Noites brancas: o fenômeno que não deixa anoitecer em parte da Rússia

Quem tem dificuldade de dormir na claridade vai ficar escandalizado com essa notícia: em parte da Rússia, devida a um fenômenos chamado noites brancas, a noite nem sempre cai como estamos acostumados. Aliás, há dias em que o sol nem se dá ao trabalho de desaparecer completamente do céu.

É assim, por exemplo, na cidade russa de São Petersburgo. Aliás, essa foi a cidade que sediou o jogo do Brasil contra a Costa Rica, no dia 22.

O que são as noites brancas?

Agora, se você ainda não entendeu nada, a gente explica. Segundo especialista, as noites brancas acontecem entre os meses de junho e julho, durante o verão no hemisfério norte.

Devido ao posicionamento da cidade no globo terrestre, durante essa estação do ano as noites ficam muito mais curtas e os dias, praticamente, infindáveis.

Basicamente, quanto mais alta a latitude do lugar, ou seja, distante da linha do Equador; e quanto mais próximos aos pólos, mais o sol tem “dificuldade” de se esconder abaixo da linha do horizonte. É como se o pôr do sol se emendasse com o nascer do sol.

Atrações das noites brancas

E, embora a escuridão da noite deva fazer falta na hora de descansar, a verdade é que as noites brancas de São Petersburgo são um verdadeiro evento turístico. Nessa época do ano, são realizadas várias atividades culturais que se estendem pela madrugada, com espetáculos de música e de dança.

Um dos atrativos mais famosos das noites brancas, aliás, é a abertura da ponte sobre o rio Neva, que acontece às 2h da manhã, para a passagem de embarcações.

Veja mais imagens desse fenômeno natural incrível:

E então, você já tinha ouvido falar nesse fenômeno? Não deixe e comentar!

Agora, falando em Rússia, vale a pena conferir essa outra matéria: 10 coisas que são proibidas na Rússia e você não sabia.

Fonte: Vix, G1, NSC Total