Curiosidades

Triângulo das Bermudas, o mistério, as lendas e o que é real

O triângulo das bermudas é um local onde vários aviões e navios desapareceram ao longo dos anos, tornando-o um grande mistério.

Você, com certeza, já deve ter ouvido falar sobre o Triângulo das Bermudas. Também chamado de “Triângulo do Diabo”, ele se trata, basicamente, de uma área de 3,9 milhões de quilômetros no Oceano Atlântico.

O local, aliás, fica entre o estado da Flórida (EUA), Porto Rico e o arquipélago das Bermudas. A região, inclusive, ganhou fama graças ao desaparecimento de navios e aeronaves.

Para você ter uma ideia, estima-se que mais de 100 navios e aeronaves tenham desaparecido no local depois do final da Segunda Guerra Mundial. Sobretudo, o caso mais famoso ocorreu em 1945, quando cinco aviões americanos sumiram misteriosamente, deixando dezenas de vitimas.

Triângulo das Bermudas, o mistério, as lendas e o que é real

Continua após a publicidade

O relato mais antigo sobre o misterioso Triângulo das Bermudas, contudo, foi feito por Cristóvão Colombo. Basicamente, ele afirmava que sua bússola apresentava mau funcionamento no local.

E não é só isso. Certamente, este é considerado um lugar muito perigoso e de águas turbulentas. Contudo, há quem diga ainda que ali, abaixo do nível da água, luzes podem ser vistas.

Continua após a publicidade

Certamente, existe uma boa razão para tudo isso. A explicação para esse mistério, contudo, até hoje, divide opiniões.

Resposta mais aceita sobre o Triângulo das Bermudas

Basicamente,  declinação magnética presente no perímetro mencionado explicaria o comportamento dos equipamentos de navegação. Isso porque o magnetismo maior ali, racionalmente, poderia alterar a forma como bussolas e outros aparelhos funcionam.

Continua após a publicidade

Além disso, estudos da Universidade do Colorado, observaram nuvens em forma de hexágono naquela redondeza. Basicamente, elas têm o poder de provocar fortes correntes de ar. Como resultado disso, seriam criadas ondas de até 15 metros de altura, perfeitamente capazes de desestabilizar as aeronaves.

Em 2010, aliás, uma equipe de pesquisadores australianos mostrou que os solos do oceano também são capazes de  liberar gás metano.  Este, aliás, poderia ser o responsável por diminuir a capacidade de flutuação dos barcos. Certamente, dependendo da concentração e do local, esse seria um fator capaz de afundar barcos repentinamente.

Qual o mistério por trás do Triângulo das Bermudas?

Esse gás é também liberado em forma de bolhas na atmosfera, podendo reagir com faíscas liberadas pelo motor dos aviões, que correm o risco de explodirem, ou simplesmente provocar o desgaste dos motores.

Continua após a publicidade

Com relação à existência de gás metano nas águas do Triângulo das Bermudas, os estudiosos afirmam que ele existe devido à formação de vulcões submersos nos oceanos. Isso provocaria efeito sobre as águas e também na atmosfera, vitimando os navios e os aviões que passassem pelo local.

Nova hipótese

Para ser bem sincero, o Triângulo das Bermudas é famoso pelo desaparecimento de aviões e navios. Acontece que na prática, isso não significa que exista algo de diferente no local. Casos semelhantes acontecem em todos os outros cantos do oceano. Nenhuma organização científica no mundo reconhece o Triângulo das Bermudas como sendo algo extraordinário.

Ainda assim, uma nova hipótese foi levantada pelo oceanógrafo Simon Boxall, da Universidade de Southampton (Reino Unido). Segundo o especialista, a área pode ser uma região propensa às tempestades, o que significa que uma tempestade que cai ali pode provocar ondas enormes.

Essas ondas enormes chamam-se vagalhões. Elas são definidas como movimentos de água gigantescos que se formam em alto-mar de maneira aleatória, podendo alcançar 30 metros de altura.

Continua após a publicidade

Qual o mistério por trás do Triângulo das Bermudas?

Essas ondas seriam capaz de afundar barcos com facilidade, o que foi comprovado durante testes realizados com réplicas do USS Cyclops, um navio que desapareceu na área no início do século 20.

Acontece que há algum tempo atrás, ondas gigantes desse tipo eram vistas como boatos. Isso até os especialistas do NOAA as classificarem como eventos reais. Essas ondas são imprevisíveis, assim como sua formação ainda é ambíguo e incerto, já que é difícil de observá-las.

Como surgem os vagalhões?

Basicamente, existem duas possibilidades para a origem dos vagalhões. Elas são:

Continua após a publicidade
  • Primeira: as ondas nascem quando cristas de ondas individuais coincidentemente se chocam e se reforçam mutuamente através de um fenômeno conhecido por interferência construtiva.
  • Segunda: as ondas geradas por tempestades que costumam se concentrar em correntes de água submersas, como a Corrente do Golfo.

Qual o mistério por trás do Triângulo das Bermudas?

Essa teoria tem base em comprovação científica para a região, diferente de todas as outras que vieram antes dela.

E, falando em mistérios e lendas que deixam todo mundo de cabelos em pé, você deveria conferir esse outro post: Combustão humana espontânea: verdade ou lenda?

Fonte: Toda Matéria Mundo Educação Galileu

Continua após a publicidade

Imagem: El Souvenir YouTube Momentum Saga, Colégio Web, Fatos Desconhecidos

Próxima página »

Escolhidas para você