Curiosidades

Robert Wadlow: o homem mais alto que já existiu no mundo

Robert Wadlow, também conhecido como o gentil gigante de Alton, carrega o título de pessoa mais alta que já viveu.

No Brasil a média de altura dos homens é de 1,73m. No entanto, em relação aos demais territórios do globo, nosso país nem chega a ficar no top 10 maior média de estatura. Curiosamente, embora a Holanda ocupe o primeiro lugar nessa lista, com uma altura média de 1,83m para seus habitantes do sexo masculino, o recorde de homem mais alto do mundo pertence a um estadunidense: Robert Wadlow.

Reconhecido pelo Guinness World Records, Wadlow foi medido pela última vez em junho de 1940 e impressinou a todos com seus 2,72m de altura. Apesar do motivo de sua fama ter sido também a causa de seu óbito precoce, Robert Wadlow deixou um importante legado em sua cidade natal e no mundo.

Robert Wadlow: o homem mais alto que já existiu

Embora esse recorde possa ser ultrapassado algum dia, muitos acreditam que o título de homem mais alto de todos os tempos permanecerá com Wadlow por muito tempo. Além disso, como consequência de sua estatura, Robert Wadlow também acumula outros recordes, como: o adolescente mais alto, o maior pé e as maiores mãos de todos os tempos.

Continua após a publicidade

Contudo, a história de Robert Wadlow conta com inúmeros outros detalhes que o tornam um personagem cativante. Pronto para conferir? Vamos lá.

O nascimento e infância de Robert Wadlow

Robert Wadlow com 10 anos de idade

Contrariando o que muitos costumam imaginar, Robert Pershing Wadlow não contou com um nascimento extraordinário. Na verdade, até seus seis meses, o gigante gentil era considerado um bebê normal, filho de pais de estatura mediana. Porém, já aos cinco anos de idade, Wadlow media 1,63m e era mais alto que sua mãe.

Em seguida, aos oito anos de idade, Robert alcançou os 1,80m e esse crescimento incomum começou a mostrar-se preocupante para a saúde do garoto. Segundo médicos, as condições físicas e fisiológicas de Robert Wadlow pioravam a medida que ele crescia. Além disso, foi nesse momento que o diagnosticaram com gigantismo hipofisário.

Continua após a publicidade

Em suma, o gigantismo de Robert era provocado por uma produção anormal de hormônio de crescimento humano. Embora seja uma condição que conte com tratamento, Wadlow não chegou a receber nenhum auxílio para melhorar sua condição. Aparentemente, os cirurgiões não estavam confiantes em operá-lo e, por isso, ele seguiu crescendo.

O adolescente mais alto de todos os tempos

Robert Wadlow: o homem mais alto que já existiu
Robert Wadlow com 17 anos de idade

Visto que continuou produzindo enormes quantidades de hormônio do crescimento, em 1936, aos 17 anos Wadlow conquistou seu primeiro título no Guinness World Records, o de adolescente mais alto de todos os tempos. Na mesma época em que conquistou o recorde com seus 2,45m, Robert Wadlow formou-se no ensino médio.

Embora quisesse estudar Direito, Robert teve seus planos alterados por sua estatura. Um circo muito popular, o Ringling Brothers, o chamou para sair em turnê e foi assim que o gigante adquiriu fama mundial. Contudo, ele sempre se recusou a vestir-se com as roupas chamativas que pediam, optando por seus trajes cotidianos.

Continua após a publicidade

Além de ganhar dinheiro fazendo aparições públicas, Robert fez parceria com uma fabricante de sapatos e ganhou alguns pares de graça – algo ótimo, afinal, não era fácil achar um número que coubesse em seus pés de 47 cm de comprimento.

A vida e a morte de Robert Wadlow

Robert Wadlow: o homem mais alto que já existiu

O gigante de Alton, Illinois, precisava ingerir uma quantidade de 8 mil calorias por dia, para se manter saudável. Contudo, o principal problema de Robert Wadlow estava em suas pernas. Apesar de usar bengalas e outros aparelhos, o gigante tinha bastante dificuldade para se locomover.

Continua após a publicidade

Infelizemente, aos 22 anos de idade, Robert faleceu em decorrência de uma bolha séptica em seu tornozelo. Ao que tudo indica, a infecção resultou de uma cinta mal ajustada que Wadlow usou apenas uma semana antes em um evento. Assim, no dia 15 de julho de 1940, o mundo despediu-se do gentil gigante de Alton.

O caixão de Robert Wadlow media 3,28m de comprimento, 81cm de largura e 76 cm de profundidade e 20 homens tiveram de carregá-lo. Ademais, depois disso, várias homenagens ao gigante foram realizadas. Em Alton e em diversas outras partes do globo é possível encontrar modelos de Wadlow em tamanho real.

Robert Wadlow: o homem mais alto que já existiu

Agora, o fazendeiro turco Sultan Kösen carrega o título de homem mais alto vivo, com seus 2,51m. Porém, caso tivesse resistido ao fatídico ferimento, Robert Wadlow teria continuado a crescer.

Continua após a publicidade

E então, o que achou da matéria? Se gostou, confira também: Gigantes existiram? Descobertas e relatos que comprovam a teoria.

Próxima página »

Escolhidas para você