Curiosidades

Touro dourado da B3: o que simboliza e por que gerou polêmicas?

O touro dourado instalado em frente à Bolsa de Valores de São Paulo, a B3 virou alvo de polêmicas e discussões sobre desigualdades no país.

Nos últimos séculos, o touro se tornou um símbolo de comportamentos de otimismo e teimosia, dois dos termos mais prevalentes no mercado de ações. Por este motivo, a estátua de touro foi exposta em Wall Street como um dos principais símbolos da Bolsa de Valores de Nova York. Mas, e o touro dourado da B3 no Brasil?

Assim como a estátua do Charging Bull em Nova York, o ‘Touro Dourado’ ou ‘Touro de Ouro’ da B3 e representa o otimismo agressivo do investidor e a prosperidade financeira; (uma metáfora ao termo “bull market” ou mercado do touro, em tradução livre). Aliás, a escultura foi desenhada pelo artista brasileiro Rafael Brancatelli e pelo famoso investidor Pablo Spyer.

A estátua que está do lado de fora da sede da Bolsa de Valores B3, possui cinco metros de comprimento é feita de tubos de metal e fibra de vidro.

O que o touro dourado representa no mercado brasileiro?

Continua após a publicidade

A Bolsa de Valores do país afirma que a escultura “simboliza o mercado financeiro e a força do povo brasileiro”. Além disso, em outubro, o B3 atingiu a marca de 4 milhões de contas individuais de rendimento variável.

Portanto, trazer a bolsa de valores dos profissionais para os transeuntes da cidade também é uma espécie de metáfora para a mudança nos investimentos do varejo no Brasil.

Contudo, no dia da inauguração (16 de novembro de 2021) do touro dourado, símbolo da Bolsa de Valores de SP, o Ibovespa despencou 1,82%, com uma das mínimas do ano.

Quais as polêmicas em torno da instalação do touro dourado?

Touro dourado da B3: o que simboliza e por que gerou polêmicas?

Continua após a publicidade

O Touro dourado do Brasil, foi instalado pela própria bolsa em parceria com o economista que virou influenciador Paul Spyer. Aliás, no país, ele é famoso por usar a frase “Vai tourinho” ou “Vai, touro” em seus relatórios da bolsa.

Portanto, o Touro de Ouro, como chamado essa versão, não foi feito por Di Modica, mas pelo artista Rafael Brancatelli, representando a “força e resiliência do povo brasileiro”.

Entretanto, nada disso passou pela propriedade de Di Modica. (O artista faleceu em fevereiro de 2021 aos 80 anos.) Jacob Harmer, seu representante de longa data, assim como a viúva de di Modica, ambos consultados pela BBC News Brasil, afirmaram não terem sido informados nem pela B3, nem por Brancatelli.

A violação de direitos autorais, pelo menos, não parece entrar na discussão, pois a B3 informou por meio de sua assessoria a BBC News Brasil que “O artista Rafael Brancatelli nos disse que não existe essa necessidade de consulta (aos herdeiros de Di Modica) porque a obra dele não faz alusão ao touro de Wall Street em relação ao nome, desenho, cores e material”.

Continua após a publicidade

Como os brasileiros reagiram a escultura?

Touro dourado da B3: o que simboliza e por que gerou polêmicas?

A estátua de uma tonelada do touro dourado, instalada na frente da B3 no centro de São Paulo, não ficou nem 24 horas sem ser alvo de protestos.

Desde sua inauguração, a figura tem sido alvo de manifestações contra a fome, pichações e até churrasco para moradores de rua organizado por movimentos sociais.

Menos de uma semana desde a instalação da escultura, os manifestantes gravaram “Taxar os Ricos” no touro com tinta spray preta, e outro grupo colou uma placa branca escrita ‘Fome’ no flanco de ouro do touro.

Continua após a publicidade

Além disso, na internet surgiram muitos memes e apelidos como “Crazy Vaca do Anhangabaú”, referindo-se ao vale que corta o centro da cidade, Borba Gado e “Touro da Cracolândia”, que lembra a proximidade do prédio da Bolsa de Valores com uma das piores regiões de São Paulo, onde se concentram os usuários de drogas.

Mas, apesar das críticas e das muitas piadas nas redes sociais, também houve quem defendesse o monumento e apontasse nos protestos uma subestimação do potencial de geração de valor do negócio na Bolsa.

10 Curiosidades sobre o Touro de Bronze da Wall Street

Como visto acima, o touro dourado da B3, é claramente inspirado no Touro de Bronze da Wall Street em Nova York, e que tal conferir algumas curiosidades sobre esse monumento norte-americano?

Continua após a publicidade

1. Em Nova York, o touro de Wall Street, conhecido como Charging Bull, atrai muitos turistas todos os dias.

2. Com peso de 3,5 toneladas e altura de 3,4 metros, a escultura em bronze é de autoria do artista plástico Arturo di Modica, que faleceu aos 80 anos, em fevereiro de 2021.

3. Charging Bull está localizado no Parque Bowling Green, no distrito financeiro da cidade.

4. O Touro de Bronze de Arturo simboliza “a força e o poder dos americanos”.

Continua após a publicidade

5. Na bolsa de valores, os símbolos de touros e ursos têm sido usados ​​por muitas décadas para representar esperança e dúvida. O touro é otimista porque é capaz de superar obstáculos e perseverar. Contudo, o urso é o símbolo de uma desaceleração da economia, o que reflete a natureza lenta e metódica do animal.

Outras curiosidades

Touro dourado da B3: o que simboliza e por que gerou polêmicas?

6. Di Modica pagou 360.000 dólares de seu próprio bolso para construir o Charging Bull. Seu objetivo era inspirar as pessoas a atravessar tempos difíceis e celebrar a perseverança do profissional de negócios americano, após a quebra da bolsa de valores em 1987.

7. Embora fosse um símbolo de prosperidade, os membros da Bolsa de Valores de Nova York não aceitaram bem o presente gratuito. Com efeito, acionaram a polícia e, no mesmo dia, levaram o Charging Bull para um depósito de contenção.

Continua após a publicidade

8. Di Modica colocou a estátua à venda em 2004, com a promessa de que o comprador nunca a moveria. Até hoje, ela permanece não vendida e Di Modica ainda mantém os direitos autorais da peça.

9. Depois de anos de fama e popularidade, o Charging Bull ganhou as manchetes recentemente quando instalaram a escultura Fearless Girl de Kristen Visbal na frente dele.

10. Mais de 30 anos depois, o Charging Bull permanece um ícone, mesmo que a maioria dos visitantes não tenha ideia de por que a estátua é famosa.

Então, gostou deste artigo sobre o Touro de Ouro da B3? Pois, leia também: Quantas moedas o Brasil já teve ao longo da história?

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você