Curiosidades

O que é alma? Como o conceito é interpretado por segmentos religiosos

A alma é um conceito amplamente discutido em textos religiosos, como Antigo e Novo Testamento e Torá, com interpretações variadas em cada um.

Por P.H Mota

Definir o que é alma pode esbarrar em diferentes interpretações, principalmente por ser um conceito abstrato com interpretações religiosas variadas. De forma geral, a alma está atrelada a uma parte não palpável do ser humano, apesar de ainda fundamental.

Além disso, existe uma interseção muito grande com a definição de espírito. Mais uma vez, por serem conceitos religiosas não concretos, pode haver muita semelhança, distinção e confusão do que se entende como alma ou espírito.

Até mesmo em textos religiosos, como a Bíblia, há momentos em que as duas palavras são a mesma coisa. No entanto, de forma geral é possível definir que alma é a essência que está dentro de cada um enquanto ainda há vida, enquanto o espírito representa a eternidade dessa essência, mesmo após a morte.

O que é alma

O que é alma - como o conceito é interpretado por segmentos religiosos
Pinterest

De acordo com a pesquisadora Debra Kelly, do site Knowledge Nuts, a ideia é apresentada desde o Velho Testamento em hebraico na forma de algumas palavras diferentes. A mais comum delas aparece mais de 750 vezes: nephesh. Basicamente, todas essas palavras estão relacionadas à ideia de estar vivo de alguma maneira.

Por outro lado, o Novo Testamento traz duas palavras gregas que remetem ao mesmo significado: psuche e psyche. Aqui, esses conceitos também estão atrelados ao mesmo significado de vida.

Dessa maneira, é importante perceber que não há referências ao conceito de alma como algo imortal, especialmente no Antigo Testamento. No Novo Testamento, algumas das referências supõem uma sobrevivência da alma, mesmo após a morte. Nesses casos, é comum que o conceito seja atrelado ao de espírito.

Continua após a publicidade

O que é espírito

O que é alma - como o conceito é interpretado por segmentos religiosos
Quest for meaning

Assim como no caso da alma, as menções são distintas no Velho e Novo Testamento. No texto velho, em hebraico, a principal palavra utilizada para falar sobre o conceito é ruach. Além de se referir a espírito, o termo também significa vento ou sopro.

No âmbito espiritual, ruach é comumente utilizado para descrever a essência de Deus e a singularidade de cada indivíduo. O Velho Testamento também menciona que esse espírito poderia voltar para a Terra após a morte.

O Novo Testamento, em grego, refere-se a noção de espírito como pneuma. Nesse contexto, a ideia é de que o espírito é libertado do corpo físico após a morte, podendo se voltar para ou contra Deus. É por meio dele, portanto, que cada indivíduo estaria atrelada a figura divina. A partir daí, as emoções e consciências perduram de forma eterna em conexão com o Deus da criação.

Bíblia

O que é alma - como o conceito é interpretado por segmentos religiosos
Christian Moldova

Na Bíblia, estar vivo é definido como ter uma alma vivente, ou seja, cada experiência de vida é atrelada a uma alma individual. Em Gênesis 2:7, diz-se que Quando Deus deu vida ao homem, ele se tornou um ser vivente.

Em outras passagens, como Salmos 103:1, é dito que a alma define quem a pessoa é. Dessa maneira, é possível interpretar que essa é a parte do indivíduo que se relaciona aos desejos, pensamentos e emoções. Enquanto o corpo é responsável pelas ações mecânicas, a alma controla os processos emocionais.

Pode-se dizer, então, que o corpo é a forma em contato com o plano físico, o espírito com Deus e a alma é o elo de ligação entre essas partes. Sendo assim, ela está em ligação com os dois planos, sendo responsável por afetar a relação direta com a vida física e espiritual.

Continua após a publicidade

Expressão da alma

O que é alma - como o conceito é interpretado por segmentos religiosos
Wallpaper Flare

Os conceitos religiosos também defendem que, uma vez que funciona como esse elo de conexão entre planos, a alma deve ser alimentada e expressada de forma simples e pura. Só assim a existência estaria em comunhão com Deus.

Para isso, é preciso nutrir a espiritualidade a partir de atividades que fortaleçam esse aspecto da individualidade.

Para os judeus, por exemplo isso envolve o estudo do Torá. Isso porque, a partir do estudo do livro sagrado, o indivíduo estaria também estudando a mente de Deus e, assim elevando a energia espiritual da alma.

Essa energia está atrelada a coisas que não necessariamente possuem algum resultado tangível e palpável. Envolve, portanto, imergir em atividades de rituais religiosos, bem como praticar atos de amor e bondade.

Fontes: Mega Curioso, Respostas, Chabad

Imagens: Pinterest, Christian Moldova, Spirit Vine, Quest for meaning, Wallpaper Flare

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você