Curiosidades

O que é a Maçonaria? Como ela funciona e o que os maçons fazem?

Existem milhares de teorias da conspiração sobre a Maçonaria, muitas delas devido ao sigilo de seus membros. Saiba mais sobre essa ordem aqui.

A maçonaria é uma fraternidade discreta. Também se caracteriza, aliás, como uma ordem de cunho filosófico, educativo e progressista, originalmente constituída apenas por homens. Além disso, a maçonaria é uma instituição filantrópica. Tal sociedade arrecada doações e as destina ao bem-estar dos seres humanos.

Ao longo da história, como muitas instituições e organizações secretas e discretas, eles foram duramente criticados e perseguidos. Acusações como a busca pelo controle do mundo, ocultismo ou corrupção da sociedade e dos valores morais.

A palavra ‘maçom’ é tradução do francês, em que significa construção. Dessa forma, entende-se ‘maçonaria’ como ‘associação de pedreiros’. Devido ao seu caráter discricionário, é muito difícil saber o que os maçons fazem em suas reuniões e qual é a sua dinâmica.

Mas eles realizam ritos diferentes, que, do ponto de vista hierárquico, são os mesmos. Também são realizadas as elevações dos diferentes graus, debates de ideias, leitura de placas (obras escritas) e outras atividades.

Continua após a publicidade

O símbolo maçônico por excelência é o quadrado maçônico, que representa o equilíbrio entre matéria e espírito. Este é compostao pelo esquadro, que representa a matéria, e seu ângulo reto é identificado com a retidão em que os maçons devem viver. A bússola, por sua vez, representa o espírito. E o “G” para Deus e geometria. Saiba mais sobre a maçonaria a seguir.

Origem da maçonaria

A origem da Maçonaria não é clara, pois algumas fontes atribuem o início da Maçonaria à antiguidade, a personagens do Antigo Testamento. Mas são afirmações que não estão suficientemente comprovadas.

Continua após a publicidade

Maçon vem do francês que significa pedreiro ou construção, razão pela qual também se acredita que os primeiros maçons foram os construtores das catedrais medievais francesas. Eles também são inspirados pela ordem católica dos Templários (e é por isso que eles se chamam de “ordem maçônica”).

É consenso que ela foi fundada em Londres no século XVIII, quando quatro grupos se uniram para formar a primeira Grande Loja da Inglaterra. E é em 1923 que são aprovadas e publicadas as Constituições de Anderson, consideradas o texto que dá lugar à Maçonaria moderna.

Continua após a publicidade

Assim, os maçons foram fundamentais para o primeiro desenvolvimento da Revolução Francesa (“Liberdade, Igualdade e Fraternidade” é um lema maçônico), bem como na independência dos Estados Unidos (basta olhar a nota de um dólar e os símbolos na cidade de Washington) e as colônias espanholas na América.

Desde então, a sua influência tem vindo a aumentar, estendendo-se à maioria dos países do mundo.

Como ela funciona?

Na maçonaria cada membro é livre para dizer se pertence ou não a ela, mas não estão autorizados a dizer se outros são também maçons. Além disso, eles se reúnem em lojas, como se chama o grupo de maçons, assim como o prédio onde se reúnem. Aliás, no Brasil, estima-se existam mais de 170 mil maçons distribuídos em mais de 4 mil lojas.

Quanto à admissão, os novos membros ou “irmãos” chegam por convite expresso, e segue-se um rigoroso processo de seleção que varia de acordo com a loja. Todavia, normalmente inclui várias entrevistas e votação dos membros para sua aceitação.

Continua após a publicidade

Cada um desses novos membros passa por uma cerimônia de iniciação onde são aceitos em seu respectivo grupo. Internamente, eles são divididos em “graus”, que são um pouco equivalentes as séries da escola, então a pessoa que acaba de entrar, atinge a primeira série, e sobe conforme os outros julgam que ele reúne as capacidades para passar para a próxima série. Vamos saber mais sobre esses graus abaixo.

