Ciência & Tecnologia

Atari – Origem, história, modelos e melhores jogos lançados

Apesar de não ter sido o primeiro console doméstico da história, o Atari 2600 revolucionou a definiu a indústria de jogos.

Atualizado em 07/05/2020

Há 40 ou 50 anos, jogar vídeo game não era uma tarefa tão simples como hoje. Ainda que houvesse opções como Tennis for Two, Spacewar ou o console Magnavox Odyssey, foi o Atari que revolucionou o mercado.

Em 1972, a empresa marcou seu nome na história como uma das pioneiras do setor. Isso porque ajudou a popularizar os jogos domésticos em escala mundial. A princípio com o lançamento de Pong e fliperamas e, mais tarde, com o Video Computar System, a empresa pode ser considerada matriarca do mundo dos games.

No Brasil, o fenômeno só ganhou força na década de 80, mas também foi possível desfrutar das maravilhas da novidade tecnológica.

Como tudo começou

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
NPR

A história tem início com o estudante de engenharia Nolan Bushnell. O rapaz trabalhava em uma empresa de tecnologia, mas ficava encantado mesmo com as máquinas de fliperama. Isso porque fazia bicos em parques de diversões e percebia o quanto elas faziam dinheiro. Assim, abandonou o emprego e fundou a própria empresa, ao lado do parceiro Ted Dabney.

Primeiramente, a dupla nomeou a empresa como Syzygy e focou em consertar máquinas de pinball. Entretanto, em 1971, criaram seu primeiro jogo: Computar Space. A máquina foi um dos primeiros arcades comerciais da história, mas se destacou por outras inovações. Dentre elas, a capacidade de reproduzir funções sem ajuda de computador e com uma tela simples.

Um ano depois, então, a marca passou por reformulações, incluindo a mudança de nome. A partir daí, a Syzygy se chamava Atari.

Crescimento

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
Mary Sue

Com a nova cara, a Atari lançou Pong para fliperamas. O jogo consistia numa batalha de tênis, vista de cima. No entanto, a limitação gráfica da época apresentava a bola como um simples quadrado e os jogadores como barras verticais

Pong era um fenômeno em bares e arcades, com mais de 7 mil unidades vendidas em apenas um semestre. Apesar do sucesso, Ted Dabney decidiu vender sua parte e sair da empresa.

Ao mesmo tempo, a Atari queria mais inovações. Uma vez que os fliperamas só podiam ser jogados fora de casa, a empresa decidiu focar numa versão doméstica para o jogo. Assim, no natal de 1975, surgiu a nova versão de Pong.

Nesse momento, a empresa começou a vender vários outros jogos de fliperamas. Entre os títulos, estava Breakout, adaptado pela dupla Steve Jobs e Steve Wozniak.

Atari 2600

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
Udemy

Em 1976, Nolan Bushnell decidiu que era hora de realizar um sonho pessoal com a empresa. O fundador queria cria um console capaz de rodar todos os jogos lançados pela empresa. Para isso, então, precisou vender tudo para a Warner. Especula-se que a venda tenha girado em torno de US$ 30 milhões.

Um ano depois, surge o Atari Video Computer System (VCS), mas conhecido como Atari 2600. O novo equipamento tinha memória de apenas 128 bytes e acompanhava dois joysticks e um jogo, Combat. Além disso, o catálogo de jogos iniciais contava com mais oito opções.

O Atari 2600 chegou a ter uma segunda versão, o Atari 5200, em 1982. Ainda que trouxesse evolução nos gráficos, não permitia rodar os jogos do modelo anterior e tinha um controle que não foi bem recebido.

Ascensão e queda

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
Tecnoblog

Com o crescimento da empresa, o clima era de liberdade e comemoração nos escritórios. Os engenheiros faziam festas frequentes, andavam descalço e usavam drogas enquanto trabalhava. Assim, em 1978, a situação ficou insustentável para Bushnell. Assim como Dabney, ele abandonou a empresa. Apesar disso, ele voltou para trabalhar como consultor, em 2010.

Enquanto isso, outros desenvolvedores importantes também abandonaram a empresa. Foi assim que nomes como David Crane, Larry Kaplan, Bob Whitehead e Alan Miller deixaram a Atari e fundaram a Activision, em 1979. A empresa se tornou a primeira third-party da indústria, ou seja, não estava ligada a fabricação de consoles.

Durante o auge, a Atari alcançava US$ 2 bilhões em venda, mas se viu diante de vários erros. Além dos problemas causados pela própria empresa, uma série de fatores de mercado também levaram à crise.

