Curiosidades

Tribos indígenas – Quais são as principais e curiosidades

As tribos indígenas existem no Brasil desde muito tempo antes de sua descoberta e algumas tribos vivem até hoje com os mesmos princípios.

Por Gustavo Ramos

-

Os índios foram os primeiros habitantes do país. Afinal, na época que o Brasil foi descoberto, aproximadamente 5 milhões de pessoas já moravam aqui em suas tribos indígenas. Atualmente, a população indígena atual é de 896,9 mil pessoas, sendo esses distribuídos em 305 etnias, com 274 idiomas diferentes.

Contudo, sua grande maioria vive em áreas rurais, colocando em porcentagem, dá 63,8%. A maior etnia é a Ticuna, com aproximadamente 46 mil pessoas, habitantes da região da Amazônia. A maioria da população indígena vive na região norte, sendo esses 37,4%. Existem 28 tribos isoladas no Brasil de acordo com a ONG Land is Life.

Conheça, em seguida, curiosidades sobre os povos e tribos indígenas.

Tribos indígenas

Yanomami

Tribos indígenas
Imagem: Pinterest

Com 21982 habitantes, seu tamanho territorial, supera duas vezes o tamanho da Suíça. Aliás, é uma região com grande importância para com um um centro de preservação da biodiversidade local, que é constantemente ameaçado por confrontos com garimpeiros.

Essa tribo prega a igualdade entre todos. Assim sendo, suas comunidades são independentes, não reconhecendo chefes. As decisões são tomadas por consenso, depois de extensos debates, onde todo mundo tem o direito de falar. As tarefas diárias, entretanto, são divididas de acordo com o sexo. Homens caçam e mulher cultivam alimentos.

Há muito tempo que os Yanomami vêm sofrendo com a ameaça do homem branco. Ainda assim, além do desmatamento, o garimpo é algo que preocupa bastante. Na década de 80, a situação acabou se agravando, onde muita violência e devastação ambiental aconteceu. Apesar de ter diminuído nos anos 90, em 2019, ela voltou com força.

Ticuna

Tribos indígenas
Imagem: Pinterest

Antes de mais nada, possuem uma população aproximada de 46045 habitantes e eles vivem em tribos indígenas às marges do Rio Solimões, na região Amazônica. Eles são hoje, sobretudo, o povo indígena em maior número no país, sendo cerca de 6,8% da população indígena brasileira.

Eles são adeptos à caça e pesa, e estão divididos em duas partes, formadas por clãs. Os casamento só são permitidos entre as metades, nunca entre as pessoas que são da mesma metade. Esses clãs são patrilineares, ou seja, filhos de uma nova família pertencem ao clã do homem.

Existem os clãs com nomes de aves e os com nomes de plantas e animais da terra. Por conseguinte, com hábitos e tradições particulares. Eles enfrentaram o desafio de garantir a própria sustentabilidade econômica e ambiental, após disputarem de forma violenta com seringueiros e madeireiros. Vivem uma rica cultura ancestral. Portanto, usam máscaras, pinturas e tradições.

Guarani, filhos de Tupã

Tribos indígenas
Imagem: Notícias R7

Com uma população dividida entre 43401 (Kaiowá), Mbya (8026) e Ñandeva (8526), eles pertencem à família linguística tupi-guarani, vivendo nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. Em suma, cada uma dessas tribos indígenas possuem dialeto próprio e regras de convívio particulares.

Eles apresentam muitas similaridades, apesar disso, como por exemplo, o fato de viverem em tekohas, que são aldeias que agregam todos os aspectos da vida social, cultural e econômica guarani. Tradicionalmente e culturalmente falando, os Gurani são caçadores e coletores.

Eles se autodeterminam como uma extensão da terra que pisam. Eles também são chamados de grande povo, acreditando serem criados por Tupã (deus tupi do trovão), para que pudessem admirar a beleza da Terra.

Macuxi

Tribos indígenas
Imagem: College Canon

Antes de mais nada, estima-se a existência de 140 aldeias macuxi no Brasil, principalmente no estado de Roraima. Depois do casamento, o casal passa a viver com a família da esposa. Por conseguinte, o grupo local se organiza ao redor da figura de um líder-sogro, onde a habilidade política na manipulação de laços de parentesco depende da sua existência.

