Curiosidades

15 produções true crime que você não pode deixar de conhecer

Séries documentais de assassinatos e outras produções formam um dos gêneros mais prolíficos e bem-sucedidos da atualidade: true crime.

As chamadas produções ‘true crime’ são mais do que apenas reconstruções de crimes reais. Os melhores não só se destacam pela profundidade de sua investigação ou por sua montagem impecável, mas também porque costumam conter aquele elemento hitchcockiano do falso culpado.

Além disso, a maioria são denúncias tão eficazes do sistema que, às vezes, até fazem justiça, libertando os inocentes e prendendo os culpados. Então, se você é viciado nesses tipos de histórias, confira as melhores produçõs true crime, e relembre a história de crimes perturbadores.

15 produções true crime para quem gosta do gênero

Filmes

1. Meu amigo Dahmer

My Friend Dahmer é um drama biográfico que cobre a adolescência de Jeffrey Dahmer: um garoto tímido e estranho que cresceu para se tornar um dos serial killers mais crueis da América.

Assim, Ross Lynch interpreta o jovem assassino nesta adaptação de 2017 da graphic novel de Alex Backderf, que se formou no ensino médio ao lado de Dahmer.

Continua após a publicidade

2. Molly’s Game

Molly’s Game, baseado em seu livro de memórias de mesmo nome, é a história real de Molly Bloom, uma jovem esquiadora americana que dirigiu o jogo de pôquer de alto risco mais exclusivo do mundo por uma década com jogadores que incluíam atores, atletas, bem como magnatas, e a máfia russa.

Posteriormente, ela foi presa no meio da noite por mais de 17 agentes do FBI em 2013, quando tinha 34 anos.

3. Ted Bundy: a irresistível face do mal

Zac Efron assume o papel do notório serial killer americano Ted Bundy no filme da Netflix de 2019. Em suma, o filme narra seus crimes da perspectiva de sua namorada, que durante anos negou o lado sombrio de seu parceiro.

4. A Sangue Frio

Baseado no livro de não-ficção de Truman Capote com o mesmo nome, In Cold Blood conta a história real do assassinato da família Clutter em 1959 em Holcomb, Kansas.

Continua após a publicidade

Muitas vezes citado como um dos primeiros exemplos de novo realismo no cinema, o filme noire captura a natureza verdadeiramente fria de dois assassinos em ação.

5. Zodiac

Este é um filme de processo sobre as pessoas que tentaram desmascarar o assassino do zodíaco da Califórnia. Estudiosamente pesquisado e impecavelmente filmado, Zodiac se transforma em algo maior e mais complexo do que uma onda de assassinatos.

Séries e documentários

6. Jeffrey Dahmer: Um Canibal Americano

Esta minissérie documental sobre o serial killer Jeffrey Dahmer e os 17 assassinatos que ele cometeu, tem atuação aclamada de Evan Peters como protagonista.

7. Cena do Crime: ‘Desaparecimento no Cecil Hotel’

Em 2013, o mundo ficou obcecado com o vídeo de Elisa Lam: uma jovem que entrou no elevador do Cecil Hotel em Los Angeles com um comportamento estranho, com a sensação de estar sendo seguida, fazendo gestos perturbadores e finalmente desaparecendo à esquerda. Com efeito, ela apareceu semanas depois, afogada em um tanque de água no telhado do prédio.

Continua após a publicidade

A Internet voltou-se naquela época para resolver esse mistério, e eles a levaram a limites questionáveis. Desse modo, o documentário de Joe Berlinger conta em quatro episódios tudo que cercou o caso Lam. E vai além: também o passado do polêmico Hotel Cecil, de pobreza e crime no sul da cidade americana.

8. Jeffrey Epstein: Poder e Pervesão

O documentário da Netflix narra o processo judicial e o fim do pedófilo Jeffrey Epstein. Através dos depoimentos de muitas de suas vítimas, sabe-se como o milionário usou sua riqueza e poder para perpetrar seus crimes sexuais.

Contudo, em 10 de agosto de 2019, Epstein tirou a própria vida em sua cela e todas essas alegações de tráfico sexual e prostituição de menores vieram à tona e, ao mesmo tempo, permaneceram sem solução.

9. Eu te amo, agora morra – O caso de Michelle Carter

É um documentário em duas partes que oferece um olhar sobre o julgamento de Michelle Carter, uma jovem de Massachusetts que instigou o suicídio de seu namorado por meio de mensagens de texto.