Havia muitos consoles acumulados em estoque, jogos lançados sem controle de qualidade e prazos irreais para desenvolvedores. Sendo assim, em 1986, o mercado de games entrou numa crise, levando ao fim da produção de Atari.

Modelos e clones

Atari 2600

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
Cafeína Codificada

Chamado apenas de Atari, esse modelo era o original, fabricado pela empresa de mesmo nome. Teve uma nova versão, mais potente, mas ela não teve o mesmo sucesso.

Dynavision

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
Brazilian Atari Clones

Antes de ser um clone do NES, o Dynavision começou como clone do Atari. Lançado pela Dynacon, em 1983, tinha vantagens sobre o modelo original, já que tinha um controle bem mais resistente.

Coleco Gemini

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
The Silicon Underground

Assim como o Dynavision, este foi um dos clones mais populares, principalmente nos EUA. Além disso, o Coleco também tinha um joystick melhor que o original, com um design diferenciado.

Onyx Junior

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
Brazilian Atari Clones

Essa versão demorou um pouco mais a ser lançada, e só chegou no mercado em 1985. Tinha um visual verde oliva, mas se destacou pela inclusão da chave de pause no console.

Atari Flashback

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
IGN

Em 2004, a linha Atari Flashback foi lançada com jogos na memória e melhorias em relação ao console original. No Brasil, o lançamento ficou nas mãos da TecToy.

Atari Flashback Portátil

Atari - história, clones, modelos e melhores jogos lançados
Cool Things

Assim como o Flashback original, tinha jogos originais na memória. Por outro lado, a versão portátil tem a vantagem de poder ser jogada em qualquer lugar, ao mesmo tempo que tem saída AVI, permitindo a conexão com TVs.

Melhores jogos do Atari 2600

Pong (1977)

O primeiro jogo desenvolvido pela Atari também foi um dos mais influentes da história. Não foi à toa que foi clonado em praticamente todos os sistemas de jogo e até mesmo calculadoras. Além disso, foi primeiro jogo a ganhar popularidade para além do nicho dos vídeo games.

Adventure (1979)

Por mais que pareça simples demais para os padrões atuais, o jogo foi inovador. Isso porque o gênero de ação e aventura nunca havia sido apresentado nos games, bem como os easter eggs. Com um personagem principal sendo apenas um quadrado e dragões que pareciam patos, o jogo foi mais do que seus simples gráficos.

Pitfall! (1982)

Pitfall é considerado o pai do gênero plataforma. Assim, é graças a ele que foi possível jogos como Super Mario. O jogador controla Pitfall Harry numa selva com ameaças de crocodilos, escorpiões e outros.

Ms. Pac-Man (1982)

O Pac-Man original vendeu milhões de cópias, mas não passava de uma adaptação inferior do jogo de arcade. Já Ms. Pac-Man elevou o nível do primeiro jogo e voltou a dar destaque para a franquia em consoles domésticos.

Space Invaders (1980)

A versão do Atari do clássico de arcade mostrou que era possível fazer justiça com adaptações. Ao controlar um canhão que atirava em aliens, os jogadores estavam diante de uma ameaça de tirar o fôlego, mas sem precisar gastar moedas nos fliperamas.

Asteroids (1981)

Os gráficos vetorizados de Asteroids foram transformados no Atari, mas isso não significa que o jogo piorou. A jogabilidade original foi mantida e pilotar a nave espacial pela tela ainda era interessante e envolvente.

Q*bert (1983)

Talvez você conheça o personagem por sua participação no filme Detona Ralph. No jogo, ele navega por uma pirâmide enquanto tenta evitar criaturas ameaçadoras.

Frogger (1982)

O sapo mais famoso dos games tinha a missão de atravessar a rua durante a hora do rush. Ainda que utilizasse apenas o direcional, se mostrou extremamente cativante e desafiador. Por causa disso, ainda hoje existem versões de jogos modernos inspiradas no clássico.

Keystone Kapers (1983)

Keystone Kapers se baseava num conceito bem simples: a brincadeira de polícia e ladrão. O jogador controla um policial que tenta capturar um bandido dentro de um shopping com vários andares. Considerando o que havia na época, é surpreendente que tantos elementos estejam num mesmo jogo.

Enduro (1983)

Um dos principais jogos de corrida do Atari, assim como Pole Position. O que diferencia Enduro é que ele foi desenvolvido especialmente para o Atari. Além disso, o jogo surpreendia por oferecer estágios de corrida durante a noite.

Fontes: UFCG, Tecmundo, Tech Tudo, IGN

ImagensNY Times, NPR, Mary Sue, Udemy, Tecnoblog, Cafeína Codificada, Brazilian Atari Clones, The Silicon Underground, IGN, Cool Things