Curiosidades

13 curiosidades sobre a história da Red Bull

Sabia que Red Bull já esteve no espaço? E que já foram encontrados na bebida vestígios de cocaína? Confira outros fatos sobre a marca.

Red Bull é uma bebida energética que foi lançada na Áustria, no ano de 1987. Dietrich Mateschitz, empresário austríaco, se baseou em uma bebida tailandesa chamada Krating Daeng, a qual consumiu após ter passado por distúrbios físicos depois de uma longa viagem de avião, para desenvolver a Red Bull, já que observou o sucesso local.

Com o objetivo de fabricar a bebida em escala industrial, o empresário levou amostras da Tailândia à Áustria. No entanto, a fabricação só foi autorizada depois de 3 anos, pois, em virtude das altas taxas de cafeína, havia medo de possíveis efeitos colaterais no organismo.

Quando a autorização foi concedida, progressivamente, a bebida foi ocupando diversos espaços e conquistando um grande público. Estando, atualmente, em mais de 140 países e vendendo mais de 9 bilhões de latas em um ano, como foi em 2021.

13 segredos sobre a Red Bull que valem a pena conhecer

1. Da Tailândia

Embora a Red Bull seja uma marca austríaca, a Tailândia foi de crucial importância para o desenvolvimento da bebida energética em questão. Conforme mencionado, foi em uma viagem à Tailândia que Dietrich Mateschitz experimentou pela primeira vez uma bebida funcional local chamada Krating Daeng.

Continua após a publicidade

Essa bebida tailandesa foi criada por Chaleo Yoovidhya para auxiliar operários e motoristas de caminhão a ficarem acordados por mais tempo. O empresário austríaco aprovou a funcionalidade da bebida e resolveu trazer para o Ocidente.

2. No Ocidente

Após Dietrich Mateschitz ter ingerido a Krating Daeng para se recuperar de um longo voo de avião e da diferença de fuso horário, ele percebeu o potencial da bebida, além do enorme sucesso que fazia na Tailândia. Assim, ele e Chaleo se tornaram parceiros e começaram a produzir em grande escala para abastecer também o mercado ocidental.

Continua após a publicidade

3. Primeiro energético

A Red Bull foi a pioneira no mercado de bebidas energéticas, embora a bebida tailandesa tenha sido o primeiro energético vendido oficialmente no mercado de bebidas. Essa nova categoria de bebidas chegou ao mercado em 1987 com o lançamento da Red Bull.

No entanto, seu sucesso só aconteceu mesmo em 1997, quando ela chegou aos Estados Unidos. Logo depois, foi espalhada por todo continente americano.

Continua após a publicidade

4. Red Bull e cocaína

Em 2009, a marca acabou envolvida em um sério problema depois de um boato a respeito do uso de cocaína em sua composição. A bebida chegou até a ser temporariamente proibida na Alemanha, quando ficou comprovado que os produtos da empresa continham vestígios da droga.

A empresa, no entanto, respondeu prontamente ao problema e informou a seus consumidores que somente o extrato da folha de coca descocainizada estavam presentes na receita.

Aliás, como informaram seus representante, seria preciso consumir cerca de 100 mil litros da bebida para que os efeitos da cocaína começassem a aparecer.

5. Patrocinadora

Uma das formas de marketing mais profícuas da Red Bull é estar muito presente no mundo dos esportes. A marca patrocina centenas de eventos esportivos e diversos atletas. A Red Bull investe desde esportes mais tradicionais, como futebol, até mesmo os mais radicais.

Continua após a publicidade

Em razão dessa estratégia, a marca conquista cada mais vez mais o público jovem.

6. Red Bull no espaço

Sim, a marca já foi parar muito acima do céu. A logo da empresa estava no uniforme e na cápsula usada por um maluco chamado Felix Baumgertner, que resolveu saltar de uma altura de, mais ou menos, 37 quilômetros acima da superfície da Terra.

Foi nesse dia, aliás, que ele e a logo da Red Bull conseguiram alcançar uma velocidade tão grande que quebraram a barreira do som.

7. Asas para a vida (Wings for life)

A marca criou, em 2004, a fundação Wings for life, voltada aos estudos e pesquisas relativos à medula óssea humana.

Continua após a publicidade

Desde então, anualmente, a empresa faz um evento chamado World Run (Corrida Mundial), que envolve seis continentes e 33 países.

8. Gravadora

Chamada Red Bull Record, a gravadora que leva o nome da marca tem contratados artistas de diversos gêneros musicais.

A banda de rock  AWOLNATION, responsável pelo hit “Sail”, por exemplo, é uma das contratadas pela empresa.

9. Concurso de aviãozinho de papel

Outra coisa interessante sobre a marca que quase ninguém sabe é que a empresa patrocina, todos os anos, um concurso mundial de aviõezinhos de papel.

Continua após a publicidade

Na disputa, vence quem faz o melhor avião, capaz de planar perfeitamente.

10. Red Bull sabor cola

Pouca gente acredita nisso (aliás, quase ninguém conhece esse produto da marca), mas ao contrário dos refrigerantes de sabor cola, o energético é 100% natural.

A bebida, segundo análises, realmente não conta com conservantes ou corantes artificiais.

11. Consciência verde

Outra coisa que as pessoas não sabem é que as latinhas são totalmente recicláveis. Inclusive, a partir da renovação das latas, a marca consegue economizar até 95% da energia que gastaria para fazer outros novos recipientes para o produto.

Continua após a publicidade

12. Red Bull Media House

Essa é uma empresa, ligada à marca, que incorpora mídia digital, impressa, televisão, longas-metragens com foco em esportes, cultura e estilo de vida.

13. 9.804 bilhões de latas vendidas em 2021

Somente em 2021 a empresa conseguiu vender, aproximadamente, 9.804 bilhões de unidades da bebida.

Leia mais:

Fontes: Red Bull, RBBR.

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você