curiosidades

Índice de massa corporal ou IMC – como saber se está no peso ideal?

Calcular o índice de massa corporal é muito importante para a saúde. Já calculou o seu? Sabe o que ele significa? Confira agora

Você já ouviu falar em IMC ou  Índice de Massa Corporal? Sabe o que significa e qual a sua importância para a saúde dos seres humanos?

Basicamente, o índice de massa corporal é uma forma de se calcular a massa do corpo humano. Ou seja, o peso de cada indivíduo.

De forma geral, a importância de se calcular essa massa é para se detectar casos de obesidade, de sobrepeso ou de desnutrição.

Além do mais, essa é uma medida universal validada pela Organização Mundial da Saúde. Essa medida, aliás, possibilita que doenças, como as relacionadas ao coração, sejam detectadas antes mesmo de se manifestarem.

Ficou interessado nesse assunto? Então continue nos acompanhando.

Como calcular o IMC?

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Continua após a publicidade

Basicamente, o cálculo do seu índice de massa corporal deve ser feito da seguinte forma: Peso ÷ altura x altura. Ou seja, você multiplica sua altura por ela mesma e depois divide seu peso pelo resultado da última conta.

Por exemplo, vamos fazer a conta de uma pessoa com a altura de 1,70 m e que pesa 70kg.

Primeiramente, ela deverá multiplicar 1,70 x 1,70. O resultado será 2,89.

Logo após, ela dividirá 70 por 2,89, que dará 24,22. Ou seja, o IMC dela será de 24,22. O que isso significa, na prática, vamos explicar a seguir.

Porém, vale ressaltar que uma avaliação sem um acompanhamento médico pode não ser tão precisa. Pois, de forma individual, você não levará em conta a composição total do seu peso corporal.

Ou seja, o peso total de uma pessoa contém gordura, músculo, água e a estrutura óssea. Logo, sem um médico capacitado, você não conseguirá discernir todos os elementos que envolvem o seu peso e não saberá se está em seu peso ideal ou não.

Continua após a publicidade

Já que não adiante ter um resultado aparentemente legal no IMC, mas ter grande parte o seu peso composto por gordura, e não por músculo, por exemplo. Consegue acompanhar o raciocínio?

Tabela dos resultados do IMC

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Logo após fazer as contas, você chegará a um resultado que vai indicar se você está em seu peso ideal ou não. Basicamente, cada numeração indica uma coisa diferente.

Para você entender melhor, vamos destacar aqui embaixo os possíveis resultados do IMC, de acordo com a Organização Mundial da Saúde:

  • Menos do que 16,9 = Muito abaixo do peso
  • Entre 17 e 18,5 = Abaixo do peso
  • Entre 18,5 e 24,9 = Peso normal
  • Entre 25 e 29,9 = Sobrepeso
  • Entre 30 e 34,9 = Obesidade grau 1
  • Entre 35 e 39,9 = Obesidade grau 2
  • Mais do que 40 = Obesidade grau 3

Vale ressaltar ainda que estar acima ou abaixo do peso pode influenciar na sua saúde. Por isso, mesmo com essa tabela que disponibilizamos, é imprescindível você fazer um acompanhamento com um médico especializado ou com um nutricionista.

Abaixo do peso

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Continua após a publicidade

Basicamente, as pessoas abaixo do peso devem se preocupar.  Até porque a magreza em excesso pode ser sinal de desnutrição, e isso é um significado péssimo para a sua saúde.

Ou seja, estar abaixo do peso significa que você está pesando menos do que é considerado adequado para aquela altura, idade e sexo.

Normalmente, estas pessoas que estão abaixo do peso podem ter deficiências de nutrientes. Como por exemplo, vitaminas, sais minerais, proteínas, gorduras ou então correr o risco de estar com anorexia. Portanto, a melhor maneira de você cuidar desse caso é indo ao médico.

Até porque, o baixo peso pode ser resultado de vários outros problemas. Algumas doenças podem ter esse efeito no organismo, como transtornos alimentares, bulimia e anorexia nervosa; além de estresse e a ansiedade. Por isso, vale ressaltar que se você estiver perdendo muito peso em um curto período de tempo é melhor investigar.

Além disso, estar abaixo do peso pode causar no seu organismo:

  • Unhas e cabelos secos e quebradiços
  • Pele seca
  • Incapacidade de se concentrar
  • Esquecimento
  • Exaustão
  • Irritabilidade
  • Perda de apetite
  • Dor nas articulações
  • Vertigem
  • Sensação de desmaio
  • Dores de cabeça

Alimentação

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Continua após a publicidade

Primeiramente, para as pessoas que se encontram abaixo do peso, o mais indicado é ter um cardápio montado por um profissional. Até porque não adianta nada você se esbanjar em pizza, salgados e sanduíches. Na verdade, queremos dizer é preciso ingerir comidas saudáveis e com nutrientes balanceados.

