O lado negro de 7 famosos personagens históricos

Você, como todo mundo, aprendeu nas aulas de história sobre os atos heroicos e altruístas, ajudando os mais necessitados sem pensar em qualquer tipo de benefício com isso. Essa é a versão mais comum da vida e dos atos de personagens históricos famosos, cujo lado negro quase ninguém conhece.

Alguns bons exemplos disso são Steve Jobs e Thomas Edison, que apesar das contribuições que fizeram com a sociedade, cada um em sua área específica, também escondiam um lado negro. Os dois, aliás, eram ladrões de ideias e trapacearam as pessoas que os ajudaram, roubando-lhes ou, simplesmente, não passando a elas a quantidade que lhes cabiam em dinheiro.

Outros personagens históricos conhecidos pela bondade, mas que também escondem um lado negro, são Mahatma Gandhi e a pura Madre Teresa de Calcutá. Dizem, por exemplo, que antes de se tornar conhecido, Gandhi, uma das figuras mais emblemáticas da história da Índia, batia em sua esposa. Já, a bondosa Madre Teresa, é acusada de desviar e distribuir de forma inexata as doações que recebia para suas instituições de caridade.

Difícil de acreditar que essas pessoas também tinham um lado negro, não é mesmo? Mas, como você vai ver na lista a seguir, existem dados e comprovações que atestam essas versões da vida dessas pessoas.

Confira, abaixo, o lado negro de alguns famosos personagens históricos:

1. Gandhi batia em sua esposa, era racista e tinha amizade com  Hitler

1

As manifestações de paz feitas por Gandhi, em vida, com certeza influenciaram muito os valores da sociedade que conhecemos hoje. Acontece, no entanto, que esse personagem histórico também tinha um lado negro. Isso porque, Gandhi não era tão pacífico assim em sua vida pessoal.

Em sua autobiografia, ele admite que batia em sua esposa, enquanto ainda viva na África do Sul. Além disso, ele também escreveu uma carta a Hitler, mencionando o Fuhrer como seu amigo, e dando apoio ao ditador em sua causa contra os indianos. O mais desconcertantes de tudo, no entanto, é que Gandhi compartilhava abertamente suas concepções racistas contra os sul-africanos.

2. Patrick Henry mantinha sua esposa trancada em um porão

Um dos personagens mais importantes da Revolução Americana, Patrick Henry ficou famoso por seu discurso de libertade contra os britânicos, que dizia “Dê-me a liberdade ou dê-me a morte”. Mas, essa beleza em suas ações e palavras não eram aplicadas dentro de sua própria casa.

Isso porque Henry lidou com a depressão pós-parto de sua esposa de uma forma bem radical: a trancou no porão de sua casa e a ignorou por um longo período. Sera que na cabeça desse grande personagem histórico, que hoje sabemos também ter um lado negro, era mais fácil lutar contra imperialistas que encontrar uma maneira amorosa e pacífica que tratar o descontrole emocional de sua própria companheira?

3. Thomas Jefferson tinha uma segunda família que nunca reconheceu

3

Thomas Jefferson, com certeza, foi um presidente americano com uma visão futurista muito apurada e que contribuiu de maneira brilhante para a forma com que a economia está organizada hoje em dia. Mas, uma coisa que ninguém sabe sobre esse personagem histórico é que ele escondia um lado negro: era hipócrita.

Parece até blasfêmia, mas a verdade é que, ao mesmo tempo em que ele denunciou publicamente relações inter-raciais, ele teve um vida amorosa dupla, com uma escrava chamada Sally Hemmings, com quem teve uma segunda família. Ele jamais assumiu filhos que tinham juntos e que viviam em sua propriedade, Monticello.

4. Woodrow Wilson era extremamente racista

4

As políticas implantadas pelo presidente americano Woodrow Wilson foram, incontestavelmente, progressivas e ele contribuiu bastante com a promoção das liberdades civis na América e ao redor do mundo. No entanto, esse homem público, aparentemente brilhante, lamentou o resultado da guerra civil dos Estados Unidos.

Seu lado negro era tão “aflorado” que esse personagem histórico chegou a montar escritórios racialmente segregados (separados) na Casa Branca e barrou inúmeros políticos negros na hora de conseguir níveis superiores nos serviços civis. Wilson chegou a fazer uma festa para a exibição de uma propaganda do Ku Klux Klan (grupo de dissemina o ódio ao negros) na Casa Branca.

5. Thomas Edison roubou a ideia de Nikola Tesla

5

Como todo mundo sabe, Thomas Edison criou a lâmpada e é o responsável por quase tudo relacionado às tecnologias de energia elétrica hoje em dia. Mas, o que esse personagem histórico escondia de todo mundo, e que faz parte de seu lado negro, é que ele roubou praticamente toda a ideia de Tesla sobre esse assunto.

Edison chegou até mesmo a dar um calote de 50.000 dólares em Tesla, algo em torno de meio milhão de dólares hoje em dia, quando pediu a ele que o ajudasse a reconstruir alguns motores elétricos que não funcionavam muito bem. No entanto, quando Tesla terminou os consertos e cobrou pelo serviço, Edison riu e disse: “Tesla, você não entende o nosso humor americano”.

6. Madre Teresa geria mal as doações de caridade que recebia e se preocupava mesmo era com a conversão das pessoas que ajudou durante a vida

6

Um dos maiores símbolos do altruísmo em todo o mundo, Madre Teresa de Calcutá, apesar de suas contribuições com os mais necessitados, era humana e, como tal, também tinha um lado negro. Ela, por exemplo, nunca permitiu que uma auditoria fosse realizada sobre as doações que recebia e vários dos lugares para os quais ela pedia donativos, nunca recebeu sequer um centavo.

Outra coisa sobre esse personagem histórico é que Madre Teresa é uma fanática religiosa e chegou a abrir mais de 500 conventos em seu nome. Ela ficava obsessiva com relação à conversão das pessoas que estava ajudando. Sobre a vida dessa mulher, há um documentário bastante controverso sobre ela, chamado “Anjo do Inferno“.

7. Steve Jobs era um ladrão de ideias e ferrou seu parceiro Wozniak

7

Sem dúvida alguma, Steve Jobs é um dos personagens históricos que mais contribuiu para a inovação tecnológica em todo o mundo a partir de sua marca, a Apple. No entanto, o que pouca gente toma consciência sobre Jobs é com relação ao seu lado negro.

Isso porque Steve Jobs roubou, descaradamente, as ideias de design para hardware e sofware, incluindo o iPod, de seu parceiro inicial, Steve Wozniak. Aliás, ele também mentiu para o companheiro de inventos já quando trabalhavam no Atari, a respeito da quantidade de dinheiro que receberam pelo invento. Foi assim, aliás, que Steve Jobs ficou com a maior parte do dinheiro para si e, mais para frente, cortou seu parceiro da empresa.