Curiosidades

Português de Portugal – História e principais diferenças para o brasileiro

Apesar de ter dado origem ao idioma que falamos no Brasil, o português de Portugal tem uma série de diferenças para o brasileiro.

Por P.H Mota

Uma das principais heranças que temos do período de colonização é o idioma. Entretanto, o idioma “brasileiro” desenvolveu uma porção de diferenças para o português de Portugal, ao longo dos séculos de separação entre os países.

A diferença mais óbvia está no sotaque, que inclusive pode ser quase impossível de entender para alguns brasileiros. Por outro lado, os lusitanos não costumam sofrer com o mesmo problema. Isso porque em Portugal existe o hábito de consumir cultura brasileira por meio de músicas ou novelas, por exemplo.

Mas as diferenças entre os idiomas vão muito além. Inclusive, não é à toa que em Portugal, o nosso português é chamado de brasileiro.

História do português

Português de Portugal - história e principais diferenças para o brasileiro
catho

A língua portuguesa começou a tomar forma a partir do século VIII, com a invasão árabe e, em seguida, a reconquista cristão. A princípio, as transformações deram origem ao galego português. Com o tempo, então, o idioma se fixou na região onde hoje está Portugal.

No Brasil, a língua foi declarada como oficial em 1758, mas nessa época já tinha muitas diferenças para o português dos colonizadores. Por aqui, os portugueses tiveram influências dos vocabulários de indígenas e escravos e, portanto, já transformavam a língua. A partir do século XIX, com a chegada de imigrantes da Europa e da Ásia, mais mudanças surgiram.

Por outro lado, a mesma evolução não se deu em outras colônias portuguesas. Em territórios africanos como Moçambique e Angola, por exemplo, o português é mais parecido com aquele falado em Portugal. Isso porque esses territórios tiveram menos influências de outros povos. Além disso, a independência das colônias demorou alguns séculos para acontecer.

Principais diferenças do português de Portugal

Fonética

Português de Portugal - história e principais diferenças para o brasileiro
MEP

A diferença mais evidente entre o português e o “brasileiro” está na pronúncia. Enquanto as vogais são pronunciadas de forma mais aberta, no Brasil, os portugueses pronunciam de forma mais fechada. Em alguns casos, inclusive, é comum que alguns fonemas pareçam desaparecer.

Por conta da velocidade com que os portugueses falam, as vogais átonas acabam ficando quase inaudíveis em algumas situações. Palavras como menino, esperança ou pedaço, por exemplo, soam como m’nino, esp’rança ou p’daço para brasileiros.

Sintaxe

Português de Portugal - história e principais diferenças para o brasileiro
Metropoles

A sintaxe dos dois idiomas também costuma apresentar diferenças. Em resumo, algumas construções comuns para o Brasil não são recorrentes em Portugal.

Os portugueses, por exemplo, não têm o hábito de trazer os pronomes oblíquos para o início das frases. Ou seja, numa situação em que um brasileiro utilizaria “Me dá um presente?”, um português optaria por “Dá-me um presente?”.

Além disso, os brasileiros adotam o gerúndio com mais frequência. A frase “Estou fazendo o almoço”, por exemplo, provavelmente seria utilizada em Portugal como “Estou a fazer o almoço”.

Há ainda uma diferença recorrente no emprego de preposições. No Brasil, é comum que a preposição em seja aplicada no lugar de a. Por aqui, a frase “Vou na escola amanhã” é comum, enquanto em Portugal o usual é “Vou à escola amanhã”.

Vocabulário

Português de Portugal - história e principais diferenças para o brasileiro
Guia Gay

Por último, mas não menos importante, estão as diferenças entre vocabulário. A lista de comparações é tão grande que existem dicionários específicos para traduzir o português de Portugal para o brasileiro.

Configura alguma das diferenças mais curiosas abaixo. Na lista, estão apresentadas as palavras como são usadas em Portugal primeiro, e no Brasil em seguida.

Apelido: Sobrenome
Autocarro: Ônibus
Autoclismo: Descarga
Azeiteiro: Brega
Babá: Ama
Bairro: Freguesia
Banda desenhada: História em quadrinhos
Cacete: Pão bisnaga
Canalhada: Criançada
Casa de banho: Banheiro
Chumbar: Reprovar na escola
Cueca: Calcinha
Durex: Camisinha
Ecrã: Tela
Fato: Terno
Fiambre: Presunto
Fino ou Imperial: Chopp
Fita colante: Durex
Fixe: Legal
Gajo/Gaja: Rapaz/Moça
Gelado: Sorvete
Hospedeira de bordo: Aeromoça
Miúdo: Criança
Morada: Endereço
Natas: Creme de Leite
Passadeira: Faixa de Pedestre
Pastelaria: Padaria
Pequeno almoço: Café da manhã
Puto: Adolescente
Rapariga: Menina
Rotunda: Rotatória
Sandes: Sanduíche
Telemóvel: Celular

Acordo ortográfico

Português de Portugal - história e principais diferenças para o brasileiro
Ideias em Blog

Além disso, também existem divergências de escrita em alguns casos. Por causa disso, em 2008 foi realizado um acordo ortográfico entre todos os países falantes de português.

A ideia, no entanto, não surtiu efeitos tão positivos. Isso porque, para os brasileiros, muitos aprendizados enraizados, de décadas ou séculos, precisaram passar por uma reformulação. Por outro lado, alguns veículos de Portugal apenas ignoram o acordo e seguem com as normas antigas, julgando a medida desnecessária.

Fontes: Só Português, Viva Mundo, Eurodicas

Imagens: MEP, Jornal de Brasília, Guia Gay, catho, Metropoles, Ideias em Blog

Próxima página »

Escolhidas para você