Curiosidades

10 alimentos que mais fazem mal à saúde (os piores!)

Muitos dos alimentos que costumamos ingerir diariamente podem fazer muito mal à nossa saúde. Saiba quais são eles, aqui nesta matéria!

Alguns alimentos fazem muito mal à saúde e estão presentes no nosso cotidiano, inclusive, em alguns casos, com a errônea ideia de que são saudáveis, por exemplo, a margarina, os derivados de soja, os adoçantes e a prática e amada pipoca de micro-ondas.

De modo geral, o que faz com que esses alimentos sejam prejudiciais são alguns ingredientes artificiais usados neles, como realçadores de sabor, conservantes e gorduras. De acordo com a mestra em Atenção Integral à Saúde Franciéle Aline Conte:

“Antioxidantes, corantes, conservantes, emulsificantes e outros aditivos alimentares, à medida que permitem maior durabilidade, cor, sabor, maciez, crocância e outras características aos produtos, por outro lado, provocam alergias diversas, principalmente para crianças, são potencialmente cancerígenos; precursores de doença de Parkinson; doença de Alzheimer; além de serem resistentes insulínicos, e hipertensivos. O consumo de alimentos processados/industrializados possui efeitos negativos sobre a saúde, principalmente relacionados às doenças crônicas não transmissíveis como a hipertensão, diabetes mellitus tipo II, cânceres e doenças desmielinizantes.”

Tudo isso só reforça ainda mais para a gente que, quanto mais naturais os alimentos forem, será melhor. Para adotar uma alimentação mais saudável, confira, a seguir, alguns dos alimentos que fazem mal, mas que muitos de nós consumimos diariamente. Estão prontos para o susto?

Continua após a publicidade

Confira 10 alimentos prejudiciais à saúde que você come todos os dias

1. Margarina

Apesar da falsa fama de ser uma opção mais saudável e de ter menos calorias que a manteiga, a verdade é que a margarina é o verdadeiro vilão. Ela faz parte da lista de alimentos prejudiciais à saúde devido aos óleos vegetais que compõem esse produto e que são, na verdade, hidrogenados. Aliás, são eles que fazem a margarina adquirir aquela textura sólida e cremosa, mesmo em temperatura ambiente.

Outra coisa preocupante na margarina é que esses óleos hidrogenados são verdadeiras fontes de gordura trans. Esse tipo de gordura é perigoso, segundo a medicina, por levar à acumulação de colesterol ruim nas artérias, o que aumenta o risco de ataques cardíacos e derrames.

Continua após a publicidade

2. Carnes processadas

Você é daquelas pessoas que não resistem a salsichas, a salaminhos, a linguiças, a bacon ou mesmo a um bom presunto ou mortadela? Todas essas carnes são processadas e, por isso, são ricas em sódio e gorduras.

Mas não é só isso. Além de colaborar com o ganho de peso, com o aumento do colesterol e da pressão sanguínea, estudos recentes apontam que o consumo frequente de carnes processadas aumentam o risco de desenvolver câncer de cólon.

Continua após a publicidade

3. Refrigerantes

Os refrigerantes são bebidas consumidas em grandes quantidades por todo o mundo. O problema é que as quantidades elevadas de açúcar presente na composição dessas bebidas podem trazer várias complicações à saúde ao longo do tempo. Como elas elevam os níveis de açúcar no sangue, as pessoas podem desenvolver resistência à insulina, o que pode resultar em diabetes, por exemplo.

4. Adoçantes artificiais

Todo mundo acha que produtos lights e diets são mais saudáveis. No entanto, todos esses produtos são ricos em adoçantes artificiais, como aspartame e sucralose, que substituem o açúcar.

Conforme estudos, é crescente o número de casos de aumento do açúcar no sangue em pessoas que fazem uso frequente de adoçantes. Isso faz com que o produto tenham um efeito reverso do esperado, deixando seus consumidores mais expostos à obesidade, ao diabetes e, até mesmo, à hipertensão.

5. Alimento frito faz mal

Embora sejam sempre deliciosas, as frituras fazem parte da lista de alimentos prejudiciais à saúde e todo mundo sabe disso. Quando você come alguma comida frita, você acaba consumindo “toneladas” de gordura saturada, que leva à obesidade, ao diabetes e aumenta de forma assustadora a propensão de doenças cardíacas.

Continua após a publicidade

6. Pipocas de micro-ondas

Nada melhor que um filme ao lado de quem se ama, um edredom e uma pipoca, especialmente se for de micro-ondas, muito mais fácil de preparar. Não é verdade?

Mas, mesmo deliciosas, as pipocas de micro-ondas são alguns dos alimentos prejudiciais à saúde que devem ser evitados. O problema não são apenas as grandes quantidades de gordura e sódio, mas também o revestimento do próprio saco da pipoca. Conforme estudos, eles contém substâncias químicas perigosas, como o ácido perfluoroctanic, diretamente associado a distúrbios da tireoide, ao câncer e a doenças pulmonares.

7. Alimentos enlatados fazem mal

Apesar da praticidade, esses também são alimentos prejudiciais à saúde devido ao revestimento dos recipientes em que são comercializados.

Conforme estudos, as latas contêm bisfenol A, um composto capaz de interferir nos níveis hormonais do organismo, causando obesidade e uma série de outros problemas, especialmente puberdade precoce nos mais jovens.

Continua após a publicidade

8. Macarrão instantâneo

Eles também salvam na hora da fome, mas de jeito nenhum são uma opção saudável para sua alimentação. Além das calorias exorbitantes do macarrão instantâneo, eles fornecem pouquíssimos nutrientes e são uma bomba no quesito sódio.

Qual a consequência do consumo frequente desses alimentos? Aumento da pressão arterial, que pode levar a ataques cardíacos e derrames. Isso sem contar o aumento do colesterol, que conduz a outros problemas, também bastante sérios, de saúde.

9. Pães brancos

Um pãozinho é sempre muito bom, mas eles são alimentos pobres, quando feitos à base de farinha branca. Apesar do sabor, eles oferecem pouquíssimos nutrientes, são muito calóricos e podem levar ao aumento de açúcar no sangue e ao ganho de peso.

10. Alimento à base de soja faz mal

Como no caso da margarina, produtos à base de soja são entendidos como saudáveis, mas estão entre os alimentos prejudiciais à saúde. Ricos em isoflavonas, esses compostos da soja imitam o hormônio estrogênio (bastante presente no corpo da mulher) e que, em altas concentrações, pode causar problemas de fertilidade.

Continua após a publicidade

Leia também:

Fonte: Life Hack

Bibliografia:

CAVALLI, S. B. Segurança Alimentar: a abordagem dos alimentos transgênicos. In: Rev. Nutr. v.14, 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rn/v14s0/8762.pdf>.

CONTE, Franciéli Aline. Efeitos do consumo de aditivos químicos alimentares na saúde humana. Revista espaço acadêmico, v. 16, n. 181, p. 69-81, 2016. Disponível em: <https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/30642>.

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você