Curiosidades

Tipos de mentiras: quais os mais comuns e como ocorrem no dia-a-dia

Existem vários tipos de mentiras repetidos diariamente, sendo algumas completamente condenáveis e outras aceitas e até estimuladas.

Por P.H Mota

Para viver bem em sociedade, o ser humano precisou aprender a desenvolver diferentes tipos de mentiras cotidianas. Isso ocorre não somente em casos de mentiras com efeitos negativos, mas também em situações em que elas corriqueiras e quase necessárias para o equilíbrio.

Muitas vezes, a necessidade de mentir está atrelada à necessidade de aparecer agradável. Dessa maneira, alguém pode mentir por não querer desagradar e evoluir o hábito para rotineiro, nunca questionando a situação.

A mentira é tão comum nas relações sociais que, de acordo com um estudo da Universidade de Massachussetts, 60% das pessoas não consegue sustentar uma conversa por mais de 10 minutos sem mentir. Não é à toa que várias culturas ao redor do mundo celebram anualmente o Dia da Mentira.

Principais tipos de mentiras

Mentira “branca”

Tipos de mentiras - quais os mais comuns e como ocorrem no dia-a-dia
Slate

Apesar de ter um nome socialmente popular, a mentira branca parte de uma origem preconceituosa. Isso porque faz a associação direta de que o branco é positivo e inofensivo, em contraste com outras mentiras, que não seriam tão claras assim.

Esse é um dos tipos de mentiras mais aceitos socialmente, já que ocorrem de maneira trivial e supostamente inofensivas. Geralmente, ela é contada para manter as relações saudáveis, sem criar desafetos ou chateações, mas nem sempre é tão pacífica. A repetição dessas mentiras no dia-a-dia, por exemplo, pode levar ao hábito de mentir compulsivamente.

Mentira compulsiva

Tipos de mentiras - quais os mais comuns e como ocorrem no dia-a-dia
Inc

A mentira compulsiva pode ser um efeito colateral da repetição excessiva das mentiras consideradas inofensivas. Nesses casos, o indivíduo pode ter diferentes motivações para a mentira, mas geralmente tem uma necessidade de se privar ou se destacar em algum ambiente. A repetição da mentira, por exemplo, pode ser uma estratégia para driblar a falta de autoestima ou os problemas de interação social.

Continua após a publicidade

Diferente dos mentirosos patológicos, no entanto, esses nem sempre orquestram sua histórias de maneira fantasiosa. Por outro lado, o investimento frequente no hábito pode promover o desenvolvimento de quadros patológicos.

Mentira patológica

Tipos de mentiras - quais os mais comuns e como ocorrem no dia-a-dia
Inglês Compartilhado

A mentira patológica tem a intenção de oferecer algum tipo de prazer ou conforto para o mentiroso. No entanto, como é uma condição patológica, em alguns casos a mentira pode se manifestar sem a necessidade de vantagens, somente pelo impulso mentiroso. Mesmo assim, esses tipos de mentiras ainda são reconhecidos pelo indivíduo que conta a história, já que, do contrário, o quatro seria de patologias que envolvem delírios.

Ainda hoje, a ciência não sabe dizer como os quatro dessa patologia se desenvolvem.

Outros tipos de mentiras

Tipos de mentiras - quais os mais comuns e como ocorrem no dia-a-dia
New Daily

Social: é a mentira considerada educada, para manter as relações fluindo de maneira natural. Nessas situações, por exemplo, estão mentiras que vão desde um simples “tudo bem” até reações de agradecimento a presentes desagradáveis.

Consagrada pelo uso: essas são mentiras repetidas com tanta frequência que tornam-se parte da personalidade ou da cultura. Entre os principais exemplos, estão as promessas de marcar um encontro com um amigo ou avisos de que está chegando em breve.

Benéfica: por mais contraditório que possa parecer, alguns tipos de mentiras podem ser utilizadas em situações benéficas. A aplicação moral do conceito pode ser questionável, mas ocorre em diversas situações, como quando a mentira permite a proteção de alguém.

Continua após a publicidade

Para si mesmo: esse tipo de mentira é um dos mais comuns e mais prejudiciais para o autoconhecimento. Assim como nas mentiras que afetam as relações com outras pessoas, essas podem criar uma falsa percepção da própria realidade, impedindo a evolução pessoal.

Perversa: essas mentiras são utilizadas com a intenção de obter algum tipo de vantagem ou manipulação numa relação. Dessa maneira, são frequentes em casos de relações abusivas, em que a mentira surge com um intuito de manipular e controlar a situação, mesmo que distorça muito a realidade.

Marketing: esse tipo de mentira pode ocorrer em três esferas diferentes. Quando aplicada no marketing pessoal, valoriza e amplia características próprias para autopromoção. A partir daí, então, ela pode se desdobrar para diversos cenários diferentes.

Fofocas: as fofocas podem ocorrer de maneira casual ou maliciosas e perigosas. No segundo caso, podem ajudar a destruir o caráter e a reputação das vítimas, com efeitos devastadores e irreparáveis.

Mentiras criminosas

Tipos de mentiras - quais os mais comuns e como ocorrem no dia-a-dia
Forbes

Nesse tipo de mentira, a situação já passa a envolver a lei e a ordem social de maneira mais grave. São as mentiras contadas por golpistas e estelionatários, por exemplo, criando vantagens que desrespeitam a lei.

Além disso, existem outras variações criminosas como as de caráter de ocultação ou falsificação. Na ocultação, a informação não é necessariamente mentirosa, mas ocultada. Apesar de nem sempre envolver mentiras, esse tipo de situação pode ser tão moralmente questionável quanto a outra.

Continua após a publicidade

Nos casos de falsificação, a verdade está claramente sendo alterada, o que denota a mentira em sua forma mais direta.

Fontes: Mundo Interpessoal, IBDN, Hoje em Dia

Imagens: Slate, Inc, Inglês Compartilhado, New Daily, Forbes, Today

Próxima página »

Escolhidas para você