Eles vivem em regiões onde existem longos períodos de seca e chuva, se alternando em dois tipos de rotina de acordo com o clima. Durante a estiagem, eles são reunidos, intensificando a caça, pesca, criação de gado e cultivo de alimentos. Porém, no tempo chuvoso, eles se espalham em pequenos grupos, vivendo dos alimentos que armazenaram durante a época de seca.

Kaingang

Tribos indígenas
Imagem: No nada

Com uma população de 37470 habitantes, a tribo indígena Kaingang está distribuída em quatro estados do país. São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Eles se organizam, falando tradicionalmente, de um princípio dualista. Essas metades se chamam kaiurukré e kamé.

Um desses aspectos, um dos mais importantes por sua vez, é que primordialmente, nesse sistema dualista, o casamento é entre metades opostas. Tradicionalmente, famílias que se formam vão morar com o pai da noiva. O genro se muda para a casa do sogro.

Em questão de hierarquia de comunidades, inegavelmente, o cacique é quem representa a maior autoridade, sendo eleito de forma democrática entre homens maiores de 15 anos. Ele é quem representa a comunidade e os interesses dos Kaingang diante do homem branco.

O cacique pode chegar a ser autoridade política no mundo branco, ocupando cargos públicos. Já que não tem como defender interesses da tribo atualmente fora dos espaços de poder.

Guajajara

Tribos indígenas
Imagem: Pinterest

Sendo uma população com 27616 habitantes, os também conhecidos como tenetearas, eram conhecidos por não ficar muito tempo na mesma residência. Hoje, conforme, as tribos indígenas Guajajara são maiores e permanentes, estando em maior quantidade no Maranhão.

Eles cultivam principalmente a agricultura e o artesanato como atividades econômicas, entretanto praticam também a caça, pesca e coleta de mel.

Sua unidade familiar mais importante é a família extensa, que são índios que se unem necessariamente por laços de parentesco. Como resultado, um grupo de mulheres sob a liderança de um homem. Muitos chefes de família extensa procuram manter o maior número de mulheres próximas de si, adotando filhas de homens já falecidos, dos quais eram muito próximos.

Terena

Tribos indígenas
Imagem: Siri repórter

Eles são formados por uma população de 19851 habitantes, e vivem no Centro-Oeste brasileiro. A tribo serena se torno o mais urbano dos povos indígenas. Eles são encontrados facilmente em comércios de rua de Campo Grande (MS), já que geralmente, trabalham para fazendeiros da região, além de atuar na colheita da cana-de-açúcar.

Suas aldeias possuem autonomia política própria, isto é, possuindo um cacique e um conselho tribal que responde por reações políticas de cada setor. Essas casas de grupos familiares formadas são feitas no entorno do pai do noivo.

Xavante

Tribos indígenas
Imagem: Marai Watsede

Existem cerca de 70 aldeias xavantes no Mato Grosso, com 19259 habitantes. As moradias são dispostas em um semicírculo. Numa das pontas da aldeia, existe uma casa reservada para que meninos de 10 a 18 anos habitem, uma vez que são ensinados e treinados até que estejam prontos para assumir a vida adulta.

Entre os homens, ser um bom caçador é algo que é considerado um marco dentre as capacidades masculinas, ocupando uma posição determinante na vida social xavante. Por analogia, eles expressam habilidades de resistência física, rapidez, agressividade e agilidade. Nos seus rituais, eles pintam o corpo de preto e vermelho, usando também uma espécie de gravata de algodão em cerimônias.

Potiguara

Tribos indígenas
Imagem: College Canon

Eles vivem em sua maioria no Nordeste, em número de 20554 habitantes, sendo de origem tupi-guarani. Eles já sofreram muito sob a influência do homem branco. Em resumo, atualmente os nativos falam português e praticamente todas as aldeias possuem uma igreja católica ou evangélica. Sendo comum festejos celebrando santos de devoção.

Dentre as 32 aldeias que ainda existem 26 delas possuem cacique. Sua escolha ocorre de acordo com o crescimento de um grupo doméstico, ou seja, fundador da região. Sua chefia estabelece nas aldeias possuintes de um número razoável de moradores em relação à tribos vizinhas.