Maçonaria é religião?

Embora tenha um viés místico, a maçonaria não é uma religião. A única relação que ela tem com o tema é quanto à crença no Grande Arquiteto do Universo, que é Deus, independentemente da vertente religiosa de seus membros.

Somam-se a isso seus princípios éticos, que consistem na necessidade constante de aprimoramento moral, intelectual e espiritual. Além da liberdade, igualdade e fraternidade.

Porém, sem dúvida, são as cerimônias misteriosas da sociedade que mexem com a imaginação do público. Isso ocorre, pois os rituais e símbolos não são revelados para aqueles que não são maçons.

Continua após a publicidade

Portanto, diversas teorias da conspiração foram e são inventadas acerca da maçonaria. Algumas delas envolvem satanismo, relação com os Illuminati ou com planos de conquista do mundo.

Mulheres podem entrar na maçonaria?

A organização dos maçons sempre foi descrita como um espaço exclusivamente masculino. No entanto, durante muitos séculos, as mulheres quiseram fazer parte dessas federações intelectuais. Então elas abriram caminho usando algumas estratégias.

A primeira maçonaria que apresenta mulheres entre seus membros data da Idade Média. Trata-se da maçonaria operativa baseada no ofício da construção. As mulheres faziam parte, mas não tinham acesso a nenhum cargo importante.

Mesmo assim, elas foram autorizadas a entrar e participar deles, embora sempre como “mães de”, “esposas de” ou “irmãs de” um dos membros. Ou seja, continuaram dependendo dos homens para ter acesso a essas organizações.

Continua após a publicidade

Diante dessas limitações, as mulheres se rebelaram criando lojas de adoção. Portanto, é agora que podemos falar de uma presença feminina mais ou menos livre neste tipo de organização. Essas novas organizações nada mais eram do que lojas masculinas às quais estavam vinculadas, ou seja, um ramo da loja principal em que as mulheres podiam participar.

No entanto, as lojas de adoção desapareceram com a Revolução Francesa. Eles reapareceram durante o Primeiro Império, mas foi somente no século XIX, as lojas de adoção deram lugar a lojas mais igualitárias para mulheres maçônicas: as lojas mistas e, posteriormente, as lojas femininas.

Como entrar na maçonaria?

Atualmente para qualquer pessoa entrar na maçonaria, precisa cumprir os seguinte requisitos:

  1. Ser do sexo masculino;
  2. Ter no mínimo 18 anos;
  3. Possuir as indispensáveis ​​condições culturais e morais que lhe permitam compreender e cumprir os princípios da Ordem;
  4. Ser aceite como tal.

Graus da maçonaria

Em qualquer corrente da Maçonaria existem três graus que representam três estágios de desenvolvimento pessoal propostos pela loja. Estes são:

Continua após a publicidade

Aprendiz: grau do recém-iniciado, cuja tarefa é enfrentar a si mesmo e controlar suas paixões;

Companheiro: grau intermediário, no qual os maçons aprendem a filosofia da seita e suas relações com o mundo exterior;

Mestre: aqueles que alcançam o terceiro lugar devem participar de todos os ritos da loja e ter acesso ao seu conhecimento espiritual e arcano, para enfrentar a morte e a vida eterna com eles.

Desse modo, o último grau, ou grau 33º no Rito Brasileiro, é o servidor da ordem da pátria e da humanidade. Esse é o grau mais elevado, que permite ocupar quaisquer cargos dentro da ordem.

Continua após a publicidade

Símbolos da maçonaria

1. Esquadro e compasso

O que é a Maçonaria? Como ela funciona e o que os maçons fazem?

Um dos símbolos maçônicos é o esquadro e o compasso. São ferramentas que se estima terem sido usadas em rituais maçônicos como emblemas. Diz-se que esses símbolos são lições de conduta que os maçons devem seguir e que, por exemplo, o quadrado simboliza a ordem que as ações devem ter.