Portanto, procure priorizar alimentos com boa quantidade calórica, que sejam ricos em nutrientes benéficos e com pouca quantidade de gordura saturada, as de origem animal. Inclusive, você também deve evitar a gordura trans, a do tipo industrializado.

Enfim, para você entender melhor, separamos alguns alimentos importantes para sua saúde:

  1. Alimentos ricos em proteína podem ser grandes aliados. Por isso, indicamos que você dê preferência às carnes magras. Como por exemplo, alcatra, filé mignon, maminha, fraldinha. Além de frango, peixes, ovos, leite e queijos brancos, como ricota e minas;
  2. Gorduras boas. Como por exemplo, amendoim, nozes, amêndoa, avelã, castanhas, azeite de oliva, linhaça e abacate;
  3. Aumente o consumo de pães, bolos, massas, mandioca, batata, milho e cereais (arroz, farinha de trigo, fubá, aveia). Inclusive, você pode optar por versões integrais;
  4. E claro, evite alimentos nas versões diet e light. Ou seja, as versões com baixo teor de gorduras e de calorias reduzidas.

Peso normal

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Basicamente, ter um peso “normal” significa ter um peso adequado para a sua altura, idade e sexo.

Porém, vá com calma. Não é porque você está com o peso bom que você deve começar a desandar. Ou seja, mantenha uma dieta balanceada com alimentos e quantidades corretas.

Continua após a publicidade

Até porque é essencial você manter o equilíbrio entre a quantidade e a freqüência com a qual você consome refeições mais calóricas. Inclusive, também é importante para você ter um acompanhamento médico. Pois, devem ser avaliados o seu peso, idade, composição corporal, ou se está com algum tipo de doença.

Sendo assim, para você continuar com o seu índice de massa corporal adequado, é indicado que você leve alguns pontos em conta. Como por exemplo:

  • Estabeleça uma rotina alimentar;
  • Analise os rótulos dos alimentos. Basicamente, alguns alimentos light contém uma pequena diferença na quantidade calórica. Ou seja, talvez nem compense você trocar os comuns por eles;
  • Praticar atividades físicas de forma regular;
  • Descansar e dormir o suficiente;
  • Beber muita água, no mínimo 2 litros por dia;
  • Evitar alimentos industrializados. Como por exemplo, alimentos ultra processados, embutidos, bolachas recheadas, e outros.

Sobrepeso

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Basicamente, o sobrepeso é quando a pessoa pesa mais do que é considerado adequado para aquela altura, idade e sexo. Além do mais, o sobrepeso, na grande maioria das vezes, é causado por conta do sedentarismo e dos maus hábitos alimentares.

Sobretudo, pessoas que estão acima do peso estão mais suscetível a ter doenças como diabetes tipo 2, dislipidemia (colesterol HDL baixo e triglicérides altos), ácido úrico aumentado, hipertensão, AVC, infarto e outras. No entanto, para evitar doenças como essas, o ideal é começar a ter hábitos alimentares saudáveis e praticar atividades físicas.

Inclusive, em casos mais graves, alguns médicos recomendam fazer a cirurgia bariátrica. Aliás, é indicado também ter o acompanhamento com psicólogos, ou psiquiatras. Até porque, esses especialistas indicam medicamentos ideais para cada caso.

Continua após a publicidade

Mas, lembre-se: Não comece nenhum tratamento com medicamentos antes do médico prescrevê-los.

Obesidade

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Primeiramente, vale destacar que só os cálculos do índice de massa corporal não são suficientes para indicar se a pessoa está mesmo na obesidade. Basicamente, para você chegar a essa conclusão, é preciso que exista um grande desequilíbrio entre o peso e a estatura do indivíduo.

Tem também que levar em conta a espessura das dobras cutâneas. Ou seja, o quanto de gordura acumulada existem em regiões do corpo como os bíceps, tríceps, subescapular e supra ilíaca.

Diante disso, dá para dizer que o percentual de gordura é bem importante para classificar alguém como obeso. Ou seja, se o percentual estiver entre 25% e 30%, é considerado um nível de obesidade.

Tipos de obesidade

Aliás, o índice de massa corporal para ser considerado caso de obesidade, deve estar maior que 30kg/m². Isso, sem contar que a obesidade é dividida em 3 tipos: obesidade de grau I, II e III

Continua após a publicidade

Primeiramente, na obesidade de grau I, o IMC pode variar de 30 a 34,9 kg/m2. E, para casos como esses, as pessoas costumam correr riscos de diabetes, angina, infarto e aterosclerose.

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Já, na obesidade de grau II, o IMC pode variar de 35 a 40 kg/m2. Essas pessoas podem correr riscos de apneia do sono e falta de ar.

