O que é um anime? E o que significa Otaku?

É muito provável que você já tenha se deparado com o termo: Anime, por aí. Mas apesar de ser um termo popular, nem todos sabem qual é o seu real significado. E consequentemente como utiliza-lo da maneira correta.

O que é um anime?

De uma forma geral, o termo anime significa em japonês que é a sua língua nativa, “animação”. E nesse país, ele é utilizado para fazer referência a qualquer animação, ou seja, desenho que exista.

Já por aqui em terras tupiniquins, o termo é usado de maneira mais específica, remetendo apenas as animações que são de fato japonesas.

O que acontece é que culturalmente falando, o Japão como você já deve imaginar, é extremamente peculiar.

O país não se encaixa em um padrão e é muito autêntico em tudo o que produz culturalmente.

Sua culinária, musicas, educação e etc, tende a desentoar e ir na contra-mão do resto do mundo. Não de uma forma negativa, mas sim incrivelmente interessante e curiosa. E quando o assunto são as animações, ou seja, os desenhos as coisas não são muito diferentes.

É por isso que usamos o próprio termo japonês para nos referirmos a apenas esse tipo de desenho em específico, e não temos por exemplo uma palavra para nos referirmos aos desenhos franceses ou alemães.

Backstage da produção de um anime

Uma vez que esses se parecem e se enquadram a nossa realidade cultural.

O primeiro anime que se tem registros, foi criado no Japão no ano de 1907, e narrava a história de um jovem marinheiro.

Uma outra curiosidade sobre esse tipo de animação, é que de um modo geral, eles veem ou são inspirados no que é chamado de Mangá.

Que nada mais são do que quadrinhos (HQ), feitos ao estilo japonês, e isso inclui todas as suas peculiaridades.

Aqui no Brasil e em todo o mundo, uma série de animes já se tornaram extremamente famosos. Como os clássicos “Dragon Ball, Naruto, One Piece, Pokemón, Beyblade e Yu-Gi-Oh!
Agora, será que você conhece outros termos que estão relacionados com o universo dos animes?

O que é Otaku?

O termo Otaku é usado no Japão para se referir a todos aqueles que são muito fãs de algo. Mas apesar desse contexto geral, ele é usado principalmente para descrever quem é um verdadeiro apaixonado por animes ou mangás.

O termo também se refere a um grupo social, um estilo. Pessoas que se consideram como Otakus no Japão compartilham não só o seu amor pelos animes, mas também estilos de roupas, cabelos e até mesmo gírias que são inspiradas nessas animações.

Um hábito muito comum entre esse grupo social, é o ato de se caracterizar como um determinado personagem fictício. O termo utilizado para essa caracterização, é o de “cosplay”.

Aqui no Brasil por outro lado, o termo muitas vezes é empregado apenas para rotular de uma forma pejorativa os fãs desse estilo de animação. O que acaba fugindo do sentindo e proposta real da palavra.

Uma curiosidade interessante, é que o termo Otaku, é utilizado apenas para designar pessoas do sexo masculino.

Mulheres que são muito fãs de animes e mangás são denominadas de Otome, que em japonês, significa literalmente donzela ou senhorita.

Mas e então meu caro leitor, você já conhecia ou já tinha ouvido falar nesses termos? Conta isso e muito mais aqui embaixo pelos comentários!

E não se esqueça, se você se interessou por esse assunto, não deixe de conferir quais são as 17 provas de que o Japão é o país mais louco do mundo. 

Fontes: Suapesquisa, Alt.clicrbs.