2. Altar maçônico

O que é a Maçonaria? Como ela funciona e o que os maçons fazem?

O altar maçônico ou altar dos juramentos é onde residem os livros sagrados. É um símbolo de comunhão com Deus. E nos tempos antigos, também era um local de sacrifício e expiação.

Continua após a publicidade

3. A letra G

A letra G tem o valor numérico de 3 e é um número historicamente referido quando se fala de Deus. Muitos afirmam que a letra maçônica G não apenas faz alusão a Deus, mas também à geometria.

4. O olho maçônico

Também relacionado à religião, o olho maçônico simboliza o olho de Deus, sua presença divina e sua preocupação com o universo. Ademais, também é famoso como “o olho que tudo vê”.

Continua após a publicidade

5. A estrela e o pentagrama

O que é a Maçonaria? Como ela funciona e o que os maçons fazem?

É um símbolo antigo que se diz representar os elementos água, ar, fogo, terra e como último elemento: a iluminação.

6. A pedra fundamental

O que é a Maçonaria? Como ela funciona e o que os maçons fazem?

É a última pedra usada para completar a construção do Arco Real e diz-se que mantém a sua força. A pedra fundamental representa a conclusão.

Continua após a publicidade

7. Martelo

O martelo é usado simbolicamente pelos maçons para despojar o coração e a consciência de todos os vícios.

8. Pá e fio de prumo

O que é a Maçonaria? Como ela funciona e o que os maçons fazem?

Assim como o martelo, existem outras ferramentas como o nível, a pá ou o fio de prumo que também são símbolos da Maçonaria.

Continua após a publicidade

O nível simboliza que o tempo passa igualmente para todos os homens e que estamos todos viajando no nível do tempo. Enquanto o prumo simboliza que a vida deve ser um caminho de retidão, integridade e justiça.

Maçonaria e política

A relação entre a maçonaria e a política não é uma regra. No entanto, diversos acontecimentos históricos trouxeram alguns de seus membros aos holofotes. A Revolução Francesa, por exemplo, se inspirou na sociedade maçônica. Isso é notável ao se observar seu lema “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”.

Além disso, os preceitos da maçonaria também estiveram presentes durante o processo de Independência dos Estados Unidos. Esses princípios foram refletidos, principalmente, por Benjamin Franklin e George Washington.

No entanto, os posicionamentos políticos dos membros da fraternidade devem ser respeitados por todos. Dessa forma, debates e discussões sobre o tema são proibidos na maçonaria, a fim de reprimir possíveis desentendimentos.

Continua após a publicidade

Maçonaria no Brasil

Por fim, a ordem da Maçonaria surgiu no Brasil em 1822. Nesse mesmo ano, inclusive, o movimento de maçons liderados por Gonçalves Ledo e José Bonifácio de Andrade e Silva culminou na Proclamação da Independência do Brasil.

Embora pouco se saiba publicamente sobre o assunto, de lá para cá, muitos outros feitos históricos contaram com a participação ativa da maçonaria.

Brasileiros famosos maçons:

  1. Michel Temer;
  2. Pixinguinha;
  3. Palhaço Carequinha;
  4. Luiz Gonzaga;
  5. Milton Gonçalves;
  6.  D. Pedro I;
  7. Rui Barbosa;
  8. José do Patrocínio;
  9. Marechal Deodoro;
  10. Zé Rodrix;
  11. Hamilton Mourão.

Leia também:

Continua após a publicidade

O que acontece com quem lê o livro de São Cipriano?

Teorias da conspiração: o que leva as pessoas a acreditarem?

5 mais insanas teorias da conspiração sobre Marte

10 símbolos dos lluminati que você não conhecia

Continua após a publicidade

Quem é Lilith na Bíblia: a primeira esposa de Adão

Codex gigas: a “Bíblia do Diabo” é o maior livro da Idade Média

Dianus Lucifero – História do deus das bruxas associado ao diabo

Fonte: Significados, BBC, GOB-PR, PAEL-ES.

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você