História

Taiwan: entenda o conflito entre a ilha e a China

O conflito sobre Taiwan também tem o potencial de ser um ponto de inflamação nas relações Estados Unidos-China.

O conflito direto entre China e Taiwan pode estar cada vez mais perto. Isso porque a visita da presidente dos EUA, Nancy Pelosi, a Taiwan provocou intensas tensões entre os dois países poderosos – China e Estados Unidos.

Observando que é a visita de mais alto nível de um político americano a Taiwan em 25 anos, a China condenou a visita de Pelosi e a chamou de extremamente perigosa.

Em suma, as tensões entre os dois países – China e Taiwan- aumentaram porque a China vê a ilha como uma província separatista que eventualmente estará sob o controle de Pequim, no entanto, Taiwan se vê como um país independente, com sua própria constituição e líderes democraticamente eleitos.

Portanto, a recente visita da oradora norte-americana Pelosi a Taiwan é vista pela China como uma intrusão no seu plano e não está sendo bem vista por Pequim.

Continua após a publicidade

Taiwan é um país?

Taiwan é uma ilha que fica a cerca perto da costa do sudeste da China. Ele fica na chamada “primeira cadeia de ilhas no Estreito de Taiwan”, que inclui uma lista de territórios amigos dos EUA que também são cruciais para a política externa dos EUA.

Se a China assumir o controle de Taiwan, alguns especialistas ocidentais sugeriram que ela poderia ser mais livre para projetar poder na região do Pacífico Ocidental e poderia até ameaçar bases militares dos EUA tão distantes quanto Guam e Havaí. No entanto, a China insistiu que suas intenções são puramente pacíficas.

Origem do conflito entre Taiwan e China

A República Popular da China (RPC) vê a ilha como uma província renegada e promete eventualmente “unificar” Taiwan com o continente. Em Taiwan, que tem seu próprio governo democraticamente eleito e abriga 23 milhões de pessoas, os líderes políticos têm opiniões divergentes sobre o status da ilha e as relações com o continente.

O conflito entre os dois países começou na década de 1950 e resultou no conflito armado por ilhas estratégicas no Estreito de Taiwan. As tensões através do Estreito aumentaram desde a eleição do presidente taiwanês Tsai Ing-wen em 2016.

Continua após a publicidade

Tsai se recusou a aceitar uma fórmula que seu antecessor, Ma Ying-jeou, endossou para permitir o aumento dos laços através do Estreito.

Enquanto isso, Pequim tem tomado ações cada vez mais agressivas, inclusive voando caças perto da ilha. Alguns analistas temem que um ataque chinês a Taiwan tenha o potencial de atrair os Estados Unidos para uma guerra com a China.

Por que o conflito entre Taiwan e China interessa os EUA?

Em 1979, os Estados Unidos estabeleceram relações diplomáticas formais com a RPC. Ao mesmo tempo, cortou seus laços diplomáticos e revogou seu tratado de defesa mútua com Taiwan.

Contudo, os EUA mantêm um relacionamento não oficial amigável com a ilha e continuam a vender equipamentos de defesa para seus militares. Pequim pediu repetidamente a Washington que pare de vender armas e interrompa o contato com Taipei.

Continua após a publicidade

Por meio de sua política de ambiguidade estratégica, os Estados Unidos há décadas tentam manter um equilíbrio delicado entre apoiar Taiwan e evitar uma guerra com a China.

No entanto, o presidente Joe Biden aparentemente rejeitou a política, afirmando várias vezes que os Estados Unidos viriam em defesa de Taiwan se a China atacasse. Funcionários da Casa Branca recuaram seus comentários, dizendo que a política não mudou, mas que, em última análise, o presidente decide como responder.

Alguns especialistas e vários membros do Congresso saudaram as declarações de Biden, argumentando que o aumento da agressão da China exige clareza. Outros especialistas discordaram dessa posição.

Importância de Taiwan para o mundo

A economia de Taiwan é extremamente importante para o mundo. Grande parte dos equipamentos eletrônicos como laptops, relógios e consoles de jogos – é alimentado por chips de computador feitos em Taiwan.

Continua após a publicidade

Aliás, uma única empresa de Taiwan – a empresa de fabricação de semicondutores de Taiwan ou TSMC – tem mais da metade do mercado mundial.

A TSMC é a chamada ‘fundição’ – uma empresa que fabrica chips projetados por consumidores e militares. É uma vasta indústria que valia quase US$ 100 bilhões em 2021.

Portanto, uma invasão chinesa em Taiwan pode dar a Pequim algum controle sobre uma das indústrias mais importantes do mundo.

Como o conflito entre Taiwan e China está atualmente?

A China vê Taiwan como parte de seu território, e a visita de Pelosi é vista como uma violação de sua soberania.

Continua após a publicidade

Também vê isso como uma violação do compromisso de Washington com uma “política de uma só China”, reconhecendo Pequim como o único governo legítimo da China.

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, criticou Washington em um comunicado na terça-feira (02), dizendo que sua traição à China “na questão de Taiwan está levando à falência sua credibilidade nacional”.

Tanto os EUA quanto a China intensificaram a atividade militar na região antes da visita, com o Comando do Teatro Oriental da China iniciando operações aéreas e marítimas conjuntas em todas as direções ao redor da ilha poucos minutos depois de Pelosi desembarcar em Taipei.

Como uma crise pode se desenrolar continua sendo uma questão de especulação, mas dificilmente seria sem precedentes. Seria de fato a quarta crise do Estreito de Taiwan, após incidentes semelhantes em 1954, 1958 e em meados da década de 1990.

Continua após a publicidade

Fontes: Exame, Educação Uol, BBC

Outros conteúdos que podem interessar:

Episódio de Os Simpsons previu conflito entre Rússia e Ucrânia, em 1998
Conflito na Ucrânia pode afetar o Brasil por meio da economia
10 fatos para entender o conflito entre Rússia e Ucrânia e como ele afeta o Brasil
Conflito na Venezuela: motivos, envolvidos e o que pode acontecer

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você