Para qual lado os canhotos viram a cabeça na hora do beijo?

Em um mundo feito para destros, que representam quase 90% da população, os canhotos podem sofrer um pouco. Prova disso são as pequenas tarefas do dia a dia, como já mostramos nessa outra matéria, por exemplo.

Mas, claro, não é só o uso da mão esquerda na maior parte das vezes que torna os canhotos diferentes.Isso aliás, quem nos conta é o pesquisador Sebastian Ocklenburg, da Universidade do Vale do Ruhr, em Bochum, na Alemanha.

Canhotos, destros e lateralidade

Segundo sua pesquisa sobre lateralidade e as assimetrias cognitivas em humanos e animais, ao contrário do que se acreditou por muito tempo, não é apenas um único gene que define se teremos melhor controle motor do lado esquerdo ou do lado direito de nosso corpo. Conforme o pesquisador, vários genes influenciam nisso, além do entorno e da habilidade de nossas mãos.

E, falando em destrezas e habilidades dos canhotos, para quem tinha dúvidas sobre o lado que eles viram a cabeça na hora do beijo, Sebastian afirma que também costuma ser para o lado esquerdo. Isso tudo por causa desse conjunto de genes que acabamos de mencionar.

Assimetrias motoras e sensoriais

O pesquisador afirma ainda que essa “preferência” por um dos lados acontece em todo o corpo. Um bom exemplo disso são os jogadores que, claramente, têm um pé preferido na hora de chutar a bola para o gol. Pouquíssimos, aliás, são os que conseguem utilizar os dois pés com a mesma habilidade, como no caso de Messi.

E não é só isso. As pessoas tendem a ter um ouvido com o qual se viram para escutar conversas do outro lado da porta e costumam sempre escolher um mesmo olho na hora de olhar em um telescópio.

E embora as assimetrias motoras dos canhotos costumam estar fortemente relacionadas entre si  – quem escreve com a mão esquerda tende a beijar pelo lado esquerdo e preferir o pé esquerdo na hora de chutar a bola -, as assimetrias sensoriais de ver ou ouvir, mesmo se relacionando uma com a outra, são independentes da lateralidade.

Animais canhotos

O mais interessante de tudo no entanto, é que Sebastian afirmam que não só os seres humanos podem nascer canhotos. Em gatos e em cachorros, por exemplo, isso também existe e é chamado de “pateralidade”.

No entanto, no caso dos animais, existe praticamente uma distribuição igualitária entre destros e canhotos.

Canhotos são mais inteligentes?

Agora, voltando a falar sobre seres humanos canhotos e destros, a lateralidade não diz respeito exatamente às mãos ou aos pés, mas tem a ver diretamente com o cérebro. Como esse órgão, em humanos, é dividido em dois hemisférios, ser destro ou não depende de qual das metades do cérebro é mais eficiente em executar certas tarefas motoras finas.

Nos destros, o que hemisfério que predomina é o esquerdo; enquanto nos canhotos, é o direito. O especialista explica que esse deslocamento lateral se deve aos nossos tratos nervosos, que se cruzam na medula espinhal.

Mas, isso não significa que o cérebro de destros e canhotos funcionam de formas diferentes. Os canhotos não são mais ou menos inteligentes ou criativos que os destros, ao contrário do que apontava uma corrente de estudos pequenos e mal controlados da década de 70.

E então, a qual dos times você pertence? Você tinha ideia de todas essas particularidades entre canhotos e destros? Não deixe de comentar!

E, falando em diferenças entre as pessoas, você precisa conferir ainda: 17 coisas que fazem de você um ser humano único e você não sabia.

Fonte: Terra