Mundo Animal

Moscas – Características, principais espécies e como eliminar infestações

As moscas são insetos presentes no mundo inteiro, responsáveis por espalhar e difundir uma série de doenças e infecções graves

Por P.H Mota

As moscas são insetos da Ordem Diptera encontrados em praticamente todo o mundo, com exceção das regiões polares. São marcadas principalmente pelas asas traseiras reduzidas em comparação com as dianteiras. Além disso, também passam por um processo de metamorfose que inclui fases de ovo, larva, pupa e adulto, como vários outros insetos.

As moscas também são importantes vetores de transmissão de patogênicos entre humanos e animais. Dessa maneira, estão entre os principais agentes de contaminação de doenças como almoneloses, enterites, disenterias amebianas, hepatites conjuntivites, lepra, verminoses e outras.

Dependendo da espécie, pode viver entre 10 dias ou 2 meses e ter tipos diferentes de alimentação. Por causa disso, é importante saber reconhecer os diferentes tipos de mosca, a fim de identificar seus hábitos e formas de conter infestações.

Moscas domésticas

Moscas - características, principais espécies e como eliminar infestações
R7

As moscas domésticas (Musca domestica) são as mais comuns em ambientes urbanos e são classificadas como lambedoras-sugadoras, ou seja, não picam suas vítimas. Sendo assim seu aparelho bucal conta somente com órgãos que permitem a ingestão de alimentos líquidos ou semilíquidos. Quando estão diante de alimentos sólidos, regurgitam sua saliva, capaz de liquefazer os compostos a partir de uma alta concentração de enzimas.

Essas moscas apresentam tons acinzentados, com faixas claras e escuras no tórax e um abdômen amarelado. Elas são mais ativas durante o dia, especialmente em horários de mais calor e podem voar de 1 a 3 km por dia.

No estágio de reprodução, uma fêmea bota de 120 a 150 ovos, que precisam de apenas 8 a 24h por dia para eclodir. Eles são depositados em locais com matéria orgânica em decomposição, identificados a partir de órgãos olfativos. Estes, por sua vez, ficam localizados nas antenas dos insetos.

Continua após a publicidade

A partir da eclosão do ovo, a mosca passa por um estágio larval de três ou quatro dias, quando se alimentam de bactérias. Após esse período, o estágio pupal tem uma duração semelhante, até que a mosca atinge a forma adulta e final.

Outras espécies

Mosca varejeira (Chrisomya spp, Calliphoridae spp e Lucilia spp)

Moscas - características, principais espécies e como eliminar infestações
Disprag

As moscas varejeiras são de cor verde brilhante, azulada ou cobre. Em média, seu ciclo de vida dura até 20 dias, dependendo da temperatura da região em que vive. Assim como a mosca doméstica, gosta de lugares com matéria decomposta, com preferência por lugares com restes de leites e ovos, estercos de animais e fezes humanas. Isso porque a varejeira busca alimentos ricos em proteína para se sustentar.

Mosca doméstica menor (Fannia spp.)

Moscas - características, principais espécies e como eliminar infestações
Mundo Ecologia

Assim como o nome sugere, é parecida com a mosca doméstica comum, mas caracterizada pela habilidade de voar lentamente em pequenos círculos e ficar imóvel no ar. É vista frequentemente apresentando esse comportamento de voo em regiões de currais e acúmulo de dejetos de animais. Em média, o ciclo de vida pode durar de 15 a 30 dias, dependendo das condições ambientais.

Mosca dos estábulos (Stomoxys calcitrans)

Moscas - características, principais espécies e como eliminar infestações
Compre Rural

Diferente das espécies anteriores, lambedoras-sugadoras, a mosca dos estábulos é hematófaga, ou seja, tem a habilidade de picar. Dessa maneira, alimenta-se do sangue de mamíferos, com destaque para gados bovinos, caprinos, ovinos e equinos. Apesar disso, também pode picar cães e homens, por exemplo. Criaturas dessa espécie tem preferência por locais com acúmulo de matéria vegetal e vivem de 13 a 18 dias, em média. No entanto, em lugares mais frios – por volta de 10 ºC – o ciclo de vida dura de 3 a 5 meses.

Combate e controle

Moscas - características, principais espécies e como eliminar infestações
EducaPoint

O primeiro passo para controlar uma infestação é identificar a origem dela. Isso porque, em média, os insetos que estão voando representam apenas cerca de 20% do total de uma colônia. Sendo assim, os 80% restantes ainda estão em fases anteriores em locais de materiais decompostos, garantindo o prosseguimento da contaminação.

O combate dos insetos nas fases larvais consiste no manejo adequado da matéria orgânica. Mantenha os locais higienizados e evite aglomerações de sujeira, dificultando a reprodução das moscas. Também é importante aplicar larvicidas nos locais para que a proliferação seja contida. Já para controlar moscas adultas, é preciso investir em inseticidas próprios para esse estágio.

Continua após a publicidade

Por outro lado, também pode ser interessante apostar em truques caseiros para conter os insetos. Entre as principais recomendações estão:

  • utilizar plantas que agem como repelentes naturais, como lavandas, eucaliptos, flores de louro e cravo;
  • utilizar cravo da índia espetados em maçãs a fim de manter os insetos distantes.

Fontes: Environmental Science, Milk Point, BASF, G1

Imagens: Mundo Ecologia, Compre Rural, EducaPoint, Disprag, R7, koppert

Próxima página »

Escolhidas para você