Ciência & Tecnologia

Força g: o que é e quais os efeitos no corpo humano?

A força g é a aceleração relativa à gravidade da Terra e é muito importante para pessoas apaixonadas pela velocidade e por desafiá-la.

Uma vez que existem pessoas dispostas a desafiar os limites da velocidade, existem também os estudos em relação a isso. Visto que a aceleração está intimamente ligada aos efeitos da força g, certamente você precisará conhecê-los. Não apenas para preservar a sua saúde, mas também para saber os limites da velocidade.

A força g nada mais é do que a aceleração relativa à gravidade da Terra. Nesse sentido, essa é a aceleração que age sobre nós. Logo, 1 g corresponde à pressão aplicada ao corpo humano pela constante gravitacional 9,80665 metros por segundo ao quadrado. Essa é a aceleração exercida naturalmente por nós aqui na Terra. Contudo, para alcançarmos outros níveis da força g, é necessário que uma força mecânica esteja agindo também.

A princípio, não é muito difícil de calcular os Gs. Na verdade é bem simples. Tudo se baseia em multiplicação. Se 1 g é 9,80665 metros por segundo ao quadrado, então 2 g vai ser esse valor multiplicado por dois. E assim por diante.

Quais os efeitos que a força g pode causar no corpo humano?

Força g - quais os efeitos que ela causa no corpo humano
Fonte: orlandoemrevista

Primeiramente, é importante saber que a força g pode ser classificada como positiva ou negativa. Em suma, os Gs positivos empurram você contra o banco. E, em contrapartida, os Gs negativos empurram você contra o cinto de segurança.

Continua após a publicidade

Em situações como voos de aeronaves, a força g atua em três dimensões x, y e z. Já em carros, só em duas. No entanto, para uma pessoa não desmaiar por falta de oxigênio, ela deve manter a 1 g. Pois essa é a única força que mantém a pressão que os humanos conseguem suportar que é 22 mmHg. Mas isso não significa que eles não consigam sobreviver em níveis de forças mais elevados. Contudo, ele provavelmente sofrerá os efeitos do G – LOC.

Para que o corpo atinja 2 g não é muito difícil e não existem muitos efeitos colaterais.

3 g: aumentando o nível da força g

Força g - quais os efeitos que ela causa no corpo humano
Ludovica

Em princípio, esse seria o nível em que os efeitos colaterais do G – LOC começam a ser sentidos. Apesar de não serem muito fortes, a pessoa sente um desconforto.

Quem costuma enfrentar essa força são motoristas de ônibus espaciais no momento de lançamento e a reentrada.

Continua após a publicidade

4 g a 6 g

Força g - quais os efeitos que ela causa no corpo humano
Folha de São Paulo

Mesmo que a princípio pareça difícil atingir essas forças, na verdade é bem mais fácil do que se imagina. Montanhas-russas, dragsters e carros de F1 conseguem atingir esses níveis com facilidade.

Por isso, normalmente nesse nível os efeitos do G-LOC já são bem mais intensos. As pessoas podem ter perda temporária da capacidade de ver cores e da visão, perda da consciência e da visão periférica temporariamente.

9 g

Piloto de caça
Escola Educação

Esse é o nível alcançado por pilotos de caça ao fazerem manobras aéreas. Mesmo que eles sejam extremamente treinados para lidar com os efeitos G-LOC, ainda é difícil conseguir esse feito.

18 g

Flash
Legião de Heróis

Embora esse seja o valor em que os cientistas acreditam ser o limite que o corpo humano aguentaria, há pessoas que já chegaram ao 70 g. Quem atingiu esse feito foram os pilotos Ralf Schumacher e Robert Kubica. Contudo, eles alcançaram essa força por milésimos de segundo. Caso contrário, seus órgãos seriam comprimidos até levar ao óbito.

Continua após a publicidade

Leia também:

Fontes: Tilt, Geotab.

Próxima página »

Escolhidas para você