Flatulências, o que são? Causas, sintomas e principais tratamentos

As flatulências são resultado do processo natural da digestão, mas quando ocorrem de forma excessivo podem provocar muito desconforto.

Flatulências - causas, sintomas e principais tratamentos

As flatulências são mais conhecidas pelos nomes populares de pum, peido ou gases. Independente do nome dado, a verdade é que elas podem ser responsáveis por muita dor e desconforto. Isso sem falar no risco de incidentes bem constrangedores.

Os gases formados durante a digestão podem sair do corpo pela boca (arrotos) ou… por baixo (flatos). Geralmente, eles são produzidos por carboidratos que, por algum motivo, não foram quebrados no estômago. Assim, como o intestino não consegue completar digestão, a fermentação gera gases.

Em média, um adulto saudável pode expelir cerca de 20 flatos por dia. Quando há um excesso de flatulências no corpo, pode haver muita dor e cólica. A condição pode estar ligada a uma série de causas, bem como ter algumas soluções diferentes.

Sintomas

Flatulências - causas, sintomas e principais tratamentos
Medical News Today

Os principais sintomas de flatulências em excesso são bem simples e podem incluir:

Continua após a publicidade
  • Cólicas;
  • Inchaço e aumento do volume do abdômen;
  • Dores abdominais de forma pontada;
  • Endurecimento da barriga.

Em alguns casos, também pode haver prisão de ventre ou diarreia, dependendo da causa.

Principais causas

Flatulências - causas, sintomas e principais tratamentos
Befitglitz

Como já explicamos, a produção de flatulências é um processo natural da digestão. Entretanto, existem alguns hábitos ou situações que podem levar ao excesso de gases no corpo humano. Entre eles estão:

Continua após a publicidade
  • Mastigar muito rápido ou de boca aberta, pois faz com que haja mais ar no sistema digestório;
  • Conversar enquanto mastiga;
  • Ingerir alimentos que contribuem para flatulências, assim como feijão, brócolis, leite, batata, ovo, lentilha e repolho;
  • Sofrer de condições intestinais como prisão de ventre ou doença de Crohn;
  • Possuir intolerâncias alimentares;
  • Consumir suplementos ricos em proteína;
  • Ser sedentário e não se exercitar.

Além disso, o acúmulo de flatulências é extremamente comum em gestantes. Isso porque os movimentos intestinais são reduzidos, aumentando a decomposição das fezes.

Alguns fatores genéticos ou dietas com muita fibra e carboidratos, mas pouca gordura; também podem contribuir para a produção de fazes.

Continua após a publicidade

O que fazer para reduzir as flatulências

Flatulências - causas, sintomas e principais tratamentos
Thrillist

A principal forma de diminuir os gases é mudar a dieta. Reduzir o consumo de leguminosas como feijão, ervilhas, lentilha e soja, por exemplo, é uma boa solução. Isso porque esses alimentos costumam fermentar no intestino.

Algumas pessoas também podem perceber o excesso de gases relacionados a alimentos específicos. Isso pode acontecer com farinha (pães e massas), batatas, cebolas e rabanetes, além de sucos adoçados com frutose ou adoçante artificial.

Por outro lado, alguns alimentos responsáveis pela produção de gases são importantes para a saúde. Inclusive, ingredientes como repolho, brócolis, couve-flor e couve-de-bruxelas são recomendados pela Sociedade Americana de Câncer.

Outros hábitos indicados são mastigar bem os alimentos, sem pressa, bem como não conversar enquanto come. Andar durante o dia também pode ajudar, uma vez que estimula movimentos do intestino.

Continua após a publicidade

Fontes: Minha Vida, Drauzio Varella, Cuidados Pela Vida, Tua Saúde

Imagens: Thrillist, Befitglitz, Medical News Today, Mental Floss

Outras postagens