Notícias

Por que você não deveria assistir Morbius

Os motivos que indicam por que você não deveria assistir Morbius só crescem após as péssimas críticas que o filme vem recebendo.

O longa Morbius chegou aos cinemas na última quinta-feira (31), após acabar adiado por um ano por conta da pandemia do covid-19, refilmagens e outros problemas da produção. Apesar da espera dos fãs, o resultado final não parece ter agradado os críticos. Além disso, muitos acreditam que tal atraso tenha sido um livramento para quem aguardava a produção.

O novo filme do universo cinematográfico da Sony é praticamente uma tragédia. Por isso, existe até mesmo um compilado de motivos que indicam por que você não deveria assistir Morbius.

Apesar de parecer exagero, existem poucas coisas no longa que realmente funcionam. Contudo, outras deixaram a desejar. Por exemplo, a tentativa de conectar a trama a sucessos como Venom e Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, algo que ficou forçado e desconexo. Para os apaixonados pelo universo, Morbius é praticamente uma armadilha.

Antes de mais nada, a história é algo que deixa a desejar. Para qualquer um que tenha assistido a algum trailer do filme, é possível inferir tudo que a produção tem a oferecer apenas por um deles.

Toda a trama está ali, condensada em 2 minutos. Basicamente, Michael Morbius, vivido por Jared Leto, é um médico com uma doença congênita, que mistura seu DNA ao de um morcego para encontrar uma cura. Contudo, se transforma em uma espécie de vampiro, e a premissa de Morbius é praticamente essa.

Por que você não deveria assistir Morbius

Obviamente, ao longo do filme, existem outros desdobramentos, bem como o surgimento de um vilão. Contudo, nada é profundo o suficiente para despertar o interesse. As coisas acabam jogadas na tela sem importância ou impacto.

Oponto principal é que Morbius não possui um roteiro completo. Inicialmente, a ideia é focar na tragédia do médico que se torna um monstro. Mas a possibilidade é abandonada para focar em algo sombrio e mais próximo do terror, mas logo desaparece depois de duas cenas.

Portanto, a aposta do roteiro está nos dois irmãos, Morbius e Milo, que precisam se enfrentar. Apesar disso, os produtores esquecem de desenvolver os personagens, tornando o embate vazio. Sequer é possível considerar o filme um clássico de super-heróis, já que as cenas de ação não são o suficiente. O próprio confronto entre os irmãos segue uma estrutura fácil de reconhecer: o monstro do bem que busca derrotar o monstro do mal, assim como na narrativa de Venom, mas não com o mesmo sucesso.

Elenco do filme desperdiçado

Não é a primeira vez que os fãs pegam no pé de Jared Leto, que interpreta o protagonista. Afinal, desde viver o Coringa em Esquadrão Suicida ele vem sendo questionado por conta de sua escolha pobre para projetos. Apesar disso, ele é um bom ator, que entrega boas cenas quando o filme possui uma direção decente.

Ele não é o único nome de peso em Morbius. Milo, o vilão, é de Matt Smith, que participou de seriados como Doctor Who e The Crown. Enquanto isso, Jared Harris, que vive o médico Nicholas, fez Chernobyl.

Mesmo assim, todos os atores renomados não trazem nada para o longa. Nenhum personagem possui aproveitamento o suficiente. Isso faz com que muitos se perguntem se realmente estão de frente para indicados ao Emmy e ganhadores do Oscar.

Harris, por exemplo, sequer aparece na história. Enquanto isso, Jared Leto parece não querer estar ali, e Smith, apesar de seu esforço, não consegue apresentar um bom resultado por conta do roteiro fraco.

Pouca empolgação de Morbius

Ainda na lista de motivos que provam por que você não deveria assistir Morbius, as cenas fracas e decepcionantes são mais um deles. Não se espera de um filme de super-herói atuações dignas de premiação ou roteiros perfeitos, mas o mínimo seriam cenas interessantes, bem como bom uso de efeitos visuais.

Mais uma vez, Morbius decepciona nesse quesito. A própria luta entre Morbius e Milo é simples, e apenas uma grande replicação de efeitos utilizados ao longo do restante do filme. O embate final não possui o menor impacto.

Por fim, é entendível que boa parte do público tenha criado interesse no filme para entender a conexão com Homem-Aranha e Venom. Afinal, os trailers trouxeram várias sugestões, bem como cenas que deixaram os fãs curiosos para ver a junção das histórias. Mas a realidade do filme não mostra nenhuma das sequências. No trailer, estão cenas que sequer aparecem no filme.

Acredita-se que o conteúdo esteja em uma versão anterior, cortada por motivos diferentes durante a edição e as refilmagens. Mesmo assim, a propaganda ainda é enganosa.

Próxima página »

Escolhidas para você