Saúde

Cafeína pode matar? Quando a cafeína é um risco?

Embora a cafeína geralmente seja segura, os especialistas estão alertando sobre os perigos associados a grandes quantidades dessa substância.

Você sabia que excesso de cafeína mata? Para a maioria das pessoas, a quantidade de cafeína em 2 a 4 xícaras de café por dia não é prejudicial. No entanto, muita cafeína pode causar problemas, e inclusive, levar à morte.

Em suma, por muito tempo, pensamos na cafeína como uma substância inofensiva. Ou seja, ela certamente é menos prejudicial do que drogas ou álcool e não causa diabetes da mesma forma que o açúcar pode causar.

Todavia, estudos recentes mostram que ela não é tão inofensiva quanto pensamos. A ciência estuda a cafeína mais do que qualquer outra substância que tomamos, e os cientistas chegaram a um amplo acordo sobre os efeitos negativos da substância.

Vamos descobrir esses efeitos e quais alimentos são ricos em cafeína, neste artigo.

Continua após a publicidade

O que é cafeína?

Muitos de nós desfrutam de um estimulante diário, como uma xícara de café, um refrigerante gelado, uma xícara de chá quente ou uma bebida energética.

Contudo, o que você não sabe é que todas essas bebidas compartilham um ingrediente comum: a cafeína. Ela vem de uma variedade de fontes naturais, mas também pode ser sintetizada.

Dessa forma, a cafeína é uma droga estimulante, o que significa que acelera as mensagens que viajam entre o cérebro e o corpo. Aliás, uma pesquisa mostrou que as bebidas são a principal fonte dietética de cafeína. A cafeína não só é consumida diariamente por grande parte da população, como também é um dos ingredientes alimentares mais estudados na Terra.

Além disso, o consumo moderado de cafeína é considerado na faixa de 300 a 400 miligramas por dia (mg/dia), ou cerca de três a quatro xícaras de café caseiro por dia, portanto, vale lembrar que o excesso de cafeína mata.

Continua após a publicidade

12 efeitos colaterais da cafeína na saúde

O excesso de cafeína pode causar efeitos na saúde como:

1. Dormir mal ou ter insônia. Nesse caso, evite café ou alimentos com cafeína após as 16h ou mais cedo;
2. Dores de cabeça ou tonturas;
3. Batimento cardíaco rápido ou causar ritmos cardíacos anormais;
4. Nervosismo, irritação e tremores;
5. Azia: a cafeína aumenta a liberação de ácido no estômago, às vezes levando a uma dor de estômago ou azia;
6. Pressão alta;
7. Ansiedade e/ou ataques de pânico podem ser desencadeados ou agravados pela cafeína;
8. Desidratação: a cafeína é um diurético, o que significa que faz seu corpo perder mais água. Portanto, as bebidas que contêm cafeína não são boas se você estiver com sede, se exercitando ou trabalhando no calor.
9. Tolerância: necessidade de cafeína para ‘funcionar’ ou ‘sentir-se normal’.
10. Sintomas de abstinência: se você parar de usar cafeína, pode sentir fortes dores de cabeça, dores musculares, humor deprimido e irritabilidade.
11. Reações de sensibilidade: algumas pessoas são mais sensíveis aos efeitos da cafeína do que outras.
12. Interações com alguns medicamentos.

Excesso de cafeína mata

A overdose de cafeína é perigosa e pode matá-lo. Pessoas morreram por excesso de cafeína, incluindo um personal trainer de 29 anos que morreu após tomar uma overdose de comprimidos de cafeína após calcular mal a quantidade de pó que deveria usar na balança de cozinha.

Em suma, usando o pacote, o jovem de Colwyn Bay, no norte do País de Gales, inventou uma combinação com sete vezes a quantidade sugerida antes de passar mal e vir a óbito.

Continua após a publicidade

Um exame pericial revelou que ele tinha 392mg de cafeína por litro de sangue, o equivalente a até 200 xícaras de café.