Continua após a publicidade

Conrad Roy, 18, estava dentro de seu carro sofrendo de envenenamento por monóxido de carbono. Com dúvidas, ele decidiu sair do veículo, mas uma mensagem de sua namorada de 17 anos o fez mudar de ideia e ele finalmente tirou a própria vida em um estacionamento.

“Se você quer tanto quanto diz, hoje é o dia”, escreveu Carter a Roy segundos antes de sua morte em julho de 2014.

10. Pacto Brutal

A série documental aborda o assassinato de Daniella Perez, filha da escritora Glória Perez. Ela tinha 22 anos quando foi assassinada por Guilherme de Pádua, com quem contracenava na novela De Corpo e Alma, assinada por sua mãe.

O crime aconteceu na noite do dia 28 de dezembro de 1992, depois de um dia de gravações na Tycoon, um dos estúdios associados da Rede Globo no Rio de Janeiro.

Continua após a publicidade

Podcasts

11. Modus operandi

Apresentado por Carol Moreira e Mabê Bonafé, Modus Operandi vai ao ar semanalmente para falar sobre crimes reais, serial killers e casos sobrenaturais. O podcast começou em 2020 e, além dele, as operanders também apresentam o programa “Além do crime” no canal do Youtube da Netflix.

12. Café com crime

Criado em 2018, o podcast aborda crimes brasileiros famosos. Cada episódio é uma conversa descontraída, e já rolaram papos sobre casos como o da Marta golpista e o sequestro de Patrícia Abravanel.

13. Quinta misteriosa

Apresentado por Jaqueline Guerreiro, o podcast é derivado do quadro que teve início no canal do Youtube. Com episódios semanais, o programa aborda crimes e casos reais que aconteceram em vários lugares do mundo.

14. Serial

Inspiração para Holly Jackson, autora de Manual de assassinato para boas garotas, o premiado programa norte-americano é apresentado por Sarah Koenig. Com três temporadas que podem ser ouvidas separadamente, o podcast sempre apresenta histórias reais assustadoras. Por enquanto, ele só está disponível em inglês.

Continua após a publicidade

15. A Mulher da Casa Abandonada

Esse é um podcast da Folha de S. Paulo criado pelo jornalista Chico Felitti para denunciar a história macabra de Margarida Bonetti. Ela e seu marido, Rene Bonetti, mantiveram uma mulher negra em condições de trabalho análogos à escravidão por mais de 20 anos nos Estados Unidos.

Margarida é, hoje, procurada pelo FBI e fugitiva da justiça norte-americana há quase 20 anos, contudo viveu todo esse tempo em uma mansão abandonada de sua família no bairro de Higienópolis, em São Paulo.

O que são produções true crime?

True crime é um subgênero narrativo caracterizado pela investigação e reconstrução de crimes reais, sejam eles documentais ou ficcionais. Podemos encontrar exemplos de produções true crime na literatura, jornalismo, cinema, bem como séries ou quadrinhos, que atendem às duas normas do gênero: reconstroem algum crime e são baseados em fatos reais.

Assim, ao contrário do que pensa a maioria do público, o true crime não é um fenômeno novo ou exclusivo das plataformas, pois há muitos antecedentes em livros, podcasts e revistas.

Continua após a publicidade

O certo é que o número de documentários e ficções inspirados em fatos reais tem crescido vertiginosamente nos últimos anos, apostando em suprir sua oferta com conteúdos que nos mostrem os detalhes mais chocantes de múltiplos crimes cometidos ao redor do mundo.

Controvérsias das produções true crime

Por fim, apesar da grande popularidade, especialistas alertam para o dilema moral dessas produções true crime. Eles afirmam que programas de crimes reais, como os visto acima fazem parte da mesma cultura de mídia participativa e emocionalmente carregada que pode gerar confusão.

Ao nos pedir para ajudar a decidir questões de culpa e inocência criminal ou para resolver mistérios, esses programas posicionam ouvintes e espectadores como cidadãos-detetives e nos leva a se envolver nos processos de justiça social de mentalidade cívica.

Com efeito, isso pode levar a dois caminhos, o desejo de vingança igualmente criminoso ou a banalização e espetacularização da violência.

Continua após a publicidade

Fontes: Metrópoles, Tecmundo, CNN, Critical Hits

Então, achou essa lista interessante? Pois, leia também:

Assassino do Zodíaco: o serial killer mais enigmático da história

Joseph DeAngelo, quem é? História do serial killer do Estado Dourado

Continua após a publicidade

Palhaço Pogo, o serial killer que matou 33 jovens na década de 1970

Vampiro de Niterói, história do serial killer que aterrorizou o Brasil

Ted Bundy – Quem é o serial killer que matou mais de 30 mulheres

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você