Curiosidades

12 coisas que são proibidas na Rússia e você não sabia

Muitas coisas que nos parecem normais são na verdade estranhas e até ilegais em outros países, como a Rússia. Veja algumas delas a seguir.

Cada país tem seus próprios costumes, tradições e leis que são muito diferentes de outros lugares. Assim, o que pode ser feito em uma parte do mundo pode ser impensável em outra. A Rússia não foi uma exceção e também tem muita coisa que é proibido por lá, tanto no nível social quanto legislativo.

Se no primeiro caso eles só vão te olhar mal e no máximo tentar evitar a sua companhia, no segundo tudo pode acabar bem pior: começando com uma multa alta e terminando com prisão. Por isso, aqui estão algumas situaçõe impróprias ou proibidas na Rússia.

12 coisas que são proibidas na Rússia e você não sabia

1. Propagandas gay

Nada de propagandas que mostrem relações não “tradicionais” a menores de idade. Isso é o que diz, basicamente, a lei de 2013 sobre o assunto. A punição é multa de até 150 dólares, algo em torno de 470 reais, para pessoas físicas; e de até 30 mil dólares ou 93,7 mil reais, para pessoas físicas.

Se a propaganda for na internet, então, as punições prometidas são mais severas. E se for um estrangeiro na Rússia, é possível pegar até 15 dias de detenção.

Continua após a publicidade

A lei, como você já deve imaginar, inclui em suas proibições manifestações ativistas em apoio à causa gay e, obviamente, as próprias paradas. Aliás, até 1993, na Rússia, os homossexuais eram vistos como criminosos. Hoje, no entanto, naquele país, são vistos como doentes mentais.

2. Adoção de crianças russas por americanos

Essa lei existe desde 2012. A vantagem é que Putin não inventou nenhuma desculpa esfarrapada para decretar a lei na Rússia. Segundo ele mesmo, essa foi uma retaliação contra uma lei similar, baixada por Obama.

3. Bitcoin

O dinheiro que está reescrevendo a história da internet, claro, é proibido na Rússia. Conforme as autoridades do país, as moeda virtual é ilegal porque pode ser usada para fazer terrorismo financeiro, para lavagens de dinheiro, além de ser uma moeda paralela à vigente na Rússia.

4. Obscenidades em público

Desde 2014, uma lei nova proíbe atos e gestos obscenos em apresentações públicas. Aliás, um cumprimento com beijo por exemplo, é motivo para punições pesadas.

Continua após a publicidade

Por outro lado, no entanto, uma outra lei russa criminaliza ofensas a religiosos e é completamente ignorada.

5. Carteira de motorista para transgêneros e transexuais

Na Rússia, transexuais, transgêneros e uma série de outros casos, como pessoas que praticam fetichismo, voyeurismo e exibicionismo, por exemplo, são vistos como doentes mentais.

E, muito em breve, nenhuma dessas pessoas poderão dirigir na Rússia. Conforme o governo russo, a medida está endurecendo na Rússia para evitar os “altos números de acidentes de trânsito”.

6. Beber álcool na rua

Os filmes de faroeste criaram um estereótipo sobre os russos como pessoas viciadas em álcool. Segundo o cinema, todas as pessoas na Rússia bebem vodca em qualquer lugar a qualquer hora do dia e até praticam esse costume no meio da rua.

Continua após a publicidade

No entanto, o estrangeiro que tentar parodiar esse “hábito” pode receber uma multa. O consumo de bebidas alcoólicas só é aceito em bares, restaurantes e lanchonetes.

Tomar um ou dois drinks em casa também não é crime. Mas mesmo carregar uma garrafa de cerveja em uma cidade grande e sentar para beber em um parque pode acabar em um confronto desagradável com a polícia.

7. ONGs estrangeiras

O presidente Vladimir Putin pode, por meio da Justiça, decretou uma lei que define quando uma ONG estrangeira é “indesejável” na Rússia, caso apresentem alguma “ameaça” à ordem constitucional, à segurança nacional ou à defesa do país.

Isso coloca em risco, por exemplo, a atuação na Rússia de ONGs de alcance nacional, como a Anistia Internacional e Human Rights Watch.

Continua após a publicidade

8. Falar mal do governo

Nos últimos anos, a situação política na Rússia tornou-se muito mais complicada. Muitas pessoas críticas ao Kremlin tiveram que deixar o país e algumas que não o fizeram estão agora na prisão.

Hoje em dia, os russos são muito cuidadosos ao falar sobre o presidente, então é melhor evitar perguntar a um nativo deste país o que ele pensa sobre o assunto.

Também é altamente recomendável evitar dar sua própria opinião. Bom, mesmo que você seja estrangeiro, não é garantia de que não vá receber multa no país.

9. Serviços online com servidores estrangeiros

Desde 2016, redes sociais, emails, aplicativos, serviços de armazenamento de dados em nuvens e outros serviços online só podem atuar na Rússia se os dados dos usuários ficarem armazenados na própria Rússia.

Continua após a publicidade

A lei foi aprovada pelo parlamento russo, em julho de 2014. A justificativa para isso tudo é o suposto combate à pirataria e a maior segurança nacional.

Aliás, esse último assunto se tornou uma fixação da Rússia depois que informações secretas dos Estados Unidos foram descobertas e vazadas por Edward Snowden.

10. Ring girls de biquíni

E, para os homens que vão ou assistem aos lutas somente para babar nas “ring girls”, um alerta: na Rússia, desde junho de 2015, as garotas que fazem passeios com as placas pelos rings não podem mais fazer isso de biquíni.

O motivo? Bom, segundo a World of Boxing, uma das maiores promotoras de eventos de boxe da Rússia e responsável pela medida radical, a intenção é que se respeite o islamismo e outras crenças religiosa no meio das lutas de box.

Continua após a publicidade

11. Memes

Quer fazer gracinha? Não faça isso na Rússia! Pelo menos não queira criar memes com a imagem de uma autoridade pública, como o presidente Putin, por exemplo.

Para se ter ideia do quanto o assunto é sério na Rússia, o País tem até um departamento, uma agência federal, responsável pela supervisão de tecnologia de informação e comunicações.

Assim, caso um uma personalidade publica se senta ofendido por alguma brincadeirinha online, ela pode acionar o responsável pelo tal departamento e, este, pode acionar a justiça.

12. Filmes “mentirosos”

Quer que um filme histórico seja visto na Rússia? Então conte a “verdade” sobre os fatos. Pelo menos é esse o recado enviado a Hollywood com o veto ao longa Child 44. O filme está restrito no País de Putin por “distorcer os fatos históricos”.

Continua após a publicidade

Em suma, o enredo do filme trata sobre um assassino em série que agiu ainda na era soviética, na década de 1950. Child 44 se baseia no romance de Tom Rob Smith, escrito em 2008, relata a caça ao tal assassino, cujas vítimas eram, na maioria, crianças.

Fontes: Uol, Intrínseca, dol

Leia também:

21 praias exóticas e estranhas do mundo que você nunca viu

Continua após a publicidade

Chichén Itzá: conheça essa cidade histórica maia

Castelo de Buda: história e como visitar o palácio de Budapeste

Lugares mais frios do mundo: destinos gelados no globo

Países mais visitados, quais são? Tudo sobre eles

Continua após a publicidade

Lugares misteriosos: 20 destinos surpreendentes pelo mundo inteiro

Próxima página »

Escolhidas para você