7 verdades sobre o câncer que deveriam ser mentiras

O câncer, com certeza, é a doença (ou uma delas) que mais assusta atualmente. Isso porque o número de pessoas com o problema é cada vez maior e independente da idade. Ou você vai dizer que não conhece alguém que já tenha sofrido ou tenha sofrido com algum tipo de câncer?

Mas, infelizmente, as notícias ruins relacionadas ao assunto não param por aí. Como você vai ver na matéria de hoje tem muita coisa que a gente não sabe, mas que ainda é obscuro sobre o câncer, suas causas e os valores exorbitantes relacionados aos tratamentos.

Por exemplo, você sabia que existem mais de 100 tipos de câncer? É por isso, segundo os cientistas, que é tão difícil apostar em uma cura milagrosa e definitiva para a doença.

E isso não é nem o começo sobre as coisas que gostaríamos que não fossem verdade sobre o câncer. Como você ver também, às vezes o câncer é uma questão de azar e aparecem até mesmo em pessoas que se cuidam bem, não fumam ou se expõem à radiação solar, por exemplo.

Notícias complicadas, não acha? Pena que sejam todas verdadeiras e pena que a lista de coisas ruins que você deve saber sobre o tema não para por aí.

Confira 7 verdades sobre o câncer que deveriam ser mentiras:

1. Azar

1

Pode parecer leviano falar assim, mas estudos comprovam que dois terços das pessoas que desenvolvem câncer é por puro azar. Isso porque, conforme comprovaram os cientistas da Universidade Johns Hopkins, a maioria desses casos considerado de puro azar não têm qualquer relação com fatores externos, como cigarro ou radiação solar.

2. Câncer no DNA

2

Esses também podem ser considerados casos de azar, se você considerar que muita gente já nasce com o câncer no DNA. Conforme o National Cancer Institute, dos Estados Unidos, a estimativa é de que até 65% das mulheres que herdam mutações no gene conhecido como BRCA1 acabam desenvolvendo câncer de mama e 39%, câncer de ovário. Mas os problemas não param por aí: 45% podem desenvolver neoplastia mamária e até 17%, tumores ovarianos.

3. O mais letal

5

O câncer de pulmão, segundo pesquisas, é o mais letal entre os cânceres e, infelizmente, é o que mais cresce em número de novos casos. Em 2012, por exemplo, 1,6 milhão de pessoas morreu ao redor do mundo devido à doença.

Atrás do câncer de pulmão, no ranking dos que fazem o maior número de vítimas fatais estão os tumores de fígado e de estômago. O primeiro, também em 2012, matou 800 mil pessoas e o segundo, 700 mil.

4. Epidemia global

4

Essa, com certeza, é outras das verdades sobre o câncer que todo mundo gostaria que fosse mentira, mas não é. Conforme os cientistas, isso está acontecendo cada vez com mais intensidade porque estamos vivendo mais e estamos vencendo outras doenças que nos matavam antes, como as cardiovasculares.

O pior de tudo, como você já conferiu nessa matéria, é que nem sempre o câncer depende de nosso estilo de vida para ser evitado, ao contrário das “doenças mais antigas”, que costumavam fazer muitas vítimas há alguns anos. Aliás, até mesmo os produtos de beleza que usamos podem nos causar problemas, como você já viu por aqui.

5. Mais pessoas vão ter câncer

3

Somente este ano (2016), o Brasil deve contar com quase 600 mil novos casos de câncer, conforme o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Mas, isso não é nada com relação ao número de novos casos pelo mundo até 2030. Conforme o relatório da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer, serão 22 milhões!

6. Tratamento caro

6

No Brasil, os gastos com medicamentos cresceram 51%, somente em 2013, e ultrapassaram o total de 2,6 bilhões de reais. Atualmente, a expectativa é de que para desenvolver um único medicamento contra a doença sejam gastas cerca de 1 bilhão de dólares.

E, embora a sobrevida dos pacientes com câncer seja cada vez maior, o tratamento de uma pessoa com câncer de pele, por exemplo, supera os 300 mil reais mensais. Algo totalmente impossível para a maioria das pessoas, sem a ajuda do governo.

7. Não se sabe se haverá cura algum dia

7

Embora há quem diga que a chamada pílula contra o câncer já esteja por aí, só precisando de autorização para ser vendida, a verdade é que a Ciência não sabe se um dia haverá uma fórmula capaz de combater o câncer. Em parte, essa falta de fé por parte dos cientistas é porque existem mais de 100 tipos da doença e um só medicamento não poderia ser eficiente contra todas elas.

E, por falar em problemas de saúde, você deveria conferir também: 12 mentiras sobre a saúde que todo mundo ainda acredita.

Fonte: Superinteressante