4 boatos sobre o Facebook que as pessoas sempre acreditam

Você pode não saber, mas já caiu em várias “pegadinhas” mentirosas que as pessoas doaram inventar sobre as redes sociais. Uma bom exemplo disso são os vários boatos sobre o Facebook que surgem e ressurgem todos os anos sobre assuntos diferentes.

Um bom exemplo disso é aquela história de que a rede social vai permitir que os usuários saibam quem esteve visitando seus perfis e quais os conteúdos foram acessados. Mentira, assim como muitas outras que você está prestes a reconhecer e a descobrir que também achava se tratar de um tema verdadeiro

Aliás, cansado de rir das babaquices que as pessoas criam sobre o Facebook, Mark Zuckerberg chegou a criar uma página permanente na rede social para desmentir os mais frequentes boatos sobre o Facebook. Tenso, né? Só para você “sentir” a que ponto chegaram essas histórias insistentes que nunca morrem.

Mas, além desse caso da privacidade de quem espiona os perfis alheios, existem alguns outros boatos sobre o Facebook que chegam a aterrorizar as pessoas e que, embora sumam por um tempo, sempre acabam voltando. Você, com certeza, já foi uma das “vítimas” de alguns deles. Quer ver?

Confira 4 boatos sobre o Facebook que as pessoas sempre acreditam:

4. Aplicativos podem fazer exigências ao serem instalados

4

Conforme a própria rede social, esse é um dos boatos sobre o Facebook que as pessoas sempre acreditam, mas que não deve jamais acontecer. Isso porque, a única coisa que um aplicativo do Facebook, seja ele teste ou jogo; pode solicitar antes de funcionar a primeira vez é que o usuário curta uma página específica.

Se, no entanto, o app pedir mais que isso, o conselho da rede social é para que os usuários não terminem a instalação, caso contrário seus computadores podem ficar expostos.

3. O Facebook vende as informações pessoais dos usuários para os anunciantes

2

Sim, isso é mentira. Embora o Facebook realmente saiba coisas espantosas sobre você, como você já viu aqui, nessa outra matéria; a verdade é que informações pessoais como nome, endereços e outros dados que possam identificar o usuários só são compartilhadas se ele mesmo permitir isso.

Agora, se você quer entender melhor quais são as informações que o Facebook compartilha com seus anunciantes, melhor mesmo é fazer um tour nas Noções Básicas de Privacidade da rede.

2. Saber quem acessou o perfil e o que a pessoa viu

3

Esse é um dos boatos sobre o Facebook que mais costuma preocupar os usuários que amam dar aquela espiadinha no perfil alheio. Mas, calma, não precisa ficar com medo!

Segundo o próprio Facebook, não é possível rastrear quem visualiza os perfis da rede e, muito menos, quais os conteúdos foram acessados, a não ser que o visitante em questão interaja de alguma forma com este perfil, sejam curtindo, compartilhando ou comentando postagens. Inclusive, a empresa sugere que as pessoas denunciem, por meio desse link, aplicativos que prometem esse tipo de rastreamento.

Apesar disso, dá para saber quais foram as palavras que você mais usou no seu perfil no último ano, sabia? Para descobrir quais foram as suas, basta seguir o passo-a-passo que essa matéria ensina.

1. O Facebook será pago

1

Não, não é e não será! Como o próprio Facebook faz questão de esclarecer, as principais fontes de renda da rede social dependem de que mais e mais usuários estejam por lá, como a venda de anúncios para empresas, por exemplo. É por isso que não seria interessante, em nenhum momento, que o Facebook cobrasse para que usassem seus serviços.

Agora que você já sabe o que é mentira e verdade a respeito da rede, chegou a hora de descobrir outras “coisinhas” muito legais também, como esses 7 truques do Facebook que você precisa conhecer.

Fonte: Olhar Digital