Outros 19 fatos que vão fazer você repensar sua existência

Mais dias, menos dias, todo mundo acorda meio na deprê. Nesses momentos, muitas vezes as pessoas questionam o sentido de nossa vida e o porquê das coisas serem como são. Às vezes, têm até a presunção de pensar que suas dúvidas são as mais cruéis e incompreensíveis do mundo. É nesse pondo que chega a hora de repensar sua existência.

Como você já viu nessa outra matéria do Segredos do Mundo (clique para ler), em momentos como esses é preciso parar de lamentar e ver o quanto sua existência pode ser minúscula perto de tudo que existe no mundo. É preciso repensar sua resistência porque seus problemas estão longe de serem os mais urgentes, os mais importantes ou, sequer, os mais dramáticos do mundo.

Afinal, se nem mesmo o planeta que você habita é expressivo frente à imensidão do universo, porque seu probleminhas seriam? Mais uma vez cabe a dica: é preciso repensar sua existência!

Claro que não fizemos essa matéria para menosprezar você, caro leitor, nem para deixá-lo em depressão profunda por notar uma inexpressividade frente a tudo que existe no espaço sideral (e você é inexpressivo mesmo, como você vai ver, mesmo com seus vários milhões de átomos). Mas para fazer você perceber o quanto a vida é frágil e curta e o quanto você pode e precisa aproveitar sua passagem por esse planeta. Entendeu?

Confira, abaixo, outros 19 fatos que vão fazer você repensar sua existência:

1. Você já foi menor que um ovo de galinha! Isso mesmo, você já esteve em um óvulo de 0.1 mm

1

2. E, se você acha que é banal você ter nascido, deveria pensar que mais de 40 milhões ou até 1,2 bilhões de espermatozoides tentaram fecundar esse óvulo que deu início a sua existência.

2

3. Ao nascer, você acabou se tornando mais uma pessoa na multidão das 7 bilhões que vivem, atualmente, no Planeta Terra

3

4. Mas, calma, esse não é um número tão grande assim de pessoas. Se todos nós fôssemos empilhados no espaço onde existe o Grand Canyon, não seria possível nem preencher sua área completa

4

5. E isso não é nada expressivo, se você comparar à quantidade de átomos que compõem uma pessoa adulta: mais de 7 octilhões

5

6. Se você não tem ideia da do qual minúsculas são esses átomos, aí vai uma ilustração que vai ajudar bastante: comparar um átomo com uma maçã seria a mesma coisa que comparar uma maçã com o planeta Terra!

6

7. E olha que a Terra tem, nada menos que 12.742 quilômetros de diâmetro

7

8. E, só para ter noção da mínima fração de seu conhecimento sobre seu próprio planeta, pesquisadores estimam que mesmo com 71% da superfície do mundo coberta por água, menos de 5% já foi visto pelo olho humano.

8

9. Mas, não pense que isso também é lá grande coisa! Se comparado com outros coisas no imenso universo, nosso planeta é ridiculamente pequeno. O Sol, por exemplo, tem 1.391.684 quilômetros de diâmetro.

9

10. Com esse tamanho todo, seria possível empilhar, aproximadamente, 109 Terras ao longo do diâmetro do Sol

10

11. E se a Terra consegue ser minúscula perto do Sol, se compara à gigantesca Estrela da Pistola, uma das mais brilhantes descobertas até hoje, nosso planeta, praticamente, desaparece

11

12. Mas as possibilidades de entender o quanto a Terra pode ser ínfima no universo ainda não param por aí. Em comparação com a VY Canis Majoris, conhecida como a maior estrela da Via Láctea, a Terra realmente para de ser enxergada, devido à desproporcionalidade de tamanhos.

12

13. Agora, tudo isso comparado ao tamanho do universo chega a ser hilário. O diâmetro do espaço que pode ser observado pelos cientistas é de 93 bilhões de anos-luz. No entanto, o tamanho do universo por inteiro é algo que a própria Ciência não pode responder, devido às suas dimensões grotescas.

13

14. Aliás, não há evidências sequer de que o espaço tenha, realmente, uma borda que o delimite. Isso, no entanto, não faz muito diferença, já que mesmo que esse limite existisse, não seriamos capazes de alcança-lo.

14

15. E o pior de tudo: essa não é a única questão que os cientistas não podem responder sobre a Terra e a humanidade em si. Outra grande dúvida é sobre porque os seres humanos sonham.

15

Algumas teorias arriscam dizer que os sonhos estão ligados à fatores psicológicos. Outras, dizem que eles são produtos biológicos totalmente sem função. No entanto, ainda existem teorias que apontam os sonhos como mecanismos essenciais para o bem-estar emocional. De forma geral, a briga entre teorias é boa, mas nenhuma delas ainda respondeu de forma satisfatória esse questionamento.

16. Nem mesmo nossas lágrimas podem ser explicadas, com exatidão, pela Ciência. Até porque choramos de tristeza, de alegria, de dor e de medo.

16

17. Até mesmo o tempo, em si, é um outro questionamento que tira o sono dos cientistas. Não dá para explicar quando ele começou e quando ou melhor, se um dia vai acabar.

17

Há quem diga que o tempo é só uma ilusão humana. Outros apostam que o tempo existe muito antes do que os seres humanos podem imaginar.

18. Ainda sobre o tempo, só para ressaltar a complexidade do assunto, a Terra está por aqui, no universo, há mais de 4,5 bilhões de anos! Ou seria há mais tempo ainda?

18

19. E, como todas essas dúvidas permanecem sem explicação, o mais recomendado mesmo é aproveitar a vida ao máximo. Um prova disso é o tempo médio de vida do ser humano, cerca de 70 anos, o que representa 0,00001556% da idade da Terra.

19

Entendeu, agora, porque você deveria repensar sua existência todos os dias?

Fonte: BuzzFeed