O que você pode e não pode ROUBAR dos quartos de hotéis

Por mais que você seja uma pessoa honesta, a verdade é que miniaturas e brindes de qualquer natureza mexem com nossa integridade. É por isso que tantos de nós sofremos por aí de uma síndrome incontrolável que nos faz roubar dos quartos de hotéis coisinhas como shampoos, balas, sabonetes e assim por diante.

Mas, afinal de contas, é errado levar essas pequenas coisas do hotel, na hora do check out? Até onde isso é furto e até onde podemos nos deleitar com os benefícios dos brindes? Quem respondeu a essas perguntas foi o site Viaje Aqui, da Editora Abril.

Como você vai ter oportunidade de conferir na matéria que adaptamos abaixo, tudo depende do bom senso das pessoas. Isso porque todas as coisas que puderem ser reutilizadas por outros hóspedes pertencem ao estabelecimento e você NÃO pode roubar dos quartos de hotéis.

1

Mas, amenidades como shampoos, sabonetes, balas, canetas, hidratantes e outras coisinhas, em determinados casos (como você vai ver na lista abaixo) pode ser levadas para casa sem que você precise enfrentar uma crise de consciência mais tarde. Entendeu?

Só para frisar, antes de começarmos a seleção propriamente dita, mesmo em quartos temáticos, em que tudo é tentador demais, peças como roupões de banho, toalhas e travesseiros NÃO estão na lista dos itens que são permitidos “roubar”. Deixá-los para o próximo hóspede pode livrar você de uma série de possíveis constrangimentos.

Descubra o que você pode e não pode ROUBAR dos quartos de hotéis:

Livros

2

A menos que eles estiverem com um bilhetinho, indicando ser um presente do hotel, ele não é uma das coisas que você deve “roubar dos quartos de hotéis”. Aliás, se o livro tiver um carimbo do hotel este já é sinal suficiente de que não se trata de um souvenir. A mesma coisa se aplica no casos daquelas Bíblias de cabeceira. Ok?

Revistas

9

Assim como os livros, as revistas pertencem ao hotel e não devem ser levadas no final de sua estadia. As únicas exceções são aquelas publicações de circulação gratuita, que promovem algum destino, por exemplo.

Shampoos, condicionadores, sabonetes e hidratantes

7

Esse é o tipo de coisa que o próprio bom senso de todo mundo pode aconselhar. Por exemplo, se o shampoo ou outro produto estiver em recipientes de louça, de vidro ou encaixados em suportes de parede, acredite, este é um sinal de que eles devem permanecer ali.

No entanto, produtos em recipientes descartáveis e pequenos são oferecidos à você, da forma que quiser usar, então são algumas daquelas coisinhas que se pode roubar dos quartos de hotéis.

Canetas

8

Canetas rebuscadas e presas a objetos como escrivanias, obviamente, não devem ser levadas embora. Por outro lado, canetas mais “vagabundinhas”, digamos assim, com a logo do hotel, assim como os papeis de carta; fazem parte do material promocional do estabelecimento e você pode levá-los para casa sem peso na consciência!

Miniaturas do frigobar

1

Tudo que está na pequena geladeira de seu quarto é para você consumir. Você pode levar tudo o que quiser dali, mas é possível (quase provável) que sejam cobrados em seu cartão de crédito, ao final da estadia.

Calçadeiras

5

Um regra de ouro para nunca errar: tudo que pode ser reaproveitado pertence ao hotel. Então, deixe as calçadeiras em paz. Muito provavelmente você nem vai usar isso em casa!

Sachês (açúcar, chá, café)

3

Todas essas coisinhas são deixadas no quarto para que você consuma. Logo, se você quiser levá-los com você não há o menos problema. Mas, mais uma vez, o bom senso deve falar mais alto: não é educado levar uma caixa inteira de chá, muito menos todas as capsulas de café. Tenha moderação.

Pantufas

6

De novo a regra de ouro: se for descartável, é seu! Agora, se a pantufa não for descartável, melhor mesmo é nem usar… e talvez pensar em procurar um outro hotel para ficar, porque a higiene desse aí é questionável!

O que NUNCA roubar dos quartos de hotéis?

10

Tudo que pode ser reutilizado, mesmo depois de lavar, pertence ao hotel, lembra? Logo, toalhas, roupões, talheres, xícaras, canecas, enfeites, abajures, travesseiros e tudo o mais que segue esse linha não deve ser levado com o hóspede e pode até mesmo ser considerado furto!

4

A mesma coisa vale para cinzeiros, adaptadores de tomadas, secadores de cabelo, chaleiras, rádio-relógios, cabides, vasos decorativos, cortinas (sim, tem gente que leva as cortinas também) e todo o resto que compõem o quarto. Entendeu? Na dúvida, melhor mesmo é nunca levar nada consigo!

Mas, o bom senso não deve ficar restrito somente aos quartos de hotéis, como você confere nessa outra matéria: 6 perigos que os quartos de motel podem trazer e ninguém comenta.

Fonte: Viaje aqui