Pataxó

Tribos indígenas
Imagem: Pan rotas

13588 são os números em relação a população dessas tribos indígenas, eles vivem principalmente no extremo sul da Bahia. Divididos em 36 aldeias por seis terras indígenas. Sua principal atividade econômica é o artesanato, misturando penas, madeira, barro, sementes e cipó. Cada aldeia possui um cacique, um porta-voz externo e um articulador interno.

Seus casamentos são feitos pelo cacique, com a presença de toda a aldeia. O noivo, carregando uma pedra, representa o peso da noiva, atravessa uma distância determinada pelo cacique e os pais da mulher. Simbolizando resistência e força para que a sua família seja mantida, caso ele falhe, não há casamento.

Tukana

Tribos indígenas
Imagem: Cidade e cultura

O lar da tribo é a aldeia Tupé, que fica em Manaus, no Amazonas. É possível comprar artesanatos da população. A população é recepcionada pelo pajé, de tal forma que é contada um pouco da história da tribo. Sua língua oficial é o Tukano.

Yawanawás

Tribos indígenas
Imagem: Wikipédia

Localizado no Acre, eles só estabeleceram contato com os não indígenas durante o século XX. Hoje eles vivem em território adquirido em 1984. Anualmente, é realizado o festival Yawa, celebrando a culinária, artesanato, danças, cantos, rituais e brincadeiras da cultura. Assim como, é um modo de homenagear as tradições da comunidade, mantendo elas vivas.

Rio Silveira

Tribos indígenas
Imagem: Costa Norte

Com cerca de 500 índios, 120 famílias compõe a tribo. Seu principal propósito é preservar a cultura autêntica. Ela fica em São Paulo e é bem fácil ter acesso a ela. Além disso, eles mantém hábitos dos ancestrais, sempre repassando esse conhecimento para a população mais jovem, fortalecendo a cultura. Suas plantas artesanais e o palmito ainda são cultivados, assim como a produção de artesanato.

Xingú

Tribos indígenas
Imagem: Funai

Localizado no Mato Grosso, dezenas de tribos indígenas são encontradas no Parque Indígena do Xingu, criado em 1961 durante o governo de Jânio Quadros. Existem, sobretudo, 204 tribos indígenas com aproximadamente 5 mil índios. Eles possuem estilos de vida similares, porém com línguas e histórias distintas.

Jenipapo-Kanindé

Tribos indígenas
Imagem: Vida ciranda

Apesar de pertencida a eles durante séculos, somente em 2011 o local que habitam foi reconhecido na justiça como forma de terra. Muitas tribos enfrentam isso há muito tempo. Bem como, nessa comunidade existe a primeira líder indígena do Brasil, a cacique Pequena. Fica localizado no Ceará e apesar de eles não fazerem mais comidas em fogueiras, ou viver em malocas, ainda pescam e plantam, além de saudar a relevância espiritual do espaço que vivem.

Curiosidades sobre as tribos indígenas

Tribos indígenas
Imagem: Tribos indígenas Paraná
  • Em primeiro lugar, a maioria das tribos indígenas possuem línguas próprias;
  • Em segundo lugar, ainda existem tribos que possuem o hábito de andarem nus ou com poucos acessórios no corpo;
  • Muitas tribos usam diferentes adornos para rituais e celebrações, normalmente, plumas de aves, pedras, bicos de animais e serpentes;
  • As tribos isoladas se alimentam de caça, pesca e agricultura;
  • Eles ainda mantém a presença do pajé como líder espiritual da aldeia;
  • O líder político e social é o cacique;
  • Muitos vivem em ocas, construções típicas, de madeira, com palha e compartilhadas com várias famílias;
  • Eles pintam o corpo com formas geométricas feitas com tintas e corantes naturais, pego nas florestas brasileiras;
  • Eles usam canoas para transporte e pesca nos rios, tendo desenvolvido técnicas próprias para construção;
  • Por fim, alguns grupos ainda vivem sem contato com a civilização, se mantendo isolados e ainda existem os indígenas nômades, que circulam por diferentes regiões.

E então? Gostou da matéria? Confira também: Dia do Índio, por que a data é comemorada em 19 de abril?

Fontes: Hiper cultura, Viajali, História digital

Imagem de destaque: Tribos indígenas Paraná

Próxima página »

Escolhidas para você