Curiosidades

Gigantes existiram? Descobertas e relatos que comprovam a teoria

No geral, as teorias para comprovar que gigantes existiram consistem em esqueletos encontrados em missões arqueológicas ao redor do mundo

Em primeiro lugar, para entender se os gigantes existiram ou não precisa-se definir alguns parâmetros de análise. No geral, os trabalhos arqueológicos que trabalham com essa teoria investigam os vestígios da humanidade na Terra. Portanto, utilizam de esqueletos humanos para encontrar traços de seres humanos incomuns.

Sobretudo, pesquisadores partem de relatos históricos sobre gigantes, como da mitologia grega e até mesmo a história de Davi e Golias. Comumente, a história escrita em documentos pressupõe mais doses de realidade do que se pensa. Sendo assim, a intenção dos estudiosos é encontrar onde a mitologia torna-se verdade.

Apesar disso, os gigantes são participantes da cultura de diversas comunidades. Porém, define-se estes como seres humanos extraordinariamente altos. Desse modo, as pesquisas envolvendo esqueletos utilizam principalmente das medidas comuns para caracterização dos achados como gigantes. Por fim, conheça alguns casos famosos a seguir:

Gigantes existiram? Descobertas e relatos que comprovam a teoria
Fonte: VEJA

O gigante chinês

Em resumo, escavadores e arqueólogos chineses encontraram em 2017 esqueletos de 5 mil anos que pertencem a indivíduos com tamanho e força descomunal. Nesse sentido, o esqueleto apareceu durante uma escavação na província de Shandong, no leste da China. Ademais, o mais alto era do sexo masculino, com cerca de 1,90 metros.

Continua após a publicidade

Contudo, os demais possuíam 1,80 metros de altura. Apesar disso, caracterizou-os como gigantes porque não se sabe exatamente a média da altura da época para essa região. Porém, estima-se que no mesmo período, os homens europeus chegavam no máximo até 1,65 metro. Portanto, muito abaixo dos indivíduos descobertos na China.

Ademais, localizaram ainda relíquias enterradas com esses esqueletos. Sobretudo, são itens da cultura Longshan, uma civilização neolítica com instalação no meio e baixo do Rio Amarelo. Sendo assim, esses itens comprovam a formação de Estados nesse período, mas também que a alimentação influenciou a formação física dos indivíduos dessa comunidade.

Continua após a publicidade

Por outro lado, os arqueólogos iniciaram a missão que encontrou esses vestígios no ano anterior. Dessa fora, examinaram as ruínas de 104 casas, 205 túmulos e 20 locais onde aconteciam sacrifícios. Posteriormente, estabeleceu-se a altura dos tais gigantes por meio da estrutura óssea obtida nas escavações.

Curiosamente, os pesquisadores concluíram que homens mais altos tinham túmulos maiores porque ocupavam uma posição social elevada. Ou seja, possuíam um importante status e conseguiam obter alimentos melhores e mais nutritivos. Portanto, seriam representantes políticos ou culturais de Shandong.

Continua após a publicidade

As pegadas gigantes

A princípio, localizou-se várias supostas pegadas gigantes em fóssil ao redor do mundo. Nesse sentido, a mais popular é a Pegada de Goliath, em Mpaluzi, na África do Sul. Basicamente, a pegada possui 1,2 metros de comprimento e corresponde ao formato exato de um pé humano.

Desse modo, existe um debate a respeito de sua origem e aparecimento. Sobretudo, estima-se que tenha mais de 200 milhões de anos. Porém, identificou-se outras pegadas em estado de fossilização ao redor do mundo. Mais ainda, em 1925, uma pegada de 2,5 metros também surgiu em San Jose, no rancho John Bunting.

Por fim, também em 1926, o The Oakland Tribune publicou uma reportagem sobre pegadas de 1,5 metros localizadas no penhasco em San Jose, Califórnia. Sendo assim, caso a Ciência comprove a veracidade dessas pegadas, prova-se que gigantes existiram e estiveram na Terra durante um período ancestral.

Continua após a publicidade
Esqueleto gigante
Fonte: Conhecimento Científico

Registros da Bulgária

Por fim, em 2015 encontrou-se um esqueleto humano em Varna, na Bulgária. Em resumo, trata-se de um importante polo comercial da Antiguidade, com atividades a cerca de 7 mil anos enquanto uma cidade grega chamada Odessos. Curiosamente, a mitologia local contava diversos relatos e histórias a respeito de gigantes.

Contudo, a descoberta foi um acidente. A princípio, escavadoras estavam cavando a área por outros motivos, porém, encontraram uma jarra do século V. Em seguida, descobriram uma parede de uma fortaleza desconhecida. Logo, continuaram a escavar e encontraram restos gigantes.

Desse modo, a esqueleto estava com as mãos colocadas na cintura e a cabeça virada para o leste. Posteriormente, escavadores e investigadores acreditam que ele foi colocado nessa posição de propósito. Desse modo, perceberam que isso indicava que ele tinha alguma importância no momento de sua morte e enterro.

E aí, aprendeu sobre as teorias de que os gigantes existiram? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência.

Continua após a publicidade

Fontes: Conhecimento Científico | VEJA | Uol

Imagens: Conhecimento Científico | VEJA

Próxima página »

Escolhidas para você