Curiosidades

Mel puro cristaliza? As verdades e mitos por trás da informação

Quando o mel puro cristaliza, muita gente desconfia da qualidade do produto que tem em mãos. Mas o que provoca esse processo no mel?

Por P.H Mota

Muita gente sabe que o mel puro cristaliza, mas não entende exatamente o motivo disso acontecer. Além disso, há aqueles que não sabem o que há de mito ou verdade por trás dessa informação.

Bem, a verdade que a cristalização do mel é um processo natural que ocorre em seu estado puro. Ou seja, todo mel cristaliza com o tempo.

A diferença é que, dependendo do tipo de mel, o processo pode acontecer de maneira mais rápida ou mais lenta. Mas de forma simples é resumida é possível afirmar que quando o mel é 100% puro, ele vai cristalizar.

Como o mel puro cristaliza

Mel puro cristaliza? As verdades e mitos por trás da informação
Fonte: Pexels

Em sua maior parte, o mel é composto por frutose e glicose. Cerca de 80% do mel puro é formado por esses açúcares naturais, enquanto os 20% restantes são de água de sais minerais.

Continua após a publicidade

Sendo assim, a cristalização ocorre quando essas moléculas se separam, criando pequenos cristais semelhantes aos cristais de açúcar.

Quando o mel possui tons mais claros, significa que ele é mais rico em frutose do que glicose. Nesses casos, as moléculas de glicose passam por uma resistência maior antes da cristalização, o que indica que o processo pode demorar meses.

Por outro lado, o mel puro de tom mais escuro cristaliza com mais facilidade, já que é mais rico em glicose. Aqui, o processo de cristalização pode ocorrer em apenas alguns dias.

Consumo de mel cristalizado

Fonte: Pexels

Consumir o mel cristalizado não oferece nem risco à saúde. Na verdade, há quem prefira essa forma, já que ela favorece o uso em pães, torradas ou outros alimentos sólidos. Além disso, quando o mel puro cristaliza, proporciona uma sensação de textura de pequenos cristais que podem ser agradáveis para alguns paladares.

Continua após a publicidade

Para quem prefere o mel no estado fluido, no entanto, existem formas de fazer com o que o produto volte a esse estado.

A única recomendação é ficar atento à temperatura do mel. Isso porque temperaturas altas demais (acima de 40 ºC) irão eliminar alguns nutrientes da composição. Caso ele não passe pelo calor extremo, o processo de cristalização não influencia em nada na qualidade e na quantidade dos nutrientes presentes.

Temperatura e cristalização

Mel puro cristaliza? As verdades e mitos por trás da informação
Fonte: Pexels

A temperatura é um dos principais fatores responsáveis por manter o aspecto fluido do mel. Isso porque em temperaturas entre 33 e 35 ºC, as moléculas se mantêm em movimento, o que evita a separação e a cristalização. No entanto, quando o ambiente fica mais frio que isso, favorece-se a formação de cristais.

Isso significa que quando o mel puro cristaliza, é possível fazer com que ele volte à sua forma fluida. Uma vez que a temperatura mantém essa forma, basta aquecer o mel para que ele volte a esse estado.

Continua após a publicidade

Para isso, basta colocar a embalagem do produto submersa em água, em banho-maria, em temperaturas por volta de 35 ºC. É importante não utilizar temperaturas muito altas, como água fervente ou micro-ondas, pois o calor irá pasteurizar o mel e queimar todos os seus nutrientes.

Da mesma maneira, o mel puro não deve ser guardado na geladeira, já que o frio produz a cristalização.

Qualidade do mel

Mel puro cristaliza? As verdades e mitos por trás da informação
Fonte: Pexels

Há quem acredite que o mel que cristaliza no armário é de má qualidade, exatamente por “açucarar”. Entretanto, uma vez que o processo é natural entre os compostos de açúcar que compõem o mel, fugir disso pode ser fugir de produtos de boa qualidade.

Alguns produtos do mercado que nunca cristalizam parecem mel, mas não são. Geralmente, essas variantes contêm amido ou açúcar derretido com adição de aromatizante de mel. Dessa maneira, como não possui os açúcares naturais na formação, ele nunca irá cristalizar.

Continua após a publicidade

Ou seja, a cristalização é uma espécie de selo de qualidade e pureza do mel.

Então, curtiu este artigo? Pois, leia também: Como cuidar do coração – 14 dicas para melhorar a saúde do músculo.

Próxima página »

Escolhidas para você