História

Gigantes da Mitologia Grega, quem são? Origem e principais batalhas

Os gigantes da mitologia grega eram criaturas selvagens e mais fortes que os humanos, e por isso causadores de guerras contra os deuses.

Por Adelina Lima

Segundo a mitologia grega os gigantes eram uma raça nascida da batalha entre Urano e Cronos, onde o sangue de Urano foi derramado sobre Gaia. Desse modo, acreditava-se que eles eram guerreiros, filhos de Gaia e empunhavam grandes escudos e lanças. Além disso, os gigantes usavam armaduras primitivas reluzentes feitas de peles de animais entrelaçadas com pedras e carvões em chamas.

Em termos de aparência, os gigantes pareciam parcialmente humanos, mas enormes em tamanho e de comportamento selvagem. Inclusive, alguns deles em vez de ter pernas como as de um mortal humano, possuíam membros inferiores que consistiam em muitas serpentes entrelaçadas.

Também contribuindo para sua aparência assustadora estavam seus cabelos e barbas: sujos, longos e despenteados. Ao contrário dos deuses, os Gigantes eram mortais e podiam ser mortos tanto por deuses quanto por mortais.

Origem dos gigantes

Fonte: Pinterest

O mito de Cronos diz que ele estava desesperado para derrubar seu pai, Urano, libertar seus irmãos e garantir que nunca mais haveria outra criança nascida do pai que agora era um monstro. Então, usando uma foice feita de pedra, Cronos castrou seu pai.

Conforme seus testículos e sangue derramavam sobre Gaia, ela paria um novo membro da família dos Gigantes. Desse modo, as criaturas eram seres terríveis e maiores do que qualquer mortal que já pisou na terra.

Além deles, as Erínias (Fúrias) e as Melíades (ninfas das árvores) também nasceram da castração de Urano.

Gigantomaquia ou Guerra dos Gigantes

Gigantes da Mitologia Grega - quem são e como foram criados?
Fonte: Pinterest

Embora não tenham nascido diretamente de uma mãe e de um pai, havia alguns deuses que tentavam proteger os gigantes como se fossem seus próprios filhos. No entanto, todos eles seriam derrotados e mortos com a ajuda de um filho mortal de Zeus e com os esforços de outros deuses também.

Para esclarecer, os deuses do Olimpo estavam constantemente disputando o poder e governo do cosmos, substituindo um líder por outro e destruindo os rumos que foram tomados no passado. Às vezes, essas batalhas começavam por causa de intrigas menores ou incidentes que envolviam traição ou ofensa.

No caso da Gigantomaquia, uma grande guerra começou com o roubo do gado de Hélios, o deus do sol, pelo Gigante Alcioneu. Como resultado, Helios ficou furioso e em um acesso de raiva, exigiu justiça de Zeus e dos outros deuses.

Profecia sobre o fim dos gigantes

Fonte: Pinterest

Como era típico nessas batalhas, uma profecia anteviu que os Gigantes só poderiam ser derrotados se um mortal ajudasse os deuses. Todavia, Gaia desejava protegê-los a todo custo, pois os considerava seus filhos, apesar de terem sido criados pelo sangue de Urano. Com efeito, ela passou a buscar um planta especial que garantisse a sua proteção.

Por outro lado, Zeus não compartilhava dos sentimentos de Gaia, e afirmava com veemência que os gigantes eram criaturas perigosas e violentas. Então, o pais dos deuses do Olimpo ordenou que Eos ou Aurora (deusa do amanhecer), Selene (deusa da lua) e Helios (deusa do sol) retirassem sua luz do mundo.

Por este motivo, as plantas murcharam e Zeus juntou todas para si, não deixando nenhuma para trás para evitar que os gigantes encontrarem e usarem.

Quando a guerra estourou, 100 Gigantes enfrentaram os 12 deuses do Monte Olimpo, que foram auxiliados apenas pelas Moiras e Nike (deusa da força e vitória).

Principais gigantes da mitologia grega

Fonte: Pinterest

Os principais gigantes da mitologia grega são:

  • Tífon
  • Alcioneu
  • Antaeus
  • Efialtes
  • Porfírio
  • Encélado
  • Argos Panotes
  • Egeon
  • Gerion
  • Orion
  • Amico
  • Dercino
  • Albião
  • Oto
  • Mimas
  • Polibotes

Batalhas mais famosas dos gigantes

Gigantes da Mitologia Grega - quem são e como foram criados?
Fonte: Pinterest

Hércules e Alcioneu

Como parte da profecia cumprida, o filho mortal de Zeus, Hércules, foi incumbido de matar o gigante Alcioneu por seu crime de roubo contra Hélios. Entretanto, Hércules começou a batalha na costa do mar, solo de nascimento de Alcioneu, ou seja o lugar onde o sangue de Urano caiu pela primeira vez.

Por isso, a cada golpe o gigante revivia tão terrível quanto antes e ainda com maiores forças. Então, com a ajuda de Atena, Hércules conseguiu tirar Alcioneu da costa e finalmente o matou.

Hércules e Antaeus

Poseidon e Gaia criaram Antaeus. Desse modo, a deusa da terra concedeu-lhe a força para que ele fosse invencível enquanto estivesse em contato com ela. Assim, Antaeus tinha paixão por desafiar mortais para lutas que sempre ganhava, inclusive ele usou crânios dos derrotados para construir um templo em homenagem a Poseidon.

Quando o gigante desafiou Hércules, ele revelou a fonte de seu poder, o que levou á sua ruína. Então, usando sua força divina, Hércules ergueu Antaeus do chão, o que o impediu do gigante receber a proteção de Gaia, e assim ele foi morto.

Encélado e Atena

Atena guerreou com Encélado perto da ilha da Sicília. O gigante grego usou árvores como lanças contra a carruagem e os cavalos que Atena dirigia contra ele. Por outro lado, Dionísio (deus das festas e do vinho) lutou com fogo e incendiou o corpo do gigante em uma grande fogueira.

Além disso, Zeus lançou um raio, fazendo com que Encélado cambaleasse e caísse e recebesse o golpe final de Atenas. Ela enterrou seu cadáver carbonizado sob o Monte Etna, e quando ele entrou em erupção, o último suspiro de Encélado foi liberado.

Mimas e Hefesto

Durante a Gigantomaquia, Mimas lutou contra Hefesto, que lançou gigantescos mísseis de metal derretido contra ele. Ademais, Afrodite o segurou com um escudo e uma lança, e isso ajudou Zeus a derrotá-lo lançando raios e transformando-o em um monte de cinzas. Ele foi enterrado sob a costa de Nápoles, nas Ilhas Flegra. Por fim, suas armas foram penduradas em uma árvore no topo do Monte Etna como troféus da guerra.

Polibotes e Poseidon

Polibotes lutou contra Poseidon e Atena, que o perseguiram até o mar. Zeus atingiu Polibotes com seus raios, mas Polibotes foi capaz de nadar para longe. Além disso, Poseidon também arremessou seu tridente, mas errou, e o tridente se tornou a ilha de Nísiros, no sul do mar Egeu.

Todavia, determinado a finalmente derrotar o gigante escorregadio, Poseidon ergueu uma parte da ilha de Kos e a jogou sob o gigante, esmagando e matando Polibotes.

Agora que você sabe quais são os gigantes da mitologia grega, leia a seguir: Deus Júpiter – Origem e história do deus da mitologia romana

Fontes: Sua Pesquisa, Blog Mitologia Grega

Fotos: Pinterest, Portal dos Mitos

Próxima página »

Escolhidas para você