Chuva de meteoros nesta madrugada será visível em todo o Brasil

O fenômeno das Leônidas, chuva de meteoros que acontece anualmente no mês de novembro, estará visível no céu na madrugada de quinta para sexta-feira. Conforme os especialistas, “show celeste”, que poderá ser observado em todo o Brasil, se inicia por volta da meia noite, mas só alcança seu ápice entre 3h e 5h da manhã.

De acordo com os astrônomos, a chuva Leônidas se trata de uma consequência da passagem da Terra pela órbita do Cometa Tempel Tuttle e, é por isso, que acontece todos os anos na mesma época. Neste caso, a chuva de meteoros é formada por partículas de poeira e gelo que o objeto deixa para trás e que colidem na atmosfera, se tornando bolas de fogo brilhantes devido ao atrito com o ar.

3

Leônidas nada generosa

O problema desta vez é que a chuva de meteoros pode decepcionar um pouco os observadores, já que os corpos celestes cruzando o céu podem ser bem espaçados.

2

Os especialistas explicam que, este ano, não será a chuva mais intensa, já que o grande espetáculo das Leônidas acontece mesmo a cada 33 anos. Durante estas “edições especiais”, como a prevista para o ano de 2034, é possível observar até 1000 meteoros por segundo.

Chuva de meteoros x Superlua

Além disso, a maior Superlua do século, que ainda está dando espéculo durante as noites, pode atrapalhar a observação da chuva de meteoros. A claridade do céu pode ofuscar alguns meteoros, mesmo que você esteja em uma área aberta, longe da luminosidade da cidade, como é recomendado.

1

Agora, se você não conseguir ver a chuva de meteoros, não se preocupe. A Superlua entrará em fase minguante a partir do dia 21 de novembro e, mesmo que forma mais esparsa, os meteoros seguem surgindo no céu, durante as madrugadas. E, se de tudo ainda não for possível a sua observação, o jeito mesmo é aguardar até o mês de novembro de 2017, quando o fenômeno voltará a acontecer.

E, por falar em coisas curiosas que estão acontecendo acima de nossas cabeças, você deveria conferir ainda esta outra matéria: Ouça o bizarro som de Júpiter capturado por sonda da Nasa.

Fonte: Superinteressante