Além disso, um inquérito investigando a morte de Mansfield relatou como 78mg por litro de sangue ou mais pode ser fatal, implicando que o personal trainer recebeu quase cinco vezes o nível letal.

Desse modo, a causa médica da morte de Mansfield foi declarada como envenenamento por cafeína.

Continua após a publicidade

Quanta cafeína está em nossos alimentos ou bebidas?

Muitos alimentos embalados, incluindo bebidas e suplementos alimentares que contêm cafeína, fornecem voluntariamente informações no rótulo sobre a quantidade de cafeína que contêm.

Continua após a publicidade

Portanto, os consumidores devem ter cuidado ao consumir pela primeira vez um novo alimento que contém cafeína adicionada se a quantidade de cafeína no alimento não puder ser lida no rótulo.

Existem vários bancos de dados online que fornecem estimativas do teor de cafeína de certos alimentos e bebidas, como café e chá.

No entanto, a quantidade nessas bebidas preparadas pode variar dependendo de fatores como como e onde os grãos de café e as folhas de chá foram cultivados e processados ​​e como o produto da bebida é feito.

6 produtos que contém cafeína

1. Cafés

Café: 60–120mg/250ml copo
Café instantâneo (1 colher de chá / xícara): 60–80mg/250ml copo

Continua após a publicidade

2. Refrigerantes

Coca-Cola (1 lata – 330 ml): 34 mg
Coca-Cola Light (1 lata – 330 ml): 45 mg
Refrigerante Coca-Cola Zero (1 lata – 330 ml): 35 mg
Pepsi (1 lata – 330 ml): 38 mg
Pepsi Light (1 lata – 330 ml): 36 mg
Guaraná Antártica (1 lata – 350 ml) – 2 mg

3. Energéticos

Red Bull (1 lata – 330 ml): 80 mg
Night Power (1 lata – 250 ml): 83 mg
Red Hot (1 lata – 250 ml): 92 mg
Monster (1 lata – 250 ml): 80 mg
Burn (1 lata – 250 ml): 36 mg

4. Chás que contém cafeína

Mate – 240ml – 27mg
Preto (1 chávena – 240 ml): 45 mg
Chá verde (1 chávena – 240 ml): 20 mg
Chá branco (1 chávena – 240 ml): 15 mg
Iced Tea (1 lata – 330 ml): 26 mg

5. Chocolates

Leite achocolatado (1 chávena – 240 ml): 4 mg
Achocolatado em Geral 240ml – 4-5mg
Chocolate preto (30 gramas): 20 mg
Chocolate de leite (30 gramas): 6 mg
Cacau em pó (3 colheres de chá): 8 mg

Continua após a publicidade

6. Medicamentos que contém cafeína

Dorflex® – 1 comprimido: 50mg
Coristina D – 1 comprimido: 30mg
Engov – 1 comprimido: 50mg
Neosaldina – 1 comprimido: 30mg
Benegripe – 1 comprimido: 30mg

Quanta cafeína é demais?

Para adultos saudáveis, segundo pesquisas, consumir 400 miligramas por dia – cerca de quatro ou cinco xícaras de café – é uma quantidade geralmente não associada a efeitos negativos perigosos.

No entanto, há uma grande variação na sensibilidade das pessoas aos efeitos da cafeína e na rapidez com que a metabolizam (quebra).

Por outro lado, certas condições tendem a tornar as pessoas mais sensíveis aos efeitos da cafeína, assim como alguns medicamentos. Além disso, se você estiver grávida, tentando engravidar ou amamentando, ou estiver preocupada com outra condição ou medicação, você deve conversar com seu médico sobre a necessidade de limitar o consumo de cafeína.

Continua após a publicidade

Por fim, os pediatras desencorajam o consumo de cafeína e outros estimulantes por crianças e adolescentes.

Então, achou interessante saber que o excesso de cafeína mata? Pois, leia também: Conheça os alimentos que mais contém cafeína no mundo

Próxima página »

Escolhidas para você