6 raças de cachorros que foram extintas e não existem mais (redirecionado)

Diversas raças de cães desapareceram porque a maioria delas tinha como classificação os cargos dentro da sociedade.

Conheça algumas das raças de cães que desapareceram

Diversas raças de cães desapareceram porque a maioria delas tinha como classificação os cargos. Sendo assim, eram famosos por ser um “cão para caçar cervos” ou o “cachorro de colo”.

Portanto, não existiam raças oficiais. Além disso, alguns dos cachorros tinham nomes de lugares devido à maioria ser encontrado facilmente em determinado local. Por isso, várias raças de cães desapareceram e se perderam com o tempo, já que ninguém os catalogava.

De acordo com o professor emérito do Centro de História da Ciência, Tecnologia e Medicina da Universidade de Manchester, no Reino Unido, Michael Worboys, os mesmos tipos de cachorro viviam juntos. Ou seja, aqueles que exerciam a mesma função. Contudo, não se sabe se eram da mesma raça. 

Confira abaixo algumas destas raças de cães que desapareceram: 

Continua após a publicidade

Veja algumas raças de cães que desapareceram

1. Turnspit

Conheça algumas das raças de cães que desapareceram

Essa é uma das raças de cães que desapareceram. Ela vivia em lugares montanhosos no Sul do País de Gales, no Reino Unido. Um dos últimos registros desse cachorro é uma lapidação na parede de um castelo. A cadelinha se chamava Whisky. 

Continua após a publicidade

O cão possui um corpo longo como uma salsicha e pernas curtas. Portanto, se assemelha a um dachsund. Contudo, tem um pêlo um pouco maior e sedoso de cor vermelha. Dessa forma, têm características de Yorkshire terrier. Além disso, tem a cauda felpuda como, por exemplo, o do lulu-da-pomerânia. O rosto é similar ao do cocker spaniel. 

Por isso, é um dos cães extintos na era vitoriana. Whisky ficava na cozinha de uma propriedade rural. Ademais, possuía um tipo de roda pra hamster proporcional ao seu tamanho. Sendo assim, corria no aparelho que fazia girar um espeto de assar. 

Continua após a publicidade

2. Poi

O Poi também é uma das raças de cães que desapareceram. Esse cachorro se alimentava somente de vegetais. Ademais, esse cão não era visto como “melhor amigo do homem”.

Portanto, era tratado mais como uma cabra por ser criado em grande número. Essa raça possuía a coloração branca do pelo. As orelhas sempre em pé como as de um lobo. Poi tem como origem o Havaí.

3. Salish

Conheça algumas das raças de cães que desapareceram

Continua após a publicidade

Salish veio da costa noroeste do Pacífico, no Canadá. Sendo uma das raças de cães que desapareceram, tinha como função ser um cão-pastor. Além disso, sua grande quantidade de pêlo servia como lã. Como reflexo, auxiliava na confecção de roupas. 

4. Talbot

Conheça algumas das raças de cães que desapareceram

Esses cães eram famosos como companheiros de caça e batalha. Sendo assim, mesmo sendo lentos, tinham grandes habilidades olfativas e rastreadoras. Devido a isso, aparecem em diversos brasões de armas desde 1066.

Tem a pelagem branca e com orelhas longas, caídas e marrons. O Talbot sumiu durante o século XVI. Beagles e bloodhounds, são parentes muito próximos, por exemplo.

Continua após a publicidade

5. Southern Hound

Conheça algumas das raças de cães que desapareceram

As habilidades são semelhantes às do Talbot. Surgiram em meados de 1400. No entanto, eram mais rápidos e conseguiram capturar raposas. A extinção dessa raça aconteceu em 1800. 

6. Kuri

Apesar da péssima aparência e do olfato ruim, eles eram companheiros para as mulheres maori. Eles surgiram na Polinésia e foram levados para a Nova Zelândia no século XIII.

Continua após a publicidade

Sua carne e a pele eram frequentemente utilizadas. Ademais, não conseguiram sobreviver ao cruzamento com cães da Europa. Por isso, foi uma das raças de cães que desapareceram, em 1860.

Veja também sobre a A migração dos caranguejos vermelhos: como, onde e quando acontece?

Outras postagens