Por fim, na obesidade de grau III, que o IMC costuma ser maior que 40 kg/m2. Indivíduos nesse caso correm o risco de refluxo, diabetes, infarto e também AVC.

Isso, sem mencionar a dificuldade para se mover ou até mesmo de mudar de posição na cama. Por isso, existe ainda a possibilidade de desenvolver escaras na pele.

No mais, vale ressaltar que em todos os graus de obesidade a pessoa deve seguir tratamentos médicos. Normalmente, um conjunto entre dietas e medicamentos para a perda de peso.

Continua após a publicidade

Inclusive, para casos de obesidade de grau II, alguns médicos recomendam a cirurgia bariátrica.

Tipos de IMC

IMC para crianças

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Primeiramente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) também conta com números adequados de IMC para crianças.

Logo, tanto os médicos quanto pais têm acesso a essas tabelas na internet. As faixas de IMC para as crianças mudam de acordo com a idade e o sexo.

IMC para idosos

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Basicamente, a idade traz mudanças na composição corporal. Como por exemplo, os músculos começam a diminuir, e o tecido adiposo começa a aumentar.

Continua após a publicidade

E, como o corpo se modifica com o passar dos anos, os resultados do IMC não são calculados da mesma forma. Portanto, para pessoas com mais de 60 anos os resultados serão:

  • Menos de 22: Baixo peso
  • Entre 22 e 27: Peso normal
  • Acima de 27: Obesidade

Quando não calcular o IMC

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Basicamente, como já dissemos, calcular o IMC é realmente muito importante. Pois, assim nós conseguimos descobrir se estamos ou não acima do peso.

Porém, devemos destacar que esse método nem sempre é eficiente. Por isso, nós indicamos que você sempre calcule com um profissional.

Contudo, o IMC não é a forma ideal para se avaliar o peso de atletas. Isso porque, no resultado do IMC não se consegue levar em conta o peso dos músculos. Portanto, mesmo uma pessoa musculosa, pode parecer obesa devido ao resultado do cálculo.

Ele, inclusive, também não é indicado para idosos. Até porque, como já dissemos, o IMC deles é diferente.

Continua após a publicidade

Na gravidez  os especialistas também não indicam calcular o IMC. Pois, esse método não leva em consideração o crescimento do bebê.

E, por fim, ele é contraindicado em casos de desnutrição, ascite, edemas e em pacientes acamados.

Sobretudo, como já dissemos, mesmo sendo disponibilizado na internet meios de calcular o IMC online, o melhor a se fazer é procurar por profissionais especializados.

De forma geral, eles farão todos os cálculos necessários para avaliar o seu peso e ainda lhe dizer o quanto você precisa engordar ou emagrecer. Inclusive, eles levarão em conta o seu estado de saúde, de modo geral.

A importância de estar dentro do peso ideal

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Primeiramente, é importante estar com o peso ideal, pois essa questão está ligada diretamente à saúde. Contudo, vale ressaltar que acumular gorduras em quantidades equilibradas é essencial para a saúde.

Continua após a publicidade

Basicamente, essa gordura poderá servir como reserva de energia. Como por exemplo, se a pessoa adoecer, ela terá tempo de se recuperar.

Porém, o excesso de gordura pode fazer mal a saúde. Até porque, ela poderá se acumular no fígado e dentro das artérias. E isso dificultará a passagem do sangue e aumentará o risco de doenças cardíacas.

Portanto, ter o peso ideal não é só questão de estética. Pois, além de aumentar sua qualidade de vida, você estará também prevenindo doenças sérios.

Ou seja, no caso de quem está abaixo do peso, é necessário aumentar o volume muscular. E, para quem está acima do peso, é necessário queimar gordura para ganhar saúde.

Atividade física

Já procurou saber como está o seu índice de massa corporal? Confira

Como já falamos, é necessário manter o peso ideal para você estar bem com a sua saúde. Por isso, é necessário praticar atividades físicas com frequência.

Continua após a publicidade

Até porque, a prática de atividades físicas pode te ajudar a ter um estilo de vida mais equilibrado. Além de te proporcionar mais bem estar, mais energia e mais qualidade de vida.

Inclusive, para as pessoas que estão acima do peso, o exercício físico se torna ainda mais necessário. Pois, ele ajudará a fortalecer as articulações e músculos e a acelerar o metabolismo. Isso, aliás, é ideal para a perda de gordura corporal.

O que achou da informações do IMC? Te ajudou? Ainda têm dúvidas sobre esse assunto?

Confira mais matérias do Segredos do Mundo: Abraços fazem bem à saúde! 5 explicações científicas para o fato

Fontes: Minha vida, Tua saúde

Imagens: Tua saúde, A folha de hoje, Oh my mag, Viva bem, Gláucio Borges, Viva salute, Mundo da psi, Mãe de 2, Womens Health, Veja, Curta mais, Veja, Hora do treino, Musculação Online

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você