Curiosidades

O que é ser rainha consorte, título de Camilla Parker

Após a ascenção ao trono do rei Charles III, sua esposa Camilla, até agora duquesa da Cornualha, é rainha consorte.

Após a morte da rainha Elizabeth II, seu filho, Charles, tornou-se o novo rei da Inglaterra e sua esposa, Camilla, a rainha consorte.

Durante anos se especulava sobre qual seria o título da futura esposa do rei e falava-se da possibilidade de Camila ter o tratamento de Sua Alteza Real a Princesa Consorte quando o Príncipe de Gales ascendesse ao trono.

A própria rainha Elizabeth II pôs fim a todas as especulações durante o Jubileu de Platina: Camila seria conhecida como “Rainha Consorte”.

O que é rainha consorte?

O título de rainha consorte é dado à esposa do rei governante. Contudo, isso não significa que ela tenha os mesmos poderes de uma rainha considerada chefe de estado. O consorte tem um tratamento diferenciado dependendo do reino ao qual pertence.

Continua após a publicidade

Em fevereiro passado, durante a comemoração de seus 70 anos no trono, seu Jubileu de Platina, a rainha Elizabeth II pediu que Camila fosse reconhecida como rainha consorte em sua morte, em vez de princesa consorte.

“É meu desejo sincero que, quando chegar a hora, Camila seja rainha consorte enquanto continua seu próprio serviço leal”, disse a rainha em um comunicado.

A carta da rainha Elizabeth II em fevereiro passado foi fruto do acordo com seu herdeiro Charles. E também a gratidão da própria rainha à nora por sua discrição e seus anos de serviço à coroa.

Direitos e deveres de uma rainha consorte

A principal função de um rei ou rainha consorte é dar apoio ao rei ou rainha em suas tarefas durante seu governo. Embora, na realidade, não tenha funções específicas ou obrigações e responsabilidades estabelecidas, ao contrário do monarca.

Continua após a publicidade

No entanto, ao ocupar um novo cargo no reino, a rainha ou rei consorte terá que assumir um papel importante nos diversos compromissos políticos, atos públicos, eventos oficiais, viagens e outros.

Desta forma, Camila Parker-Bowles terá várias aparições com o marido concedendo-lhe o tratamento de rainha.

Camilla Parker Bowles

Nascida em 17 de julho de 1947, Camila é filha do major Bruce Shand, oficial do Exército e membro da nobreza; e Rosalind Cubitt, filha do Barão Ashcombe. Essa participação na alta sociedade britânica permitiu que ela fosse educada em escolas de elite no Reino Unido, França e Suíça.

Aos 23 anos, conheceu o então Príncipe de Gales em uma partida de pólo. Não demorou muito para eles começarem um relacionamento amoroso, embora ela tenha se casado com o mais velho Andrew Parker Bowles, com quem teve dois filhos.

Continua após a publicidade

Anos depois, o príncipe de Gales casou-se com Diana, mas simultaneamente retomou seu relacionamento com Camila. Após o divórcio de Charles e Diana, em 1996, Camila, divorciada um ano antes, pôde começar a aparecer publicamente com ele.

Contudo, a morte da princesa em um acidente de carro em Paris, em agosto de 1997, novamente a relegou às sombras, onde teve que se distanciar da opinião pública britânica, para quem Camila havia sido o principal motivo do infortúnio da princesa.

Título de princesa de Gales

Finalmente, depois de passar muito tempo em segundo plano, Camila se casou com Charles em 2005. A partir de então, oficialmente, o título de Princesa de Gales correspondia a ela. No entanto, ela nunca o usou, pois a sociedade britânica considerava que continuava a corresponder à Lady Di.

Assim, a Duquesa da Cornualha, como ficou conhecida, saiu das sombras e começou sua nova vida como membro da Família Real Britânica.

Continua após a publicidade

Fontes: GauchaZH, CNN, G1, O Fuxico

Leia também:

Entenda a linha de sucessão ao trono britânico

Conheça Charles III, o novo rei do Reino Unido

Continua após a publicidade

Rainha Elizabeth tem passagem secreta para bar em seu castelo

Príncipe Philip, quem foi? Biografia do marido da Rainha Elizabeth II

Próxima página »

Escolhidas para você