Curiosidades

Krishna – Histórias do deus hindu e sua relação com Jesus Cristo

Além de um dos deuses hindus mais queridos, Krishna teve uma vida humana humilde, mas muito agitada. Saiba porque nessa matéria.

Por Amanda Sales

-

De acordo com a mitologia hindu, Krishna é um deus, cuja existência consiste na oitava existência terrena do também deus Vishnu. Ele é considerado uma das reencarnações mais amadas dos indianos e, por isso, diversos templos foram construídos em homenagem a esta divindade.

Segundo os Vedas (escrituras sagradas do hinduísmo), Krishna seria uma das principais personificações de Deus. Contudo, é importante ter em mente que o hinduísmo é uma religião politeísta, ou seja, não há uma só divindade. Desse modo, quando associamos Krisha a Deus, é por sua grandiosidade e adoração, e não por ser o único ser superior para os hindus.

Conforme os Vedas, já que Deus tem muitas qualidades, a ele podem-se atribuir diversos nomes. Sendo assim, Krishna seria uma dessas nomeações atribuídas ao ser supremo. No entanto, o termo associado a Krishna estaria atrelado ao aspecto mais atraente, íntimo e familiar de Deus. Esse nome significa a verdade suprema e a fonte de tudo e todas as coisas.

Talvez, por esse motivo, Krishna seja tão famoso e cultuado entre os hindus. No mais, a ele são associados seis dons ou virtudes dos seres humanos:

  • beleza
  •  força
  •  sabedoria
  •  riqueza
  •  fama
  •  renúncia

Apesar de ser uma divindade, Krishna nasceu como humano e assumiu essa foram por anos em sua vida. Acredita-se que sua personificação como homem tenha acontecido para que ele levasse a bondade ao mundo. Mesmo carregando consigo ensinamentos do hinduismo, o deus foi rejeitado pelos homens e incompreendido em sua forma terrena.

A origem de Krishna

Fonte: Pinterest

Assim como os demais deuses hindus, há uma lenda que retrata a origem e o surgimento de Krishna. Inicialmente, a história começa com um rei muito perverso e ambicioso chamado Kamsa, que vivia em Mathura. Apesar de viver sem preocupações, o homem se assustou quando, um dia, ouviu uma profecia vindo dos céus anunciando que seu fim estaria próximo.

Além disso, a profecia contava que o responsável pela morte do rei seria seu oitavo sobrinho. Enfurecido, ele resolveu trocar a criança no momento em que nascesse pelo filho de uma criada que nasceu no mesmo dia. No entanto, ao pegar a criança trocada no colo, Kamsa teve uma surpresa, pois o bebê começou a rir e falou  que o verdadeiro inimigo ainda estava vivo e voltaria para cumprir a promessa.

A fim de evitar que a profecia se cumprisse, Kamsa tomou uma atitude drástica: assassinar todos os recém nascidos da região. O único bebê que não foi morto se transformou no deus Krishna. Contudo, ele foi criado longe de luxos, por uma família de pastores, escolhidos por seu pais biológicos para proteger o garoto.

No entanto, a fúria do rei não cessou e ele contratou Putana, uma mulher-demônio, para matar o sobrinho-deus. A entidade era muito poderosa e capaz de assumir a forma que quisesse. Desse modo, ela se disfarçou de Gopi (pastora) e entrou na casa de Krishna, que na época ainda era um bebê.

Assim, Putana amamentou o bebê Krishna com seu leite que estava envenenado. Contudo, o garotinho a reconheceu mesmo tendo pouco tempo de vida, e a sugou tão forte que extraiu não somente o leite, como a própria vida da mulher-demônio. Sendo assim, ele não apenas sobreviveu, como se tornou ainda mais poderoso.

A vida adulta de Krishna

Fonte: Mitografias

Além de um bebê poderoso, Krishna cresceu e se tornou um jovem cheio de habilidades. Há diversas histórias da divindade durante sua vida terrena. Comumente, essas narrativas revelam o quão ele era poderoso e querido, além de revelarem sua incrível capacidade de fugir de problemas.

Uma dessas histórias conta sobre o encontro de Krishna com o rei das serpentes, Kaliya, que vivia nas margens do rio Yamuna. O ser havia envenenado as água e destruído toda a floresta ao redor de onde vivia. Sendo assim, ao encontrá-lo o deus resolveu acabar com o problema matando-o.

Sendo assim, a divindade pulou na água e acabou sendo capturado por Kaliya e arrastado para o fundo do rio. Contudo, Krishna reverteu a situação, sentou-se na cabeça da serpente e chegou muito próximo de matá-lo. Antes de cometer o ato, entretanto, cedeu aos pedidos da mulher da besta que implorou por sua vida. O deus deixou os dois irem embora com vida, contato que libertassem o rio e a mata do veneno.

Mesmo adulto, Krishna não se livrou da perseguição de Kamsa, que contratou outro ser maligno para matar o deus. Dessa vez, Bakasura (irmão de Putana) foi o encarregado da tarefa. Assim, o demônio assumiu a forma de um pássaro gigante que atormentava a vida dos pastores.

A fim de derrotá-lo, Krishna entrou no bico do pássaro e acabou engolido. No entanto, o deus hindu passou a se mexer dentro do animal, que acabou vomitando. Essa indisposição levou à morte de Bakasura.

Mas a vida adulta de Krishna não se resumiu a fugir da morte. Ele também se apaixonou e, mesmo fazendo sucesso com as garotas, escolheu como sua companheira Radha. Além disso, ele assumiu o reino da cidade de Dwaraka, cujo significado sagrado é “porta pequena”.

Krishna e Cristo

Fonte: Aventuras na História

Além da origem humilde (lembre-se que Krishna foi criado por pastores), Krishna e Jesus Cristo possui outras semelhanças. Primeiramente, ambos assumiram a forma humana a fim de disseminar o bem e pregar princípios de amor e boa convivência entre os seres humanos.

Além disso, ambos seriam capazes de realizar milagres. Nas histórias de Krishna, descritas acima, muitas pessoas interpretam que as peripécias da divindade seriam uma espécie de ação milagrosa. Isso porque, para se livrar dos problemas, o deus usaria suas habilidades sobre-humanas, assim como Jesus também fez.

No entanto, uma das ligações entre as duas divindades seria também uma polêmica, a suposta crucificação de Krishna. Apesar de não existir nenhuma menção a isso nos Vedas, há muitos historiadores e pesquisadores que acreditam que haja uma interpretação possível para isso.

Desse modo, haveria uma interpretação dos relatos orais relacionado a Krishna que dão a entender que o deus hindu teria sido crucificado. Há uma lenda que conta que a divindade teria sido atingida por uma flecha no pé e pendurado em uma árvore, o que poderia ser uma analogia ao ato da crucificação.

Não vá embora ainda! Aqui tem uma matéria que pode te interessar: Deusas gregas – Quem eram as principais divindades femininas do Olimpo

Fontes: Mitografias, Infoescola, Eu Sem Fronteiras, Aventuras na História

Imagens: Pinterest, Mitografias, Aventuras na História

Próxima página »

Escolhidas para você