13 segredos que você não conhece sobre o Red Bull

Você pode até não ser muito fã de bebidas energéticas, mas já deve ter experimentado Red Bull pelo menos uma vez na vida, não é mesmo? Isso porque a marca do touro vermelho está em todos os lugares e não é muito difícil encontrá-la, especialmente, nas baladas.

Acontece, no entanto, que nem os consumidores mais fiéis da marca conhecem tudo sobre essa empresa, responsável pelo o primeiro energético a ser vendido em todo o mundo. Aliás, uma coisa que pouca gente tem consciência é que antes do Red Bull não existia o mercado de bebidas energéticas!

Tudo isso e muito mais você descobre na lista abaixo, onde listamos alguns dos segredos do Red Bull que você, com certeza, não conhece. Confira:

1. Da Tailândia

1

Sim, o  Red Bull, antes de se chamar assim, teve sua origem na Tailândia. Um cara chamado Chaleo Yoovidhya foi quem desenvolveu a fórmula de um tônico, para ajudar os operários e motoristas de caminhão ficaram acordados por mais tempo. Chamada, inicialmente, de Krating Caen-Thai, a bebida surgiu nos anos 80.

2. No Ocidente

2

Aliás, a gente só conhece a bebida energética hoje em dia porque um vendedor austríaco, chamado Dietrich Mateschitz, acabou descobrindo a mistura em uma de suas viagens à Ásia e, na hora, percebeu seu potencial comercial. Então, ele e Chaleo se tornaram parceiros e começaram a produzir em grande escala, para abastecer também o ocidente.

3. 1º energético

3

Aliás, foi o próprio Red Bull o pioneiro no mercado de bebidas energéticas. A bebida tailandesa foi o primeiro energético vendido oficialmente no mercado de bebidas e acabou inaugurando essa nova categoria do ramo em 1987. Mas o sucesso do Red Bull só aconteceu mesmo em 1997, quando ele chegou em massa aos Estados Unidos e, logo depois, à todo continente americano.

4. Red Bull e cocaína

4

Em 2009 a marca Red Bull acabou envolvida em um sério problema, depois de que surgiu um boato a respeito do uso de cocaína em sua composição. A bebida chegou até a ser temporariamente proibida na Alemanha, quando ficou comprovado que os produtos Red Bull continham vestígios da droga.

A empresa, no entanto, respondeu prontamente ao problema e informou seus consumidores que somente o extrato da folha de coca descocainizada estavam presentes na receita. Aliás, como informaram seus representante, seria preciso consumir cerca de 100 mil litros da bebida para que os efeitos da cocaína começassem a aparecer.

5. Patrocinadora

5

A marca Red Bull, hoje, em dia, é patrocinadora de várias esportes radicais, com disputas aéreas e corridas de Fórmula 1.

6. Red Bull no espaço 

6

Sim, a marca do Red Bull já foi parar muito acima do céu. A logo da empresa estava no uniforme e na cápsula usada por um maluco chamado Felix Baumgertner, que resolveu saltar de uma altura de, mais ou menos, 37 quilômetros acima da superfície da Terra. Foi nesse dia, aliás, que o maluco e o Red Bull (a logo) conseguiram alcançar uma velocidade tão grande que quebraram a barreira dos som.

7. Asas para a vida (Wings for life)

7

A marca Red Bull criou, em 2004, a fundação Wings for life, voltada aos estudos e pesquisas com a medula óssea humana. Desde então, anualmente, a empresa faz um evento chamado World Run (Corrida Mundial), que envolve seis continentes e 33 países.

8. Gravadora

8

Chamada Red Bull Record, a gravadora que leva o nome da marca tem contratados artistas de diversos gêneros musicais. A banda de rock AWOLNATION, responsável pelo hit “Sail”, é uma das contratadas pela Red Bull.

9. Concurso de aviãozinho de papel

9

Outra coisa interessante sobre a Red Bull que quase ninguém sabe é que a empresa patrocina, todos os anos, um concurso mundial de aviõezinhos de papel. Na disputa, vence quem faz o melhor avião, capaz de planar perfeitamente.

10. Red Bull  sabor cola

10

Pouca gente acredita nisso (aliás, quase ninguém conhece esse produto do Red Bull), mas ao contrário dos refrigerantes do sabor Cola, o Red Bull é 100% natural. A bebida, segundo análises, realmente não conta com conservantes ou corantes artificiais.

11. Consciência verde

11

Outra coisa que as pessoas não sabem é que as latinhas de Red Bull são totalmente recicláveis. Inclusive, a partir da renovação das latas, a marca consegue economizar até 95% da energia que gastaria para fazer outros novos recipientes para o produto.

12. Red Bull Media House

12

Essa é uma empresa, ligada à marca, que incorpora mídia digital, impressa, televisão, longas-metragens com foco em esportes, cultura e estilo de vida.

13. 40 milhões de latinhas vendidas

13

Desde que a marca Red Bull foi oficializada e trazida para o ocidente, a empresa já vendeu mais de 40 milhões de latinhas de suas bebidas energéticas. Somente em 2013 a empresa conseguiu vender , aproximadamente, 5,4 bilhões de unidades da bebida.

Aposto que você não sabia de nada disso, não é mesmo?