Curiosidades

Reumatismo – O que é, principais causas e tratamentos indicados

As doenças conhecidas como reumatismo são, na verdade, diferentes lesões e inflamações que acontecem em diferentes partes do corpo

Por P.H Mota

É comum que pacientes que sentem dores nas juntas, como joelhos, ombros e punhos suspeitem de estar com reumatismo.

O nome, entretanto, não caracteriza apenas uma doença, mas cerca de 130 condições diferentes que podem afetar, principalmente, as articulações. Além disso, podem aparecer em outras partes do corpo, como sistemas respiratório, gastrointestinal e pele.

Segundo dados do Ministério da Saúde, cerca de 12 milhões de pessoas sofrem com alguma variação de doença reumática. Apesar de afetar muita gente, entretanto, o reumatismo tem tratamento. Não só isso, como pode se tornar um problema de baixa gravidade, se acompanhado por especialista.

O que é reumatismo

Reumatismo - o que é, principais causas e tratamentos indicados
Saúde Naval

As doenças designadas como reumatismo são de origem não traumática, com dores crônicas. Só para ilustrar as comuns, podemos falar de artrose, artrite reumatoide, lúpus, gota, osteoporose, tendinites, bursites e fibromialgia.

Continua após a publicidade

O termo reumatismo, no entanto, já não é mais utilizado entre médicos e foi removido do dicionário de patologias. Ainda assim, o termo é popular, mas pode ser utilizado na confusão com outras doenças, o que pode gerar problemas.

Geralmente, as doenças reumáticas acontecem quando há falha do sistema imunológico, ou seja, ele ataca o próprio organismo. Outra causa pode ser o desgaste de tecidos ou órgãos, processo natural do envelhecimento.

Reumatismo de partes moles

Reumatismo - o que é, principais causas e tratamentos indicados
Tua Saúde

O Reumatismo de Partes Moles ou Reumatismo Extra-articular acontece em decorrência de lesões ou inflamações das estruturas que estão ao redor das articulações. Ou seja, problemas em músculos, ligamentos, bursas, ênteses e tendões.

Geralmente, essas lesões são provocadas por traumas locais, como acidentes ou traumas crônicos gerados por vícios posturais ou ocupacionais. As inflamações, no entanto, costumam ser temporárias, ainda que possam se tornar crônicas.

Continua após a publicidade

Esse tipo de lesão pode ser classificado como bursite, tendinite, entesite ou dor miofascial.

Bursites

Bursas são pequenas bolsas preenchidas com líquido que servem para proteger músculos e tendões do contato com os ossos. Sendo assim, elas facilitam o movimento do corpo. As bursites mais comuns acontecem nos cotovelos, joelhos, ombros e quadris.

Tendinites

Os tendões são extensões dos músculos e servem para conectá-los aos ossos. Assim como as bursites, podem ocorrer em várias partes, mas são mais comuns nos dedos das mãos, ombros e nádegas.

Entesites

Ênteses são os locais de inserção de ligamentos ou músculos nos ossos. Geralmente, as inflamações acontecem em cotovelos, joelhos e pés.

Continua após a publicidade

Dor miofascial

Este tipo de reumatismo consiste na dor localizada em qualquer músculo que se irradia com a palpação local. Normalmente, a condição está ligada a traumatismo por movimentos repetitivos ou posturas viciosas, na região cervical em cima dos ombros.

Sinais e sintomas

Reumatismo - o que é, principais causas e tratamentos indicados
Loyola & Avellar
  • Dores nas articulações por mais de seis semanas
  • Calor, inchaço e vermelhidão nas articulações
  • Dificuldade de movimento nas articulações após o sono
  • Dores ao levantar os braços acima da cabeça
  • Dores ao levantar os ombros até o pescoço

Tratamento

Reumatismo - o que é, principais causas e tratamentos indicados
Revista News

O tratamento de pacientes com reumatismo dependem da condição e do estágio dele. Geralmente, o médico irá receitar anti-inflamatórios, cortisona e moduladores de inflamação. Isso porque esses medicamentos servem para impedir a produção de substâncias que evoluam o quadro.

Em casos de doenças autoimunes, podem ser utilizados medicamentos imunossupressores utilizados no tratamento de câncer, a fim de reduzir o processo inflamatório. Esses, no entanto, são tomados em dosagens bem menores, para evitar efeitos colaterais da quimioterapia.

Além de contar com medicamentos, o tratamento pode incluir sessões de fisioterapia. Sendo assim, o paciente pode conhecer exercícios que desenvolvem a flexibilidade e a mobilidade, diminuindo dores em tarefas do dia-a-dia.

Continua após a publicidade

Tomar cuidados com a alimentação também pode evitar as dores. Alimentos com vitamina C (cítricos), vitamina D (gemas e laticínios) e vitamina E (nozes e azeite), bem como quercetina (maçã e cebola), selênio (castanha-do-pará e cogumelo) e betacaroteno (cenoura e couve) são indicados. Por outro lado, deve-se evitar processados, frituras, açúcares e carboidratos refinados.

Realizar exercícios físicos sob supervisão profissional e aproveitar momentos de repouso também ajudam no resultado final do tratamento.

Frio e dores

Reumatismo - o que é, principais causas e tratamentos indicados
ecomax

Muita gente acredita que o frio pode piorar as condições de doenças reumáticas. A doença, no entanto, não piora com o inverno ou durante dias mais frios.

O que acontece é que os músculos ficam mais contraídos e menos flexíveis, o que gera a dor. Sendo assim, a dor intensificada é resultado da combinação da doença com inatividade física, aumentando o desconforto.

Continua após a publicidade

Nesses momentos, é recomendada a manutenção das atividades físicas, para melhorar o estado dos músculos e da circulação, além de regular o sono e o humor. Diante da sensação de mais dor, ingerir mais remédios pode gerar efeito contrário do desejado, já que o uso abusivo pode reduzir a eficácia dos medicamentos.

Fontes: Hospital Sírio Libanês, Dr. Consulta, Reumatologia, Saúde Abril

Imagem de destaque: Tricurioso

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você