Curiosidades

Meditação guiada, o que é? Vantagens e como praticar

A fim de desenvolver a prática da meditação, uma boa alternativa é começar com a meditação guiada, com orientações de sentimento e pensamento.

Atualizado em 07/07/2020

A meditação guiada consiste numa prática em que uma pessoa oferece orientações para sessões de relaxamento. Ela pode ser feita por meio de textos, vídeos e áudios, assim como músicas ou orientações narradas.

Para quem não tem costume com meditação, a ideia pode ser atraente, mas oferece dificuldades de concentração no início. Isso porque é muito fácil se incomodar ou se distrair com eventos que acontecem ao redor, durante a meditação.

Dessa maneira, a meditação guiada surge como uma alternativa eficaz. Uma vez que conta com a orientação de outra pessoa, facilita a concentração na prática.

O que é meditação guiada

Meditação guiada - o que é, vantagens e como praticar
Unsplash

A meditação guiada funciona como uma espécie de roteiro para os seus pensamentos. Por meio das indicações guia, a prática vai ser focada na respiração ou certas lembranças e sentimentos, por exemplo. Os guias podem sugerir técnicas diferentes, dependendo da intenção da meditação.

Além disso, os guias pode estar presentes presencialmente ou digitalmente. No caso de meditações guiadas realizadas com instrutores presenciais, por exemplo, existem benefícios que podem incluir a correção da postura ou técnicas de respiração que melhoram os efeitos da prática.

Por outro lado, os recursos digitais oferecem opções variadas que podem atender necessidades específicas. Essa meditações estão disponíveis em aplicativos como Headspace e Simple Habit (com recursos pagos e gratuitos), assim como em vídeos no YouTube.

A principal recomendação é buscar um instrutor ou aplicativo que combine mais com o seu perfil, já que há vários estilos. Existem meditações que focam mais em técnicas esotéricas e espiritualizadas, enquanto outras fogem completamente disso.

Efeitos da meditação

Meditação guiada - o que é, vantagens e como praticar
Unsplash

A meditação é baseada no foco no próprio corpo e mente, portanto pode oferecer alívio para tratamentos de algumas condições. Pessoas que sofrem com depressão e ansiedade, podem fazer sessões recomendadas por psicólogos para acompanhar tratamentos profissionais.

Por fim, entre os principais benefícios estão autoconhecimento melhora na qualidade do sono, aprimoramento da memória, maior capacidade de concentração, relaxamento e equilíbrio de emoções. Além disso, há benefícios emocionais como redução da depressão, controle da ansiedade, alívio do estresse e até mesmo redução de dores crônicas.

Como meditar

Meditação guiada - o que é, vantagens e como praticar
Unsplash

Para quem não sabe como começar, sessões curtas de 1 a 3 minutos podem ser um ótimo passo inicial. Como são rápidas, não geram muito desconforto e descontração, ajudando a criar o hábito. Por outro lado, como são rápidas, podem não ser suficientes para oferecer efeitos.

Para colher mais benefícios da meditação, é importante que ela aconteça com frequência e com disciplina. Deixar para meditar somente às vezes, não gera hábito no cérebro.

Sendo assim, é importante organizar horários e espaços fixos de meditação, para que ela tenha efeitos. Uma dica é tentar associar a meditação a outros hábitos, como fazer logo que acorda ou antes de dormir, por exemplo.

Exemplos de meditação guiada

Meditação de 10 minutos para oferecer foco e paz interior

Meditação de 5 minutos de prática direta

Meditação de atenção plena de 10 minutos

Meditação de 5 minutos para bem-estar

Meditação de 15 minutos para acalmar a mente

Meditação profunda de 10 minutos

Meditação de 20 minutos para relaxamento

Meditação de 5 minutos

Meditação para dormir bem (com som de chuva no fim)

Fontes: Vittude, Personare, Lojas Renner

Imagens: Unsplash