Curiosidades

Efeitos da cafeína – Quais são as reações positivas e negativas

Os efeitos da cafeína podem ser positivos ou negativos, dependendo da forma com que essa substância é consumida dentro da rotina.

Por Cecília Fernandes

-

Em primeiro lugar, para entender os efeitos da cafeína é preciso conhecer a natureza dessa substância. Nesse sentido, se trata de um composto químico de característica oleosa que faz parte do grupo das xantinas. Além disso, está naturalmente presente no café, mas também em outros alimentos como a erva-mate, o guaraná e o cacau.

Mais ainda, é comum encontrar a cafeína como suplemento esportivo, principalmente por sua ação estimulante no sistema nervoso central. Desse modo, há uma melhora do foco, raciocínio e desempenho físico. No geral, estima-se que 80% da população mundial consuma cafeína todos os dias em algum formato.

Sobretudo, o organismo processa as moléculas desde o momento em que são processadas na boca. Logo em seguida, o fígado metaboliza essa substância de modo a obter os efeitos da cafeína. Em resumo, esse processo acontece quando o fígado quebra o componente em menores partes que são distribuídas no corpo.

Ademais, estima-se que o indivíduo desenvolva tolerância de acordo com o tempo e volume de consumo. Sendo assim, quanto mais se toma com o passar do tempo, menos os efeitos da cafeína são sentidos. Basicamente, os efeitos são percebidos 45 minutos após o consumo, pois é quando a substância é absorvida e distribuída pela corrente sanguínea.

Por outro lado, estima-se que podem demorar ate quarenta horas para a cafeína ser totalmente expelida do corpo. Nesse contexto, fatores como idade, peso e estado de saúde podem influenciar nos efeitos da cafeína dentro do organismo.

Quais são os efeitos positivos da cafeína?

Primeiramente, os efeitos da cafeína considerados positivos envolvem a ampliação do estado de alerta. Sobretudo, esse processo acontece porque a cafeína estimula os receptores de adenosina, substituindo o hormônio que causa cansaço. Além disso, a cafeína também ajuda a reduzir inflamações e inibir a percepção de dor.

A princípio, ainda ajuda a criar resistência, porque influencia a forma com que os músculos usam glicogênio. Sendo assim, é possível utilizá-los melhor e por maior tempo. Nesse contexto, cabe citar que a cafeína cria o efeito positivo da motivação, pois estimula os níveis de dopamina no organismo, causando sensação de bem estar.

Por fim, outro efeito positivo da cafeína envolve a prevenção e o retardamento de doenças crônicas. Como exemplo pode-se citar o Alzheimer e o Parkinson.

Quais os efeitos negativos da cafeína?

No geral, as substâncias químicas podem causar alterações no organismo quando consumidas em excesso ou de forma errada. Desse modo, ainda que o organismo crie resistência à cafeína com o tempo é importante estar atento às seguintes reações:

1) Arritmia

Efeitos da cafeína - conheça as reações positivas e negativas
Fonte: Pixabay

Basicamente, a cafeína é um estimulante do sistema nervoso central. Portanto, causa aumento dos batimentos cardíacos e pode levar à arritmia, quando os batimentos ficam descompassados. Como consequência, complicações cardíacas e de circulação sanguínea podem surgir.

2) Refluxo também é um efeito da cafeína considerado negativo

Efeitos da cafeína - conheça as reações positivas e negativas
Fonte: Pixabay

Em resumo, outro efeito da cafeína é o relaxamento do esófago. Desse modo, há uma contribuição para a presença de refluxo gastrointestinal. Ademais, a sensação de queimação e enjoo ainda se faz presente.

3) Nervosismo ou ansiedade

Fotografia de bolinhas amarelas com diferentes expressões faciais para ilustração do item
Fonte: Pixabay

Como citado anteriormente, a cafeína estimula as atividades do sistema nervoso central. Nesse sentido, estimula também a produção de adrenalina, causando a sensação de inquietação ou ansiedade excessiva.

4) Espasmos musculares

Fotografia de um médico aplicando compressa para ilustração do item
Fonte: Pixabay

Apesar de atuarem positivamente nos níveis de glicogênio do organismo, o consumo excessivo causa atrofiamento dos músculos. Sendo assim, é possível que eles passem a flexionar de maneira errônea, causando espasmos ou câimbras.

5) Dificuldade na concentração é outro efeito negativo da cafeína

Fotografia de um homem segurando a cabeça para ilustração do item
Fonte: Pixabay

Antes de mais nada, a cafeína costuma ser consumida para ajudar na concentração e desempenho. Porém, o consumo excessivo gera o efeito da cafeína onde há confusão e descoordenação. Sobretudo, isso acontece porque o organismo está sobrecarregado com os estímulos provenientes da substância.

6) Distúrbios gastrointestinais

Fotografia de um homem com dor na barriga para ilustração do item
Fonte: Pixabay

Em resumo, a cafeína também atua como uma espécie de laxante. Ou seja, aumenta a contração nas partes mais estreitas e largas dos músculos intestinais. Portanto, é um inimigo do processo digestivo acontecendo no estômago, causando mal estar generalizado.

7) Insônia também é um efeito negativo da cafeína

Fotografia de uma menina coçando os olhos para ilustração do item
Fonte: Pixabay

Basicamente, a cafeína atua contra a atividade de um dos neurotransmissores mais importantes para a regulação dos ciclos de sono no organismo. Portanto, um efeito negativo da cafeína envolve o desequilíbrio do sono e a insônia.

8) Dores de cabeça

Efeitos da cafeína - conheça as reações positivas e negativas
Fonte: Pixabay

No geral, as pessoas que consomem muita cafeína acham que a dor de cabeça é causada pela abstinência. Apesar de haver sim uma relação, o excesso de estímulos no sistema nervoso cria dores de cabeça até mesmo quando há um consumo diário de cafeína.

9) Dependência

Efeitos da cafeína - conheça as reações positivas e negativas
Fonte: Pixabay

A princípio, a cafeína cria dependência como efeito negativo por causa dos efeitos positivos no foco e desempenho. Porém, o organismo começa a interpretar essa substância como essencial para prevenir dores de cabeça, por exemplo. Sendo assim, passa a demandar o consumo constante por meio de sintomas de abstinência.

10) Aumento da pressão sanguínea

Efeitos da cafeína - conheça as reações positivas e negativas
Fonte: Pixabay

Por fim, outro efeito da cafeína que pode ser negativo é o aumento da pressão sanguínea. Nesse sentido, a produção de adrenalina e hormônios que estimulem os batimentos cardíacos podem levar a infartos e problemas cardiovasculares.

E aí, aprendeu sobre os efeitos da cafeína? Então leia sobre Cidades medievais, quais são? 20 destinos preservados no mundo.

Fontes: UOL | Vitta | Visão | uCoffee

Imagens: Pixabay

Próxima página »

Escolhidas para você