Curiosidades

O que é Tai Chi Chuan: princípios, conceitos e benefícios

A prática de Tai Chi Chuan surgiu como arte marcial com inspiração em conceitos taoístas e ainda hoje é recomendada pelos seus benefícios.

Por P.H Mota

Tai Chi Chuan é uma arte marcial chinesa que combina exercícios corporais milenares, a partir de orientações taoístas. Esses movimentos recebem o nome de chi kung e tao yin e envolvem técnicas variadas de respiração, concentração e medicina tradicional.

Em chinês, significa “o maior”, “o mais alto”, “supremo”, “absoluto”; Chi significa, literalmente, a parte mais alta do telhado – “cumeeira” e Chuan significa Punho, simbolizando “soco”, “luta à mãos livres” (desarmadas), “boxe”. Sendo assim, o nome completo da arte pode ser traduzido como “técnica de combate à mão da suprema cumeeira” ou “boxe da suprema cumeeira”.

No entanto, mesmo o nome definindo a arte como desarmada, existem variações da técnica que fazem uso de instrumentos como espadas, sares ou leques.

História do Tai Chi Chuan

O que é Tai Chi Chuan: princípios, conceitos e benefícios
Unsplash

O Tai Chi Chuan surgiu a partir de influências de práticas taoístas com foco em melhorar a circulação de energia no corpo. Dessa maneira, os praticantes esperavam aumentar a vitalidade, dentro da observação das leis de Yin e Yang.

Dessa maneira, a técnica se desenvolveu como arte marcial e passou a ser ensinada dentro da família de seu fundador, Yang Cheng Fu. A partir daí, o número de praticantes continuou a se multiplicar, dando continuidade à arte marcial até os dias de hoje.

Por conta de sua origem, o Tai Chi Chuan se destaca entre as artes marciais por ser a única criada com a intenção de preservar a saúde de quem pratica.

Movimentos, estilos e posturas

O que é Tai Chi Chuan: princípios, conceitos e benefícios
Unsplash

Os movimentos de Tai Chi Chuan são fluídos, cíclicos e suaves, exigindo alta concentração mental durante a prática. Além disso, eles devem ser controlados pela região do corpo situada entre o alto das coxas e o umbigo. Segundo os preceitos básicos da prática, essa região é o centro do corpo.

Cada um dos movimentos recebe o nome de formas, sendo que no Estilo Chen, o mais antigo, as formas possuem 75 a 8 movimentos. No entanto, também existem outras formas mais curtas, que contam com 19 a 38 movimentos.

Além do estilo Chen, existem outros quatro estilos de Tai Chi Chuan. