Curiosidades

Vasos sanitários – Como funcionam e curiosidades sobre as privadas

Os vasos sanitários, ou privadas, estão entre os itens essenciais para a vida contemporânea e funcionam com princípios básicos de hidrostática.

Atualizado em 07/10/2020

Diariamente, pessoas no mundo inteiro utilizam vasos sanitários o tempo todo. É bem verdade que, dependendo do seus hábitos, você pode estar lendo isso enquanto está sentado numa privada agora mesmo.

Mas você sabe como funcionam os vasos sanitários? Ou ainda como eles são fabricados? Por que sempre são de porcelanas e quase sempre brancos?

Para explicar o funcionamento dos vasos e revelar tudo sobre esse objeto indispensável, separamos uma lista de fatos importantes para você saber.

Como funcionam os vasos sanitários?

Vasos sanitários - como funcionam e curiosidades sobre as privadas
Prof. Cardy

A princípio, a privada é apenas um objeto de porcelana com uma porção de água no fundo. A fim de manter essa água no nível apropriado, o vaso é conectado a uma tubulação que garante o equilíbrio.

Dessa maneira, é preciso que existam duas curvas na tubulação: uma para cima e uma para baixo. Isso porque o vasos sanitários atuam sob os princípios da hidrostática e dos vasos comunicantes.

De acordo com esses conceitos físicos, quando há reservatórios conectados, os fluidos em seus interiores ficam na mesma altura em todos os recipientes. Ou seja, assim que a descarga é acionada, o nível fica desequilibrado. A partir daí, então, a água alcança a curva para baixo da tubulação e é escoada.

O processo chega ao fim quando a água para de ser injetada. Assim, a tubulação começa a sugar ar, interrompendo a sucção.

Por que os vasos são de porcelana?

Vasos sanitários - como funcionam e curiosidades sobre as privadas
bob vila

Os vasos sanitários devem realizar três tarefas básicas: resistir à água, ter uma descarga eficiente e suportar peso. Sendo assim, a porcelana é um dos materiais ideais para a fabricação do objeto.

A porcelana é um material impenetrável e, por isso, não permite a entrada de líquidos e bactérias em sua estrutura. Além disso, o material dos vasos é capaz de suportar a ação abrasiva de químicos de limpezas.

A durabilidade das porcelanas também é um fator essencial, já que o material é capaz de suportar muito peso.

Um vaso de plástico, por exemplo, seria mais poroso (portanto mais sujo), além de mais deformável e mais caro.  Para fabricar uma estrutura complexa como a dos vasos sanitários, é muito mais barato utilizar a porcelana.

Existem alguns modelos de privada de aço, especialmente em prisões, mas elas não têm o mesmo sucesso. Isso porque o aço, apesar de resistente e fácil manuseio, é muito sensível a mudança de temperaturas. Dessa maneira, sentar sobre o vaso num dia de muito calor ou muito frio seria uma experiência terrível.

Outras curiosidades sobre privadas

Vasos sanitários - como funcionam e curiosidades sobre as privadas
Travel Skiills

Aviões: em aviões, as privadas também funcionam por meio de sucção, mas de uma forma diferente. Nesses casos, os vasos sanitários não utilizam o sifão convencional, mas um tanque que regula a pressão e elimina dejetos com ajuda do vácuo.

Cheiro:  os vasos sanitários estão conectados ao sistema de esgoto mas não exalam o mesmo mau-cheiro, normalmente. Isso porque eles contam com um selo hídrico feito pela água no interior dos vasos. Elas atuam como barreira para evitar o mau cheiro, assim como a passagem de insetos.

Papel higiênico: a norma NBR-8160 prevê que a privada deve “receber exclusivamente dejetos humanos”. Entretanto, se a rede local suportar, não há problemas em jogar o papel no vaso. Em casas mais antigas ou com encanamentos com muitas curvas, por exemplo, o papel pode obstruir a passagem de água e outros dejetos. Por outro lado, a ideia não é ecologicamente correta, já que exige mais força e, portanto, mais água.

Vasos brancos: a cor branca predominante dos vasos tem a ver com o custo da porcelana. É possível colocar pigmentos durante a fabricação, mas manter a porcelana branca é mais econômico. Além disso, a cor é popularmente associada a paz, pureza e limpeza, sentimentos positivos esperados do momento de contato com o vaso.

Fontes: UOL, Gizmodo, Fatos Desconhecidos

Imagens: bob vila, Travel Skills, Nikkei Asia, Prof. Cardy