Notícias

Pentágono relata aumento no número de aparecimento de OVNIs pelo mundo

Oficiais militares dos Estados Unidos acabaram de adicionar uma pitada de credibilidade ao relatar o aumento de encontros com OVNIs.

Uma rara audiência pública no Congresso dos EUA realizada pela primeira vez em 50 anos discutiu o aumento no número de aparecimento de OVNIS; o que eles chamam de UAPs. Aliás, a última audiência do Congresso sobre OVNIs ocorreu na década de 1960.

Em suma, um alto funcionário da defesa disse aos legisladores, que há um aumento no número de aparecimento de objetos voadores não identificados (OVNIs) nos últimos 20 anos.

De 1947 a 1969, a Força Aérea dos EUA executou a Operação Blue Book, um projeto que investigava relatos de OVNIs. Contudo, o projeto cessou quando os OVNIs foram considerados como não sendo uma ameaça à segurança nacional.

Aumento de OVNIs

“Desde o início dos anos 2000, temos visto um número crescente de aeronaves ou objetos não autorizados e/ou não identificados; em áreas de treinamento e áreas de treinamento controladas por militares e outros espaços aéreos designados”, disse Scott Bray, vice-diretor de inteligência naval, a um painel de segurança da Câmara.

Continua após a publicidade

No entanto, ele disse que o Pentágono não detectou nada que sugerisse que é algo de origem não terrestre por trás desses fenômenos. Por outro lado, Brey também não descartou definitivamente essa possibilidade.

Longa investigação

Os cientistas tentam há mais de um século encontrar vida inteligente em algum outro lugar do universo; e provar que não estamos sozinhos. Eles começaram a investigar nosso sistema solar por transmissões de rádio de outros planetas no início de 1900.

A busca acabou se expandindo para nossa galáxia, a Via Láctea, e se tornou internacional na década de 1980. Enormes radiotelescópios apontaram para o céu e ouviram um sinal de planetas entre os 100 bilhões a 400 bilhões de estrelas da galáxia.

Além disso, milhares de pessoas aparentemente normais afirmam ter experimentado contato físico e comunicação com espécies alienígenas. Não seria a primeira vez que os governos investigariam fenômenos que desafiavam nossa compreensão do mundo.

Continua após a publicidade

Nesse caso, a busca por evidências persuasivas de vida extraterrestre na Terra parece tão importante quanto encontrar vida inteligente a muitos anos-luz de distância; ou implantar nossa própria espaçonave para coletar evidências de vida em Marte.

Relatos de “quase colisões”

Entre 2004 e 2021, houve 144 avistamentos de UAPs por militares, mas desde então houve um aumento acentuado para cerca de 400 avistamentos “baseados em narrativas”, segundo o relatório.

Citando um incidente em 2004 em que um piloto da Marinha registrou um objeto se movendo de forma incomum sobre a água, Bray disse que não poderia “apontar para algo que definitivamente não foi feito pelo homem, mas posso apontar vários exemplos que permanecem sem solução”.

Além disso, muitos dos avistamentos ocorreram em “áreas de treinamento de controle militar e campos de treinamento e outros espaços aéreos designados”, disse Bray.

Continua após a publicidade

Tecnologias ultra-secretas e aumento de OVNIs

Dada a atual crise na Ucrânia, as enormes tensões com a Rússia e o surgimento da China como uma grande superpotência global dando grandes saltos em termos de capacidade tecnológica, as autoridades dos EUA parecem estar adotando uma postura mais séria e aberta em relação aos OVNIs.

Por fim, Bray disse que vários fatores mais explicáveis ​​contribuíram para o aumento dos avistamentos, incluindo um aumento no uso de drones, bem como tecnologias de sensores e o uso de balões de mylar.

Para ficar mais por dentro deste assunto, leia também: Ufologia, o que é? 5 casos famosos de OVNIs no Brasil

Fontes: G1, Canaltech

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você