O que acontece com o corpo da mulher quando ela para de tomar anticoncepcional

A pílula anticoncepcional, mesmo se tratando de um dos métodos anticonceptivos mais populares e tradicionais, vem conquistando inúmeros inimigos e, claro, inimigas nos últimos tempos. Isso porque os efeitos colaterais do anticoncepcional ao longo do tempo podem ser devastadores no organismo feminino, podendo levar à trombose e a outros problemas igualmente sérios.

Mas, engana-se que pensa que quando a mulher para de tomar anticoncepcional a situação toda está resolvida. Na verdade, quando o uso da pílula é suspenso, o corpo sofre com a falta da descarga de hormônios e passa a reagir de forma não muito agradável para as mulheres.

Como você vai ver na lista abaixo, até mesmo o ciclo menstrual da mulher se altera quando ela para de tomar anticoncepcional. Problemas com os quais ela já não se preocupava mais quando tomava o anticoncepcional voltam a aparecer, como acne, cólicas e, claro, o risco de uma gravidez não planejada.

Tenso, né? O pior de tudo é que poucas mulheres têm consciência do turbilhão que elas estão prestes a enfrentar quando tomam a decisão de parar com a pílula anticoncepcional. Abaixo, na seleção, tentamos compilar alguns dos efeitos colaterais que elas costumam enfrentar.

Descubra o que acontece com o corpo da mulher quando ela para de tomar anticoncepcional:

1. Cólicas

Uma das primeiras consequências da variação hormonal quando a mulher para de tomar anticoncepcional é a alteração do ciclo menstrual. É comum se ele passe a vir mais intenso e como se as cólicas se tornassem (ou voltem) a ser mais dolorosas que durante o período em que ela fazia uso da pílula.

2. Perda ou ganho de peso

A interrupção da descarga de hormônios no organismo feminino pela pílula também pode causar alterações na balança. Há mulheres que engordam, outras que emagrecem. Isso acontece porque, dependendo do metabolismo, essa mudança pode potencializar ou reduzir a retenção de líquidos e, às vezes, até mudanças na dieta, por causa da ansiedade.

3. Secreções

Como a função do remédio é fazer com que a mulher pare de ovular é normal que a pílula também “prejudique” a produção de secreções no órgão íntimo feminino. Quando a mulher para de tomar anticoncepcional, no entanto, pode acontecer uma maior umidificação dessa região.

4. Libido

Se tem uma vantagem em parar de tomar a pílula é o que isso proporciona ao libido da mulher. Sem o remédio, é comum que o desejo aumente e vida a dois fique mais divertida que antes (e que as chances de engravidar também aumentem, claro).

5. TMP

A alteração hormonal também costuma mexer com os sintomas da TMP. Se, durante o consumo do remédio, a mulher tinha sintomas amenizados da tensão pré-menstrual, acredite, eles voltar com tudo quando esse período é interrompido.

6. Seios menores

A pílula anticoncepcional tende a deixar os seios mais fartos, devido aos hormônios que ela libera no corpo feminino. Quando a mulher interrompe o uso, no entanto, a tendência é de que os seios voltem ao tamanho normal (como eram antes do remédio).

7. Espinhas

Espinhas são comuns quando se interrompe o uso do anticoncepcional, também devido à alteração hormonal que acontece no organismo. Caso a mulher tenha problemas com acne, o melhor é consultar um especialista antes de suspender de vez o uso do remédio.

Viu como não é NADA fácil ser mulher? E, já que uma das maiores influências da interrupção da pílula é no libido, não deixe de conferir ainda: O que acontece em seu corpo se você fica sem sexo por muito tempo?

Fonte: Área de Mulher, Vix