20 curiosidades sobre Laranja Mecânica que você não sabia

Com crítica social e distopia, Laranja Mecânica foi bastante polêmico e conquistou o público. Saiba as melhores curiosidades sobre ele.

Laranja Mecânica é um filme polêmico cult, cheio de críticas sociais. Dirigido por Stanley Kubrick, com título original A Clockwork Orange, marcou a cultura cinematográfica mundial.

A história se passa no Reino Unido, em um futuro distópico. Marcado pela violência e o autoritarismo, a obra sonda as questões socais e políticas intemporais. Além disso, aborda temas como a criminalidade da juventude, psiquiatria, livre arbítrio e a corrupção moral.

No filme, Alexander Delarge é líder de uma gangue de jovens marginais que, por meio de atos violentos, espalham o caos pela cidade. É, portanto, um filme sombrio, pesado e repleto de cenas com violência explicita.

20 curiosidades sobre Laranja Mecânica que você precisa saber

1. Baseado no livro

O roteiro do filme foi baseado no romance de mesmo nome, de Anthony Burgess. Porém, Stanley Kubrick cortou uma cena do livro em que Alex estupra duas meninas, pois achou que a cena seria excessivamente perturbadora para o público.

Continua após a publicidade

2. Título

O título do filme é uma referência à expressão “laranja mecânica” usada para descrever algo falso ou artificial. Sendo assim, torna-se uma metáfora para a falta de livre-arbítrio de Alex, o protagonista, condicionado pela sociedade a agir de certa maneira.

3. Trilha sonora

A trilha sonora do filme apresenta várias músicas clássicas, incluindo a “Non, je ne regrette rien” de Édith Piaf, usada como uma espécie de alarme para acordar Alex.

Continua após a publicidade

4. Linguagem

A linguagem usada por Alex e sua gangue é conhecida como “Nadsat”, uma mistura de gírias e palavras russas criada por Anthony Burgess.

5. Malcolm McDowell

O ator Malcolm McDowell, que interpreta Alex DeLarge, quebrou uma costela durante as filmagens da cena em sofre espancamento pelos policiais. Além disso, ele teve dificuldade em se desvencilhar do personagem após as filmagens e sofreu de insônia por semanas.

Continua após a publicidade

6. Banido

Apesar do sucesso, filme teve banimento no Reino Unido por muitos anos devido ao seu conteúdo violento e sexual.

7. Indicações

A obra ganhou quatro indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Edição e Melhor Roteiro Adaptado.

8. Lançamento

Contudo, Kubrick não permitiu que o filme fosse lançado em vídeo durante sua vida. Isso, por sua vez, ocorreu devido à preocupação de que a qualidade de imagem não fosse boa o suficiente.

9. Descontentamento de Burgess

Kubrick trabalhou em estreita colaboração com Burgess no roteiro do filme. Mas o escritor ficou descontente com a versão final e se recusou a ver o filme por muitos anos.

Continua após a publicidade

10. Um take

A cena em que Alex é submetido a uma lavagem cerebral foi filmada em uma única tomada de 28 minutos.

11. Design

O diretor de arte John Barry criou o design visual do filme, incluindo o famoso “olho” que aparece na capa do livro e nos cartazes do filme.

12. Simbolismo

O filme contém muitos simbolismos, incluindo referências ao comportamento humano, à violência e ao poder

13. A cartola

Alex usa uma cartola, uma referência ao personagem de Alex DeLarge em “O Homem do Braço de Ouro”, de 1955, interpretado por Frank Sinatra.

Continua após a publicidade

14. Experiência real

A cena em que Alex e seus amigos invadem a casa de uma mulher é baseada em uma experiência pessoal de Burgess. Nela, sua esposa foi atacada por ladrões em sua casa.

15. Classificação etária

O filme foi classificado como “X” no Reino Unido. Ou seja, permitido apenas a adultos maiores de 18 anos.

16. Influências

Dessa forma, o filme influenciou muitos outros cineastas, incluindo Martin Scorsese, Quentin Tarantino e Darren Aronofsky.

17. Apelo da crítica

Apesar de todas as controvérsias, é considerado um clássico do cinema e um dos melhores filmes já feitos, tanto pela crítica quanto pelo público

Continua após a publicidade

18. Referências

O filme apresenta várias referências a obras literárias e filosóficas. Por exemplo, “A Divina Comédia”, de Dante Alighieri, e “Othello”, de William Shakespeare.

19. Final

Durante a cena final, em que Alex volta ao seu comportamento violento após a lavagem cerebral ter falhado, questiona-se a eficácia da psiquiatria como um meio de reabilitação

20. Críticas sociais

O uso de violência gráfica no filme foi uma tentativa de mostrar a brutalidade da sociedade e a cultura da violência que permeia a vida de Alex. Assim, torna-se uma crítica ao sistema político e social que cria e mantém uma sociedade violenta e alienada.

Fonte: 365 Filmes, Cinebuzz, Rolling Stone

Continua após a publicidade

Outras postagens