Descubra se você já teve dados hackeados e vazados na internet

Não é difícil, hoje em dia, ver notícias por aí de pessoas que têm as contas de e-mail, das redes sociais ou mesmo o computador ou o celular invadidos e os dados hakeados. O problema é que situações assim não parecem sérias até acontecerem conosco ou com alguém muito próximo a nós. Não é verdade?

E, se você pensa que você não é interessante para um hacker por não ser famoso ou rico, fique sabendo que essa não é a lógica do “negócio”. Todos que estão na internet estão sujeitos às invações e, claro, a ter os dados hackeados e vazados na internet.

A situação pode ser ainda pior quando o que é violado são bancos de dados de empresas gigantescas e seu email, juntamente com o email de milhares de outras pessoas, se torna isca fácil para golpes por meio do phishing, que acontece quando alguém se passa por uma empresa e tenta roubar seu dinheiro ou suas senhas. Já pensou que isso é possível?

6

Sem contar que, com senhas de acesso fracas, todos nós estamos desprotegidos e podemos ter fotos e vídeos íntimos vazados, bem como mensagens confidenciais, segredos de diversas naturezas e assim por diante. Tenso, não?

Se você ficou impressionado com o assunto e quiser checar se você também já teve dados hakeados e, de alguma forma, vazados na internet, não deixe de conferir esta matéria até o fim. Como você vai ver, é possível checar se já violaram sua privacidade em segundos, sem ter que pagar nada e nem sair de casa.

Como saber se você já teve dados hackeados na internet:

1. A primeira coisa, claro, é acessar o site haveibeenpwned.com

1

2. Na barra de busca em destaque, digite o endereço de email a ser checado e pressione o botão “pwned?”

2

3. Se você já deteve dados hackeados e vazados, você vai ver a imagem abaixo, dizendo “Oh, no!” (Oh, não).

4

Detalhes sobre quais foram os dados hakeados te afetaram serão listados na tela, mesmo que sua conta de email tenha ido do “brinde” em um pacote de emails de alguma empresa.
4. Caso você nunca tenha sofrido ataques à sua privacidade no meio virtual, a imagem vista será a que mostramos a seguir, informando você das “Good news” (boas notícias).

3

E agora, o que fazer?

Caso você tenha dados hackeados e vazados na internet, a notícia não é muito boa: infelizmente, não há muito o que fazer. A recomendação dos especialistas é para que você se previna contra um novo ataque, trocando as senhas dos serviços nos quais você é cadastrado com o email invadido, de preferência usando uma combinação maior de caracteres, como letras maiúsculas, minúsculas e números.

5

Outra forma de garantir uma segurança mais reforçada na internet é ativando os sistemas de verificação em duas etapas.

E, se quiser descobrir o que você JAMAIS deveria usar como senha na internet, não deixe de ler esta outra matéria: 25 senhas online que você jamais deveria usar.

Fonte: Olhar Digital