Saúde

Nova variante do coronavírus é detectada na África do Sul

Até hoje (26) já houve o registro total de 77 casos da nova variante do coronavírus na Província de Gauteng, na África do Sul.

Surgiu na África do Sul uma nova variante do coronavírus, a B.1.1.529. No momento, ela está presa somente em uma Província sul-africana. Sendo assim, não se sabe ao certo se é transmissível ou perigosa.

Atualmente, essa nova variante do coronavírus é a que tem o maior número de mutações. Ou seja, já chegou a 50 tipos diferentes no total e também mais de 30 na proteína spike, o método do vírus para invadir as células.  

Segundo o professor e diretor brasileiro do Centro para Resposta Epidêmica e Inovação, Tulio de Oliveira, essa nova variante do coronavírus apresenta uma quantidade surpreendente de mutações. Além disso, é muito distinta das que já passaram até hoje.  

Casos da nova variante do coronavírus

Continua após a publicidade

Até hoje (26) já houve o registro total de 77 casos da nova variante do coronavírus na Província de Gauteng, na África do Sul. Ademais, em Botswana teve 4 situações de infecção. Já em Hong Kong, foi apenas um caso que teve ligação com uma viagem para a África do Sul.

Devido ao cenário atual, o governo do Reino Unido divulgou novas restrições de viagens com origem do sul da África para a Inglaterra. Portanto, a partir de hoje a fronteira está fechada para voos vindos da África do Sul, Botswana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue. 

As pessoas que já embarcaram na África com destino ao País britânico estão sujeitas a monitoramentos por testes. Se necessário, deverão ficar em quarentena. 

A vacinação

Nova variante do coronavírus é detectada na África do Sul

Continua após a publicidade

Somente 24% das pessoas na África do Sul receberam totalmente a vacina contra a Covid-19. Porém, a variante B.1.1.529. causa preocupações já que o desenvolvimento para as vacinas contra o coronavírus foram com base nos compostos do vírus inicial. Ou seja, aquele sem novas mutações que se originou em Wuhan, na China.

Sendo assim, há grandes chances que as vacinas não tenham um ótimo desempenho na nova variante do coronavírus. Contudo, devido a África do Sul ter somente 24% das pessoas vacinadas, pode ser que o vírus não tenha tanta força quando chegar em contato naquelas com imunização. 

As mutações

As variantes do novo coranavírus podem, ou não, ser problemáticas. Por isso, algumas delas podem auxiliar ainda mais na propagação do vírus, como a mutação N501Y. Outras, por exemplo, causam o efeito totalmente contrário e podem se tornar grandes parceiras para a imunização ao impedir a manifestação do corona. 

Leia também sobre Medidas contra Covid provoca onda de protestos violentos na Europa!

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você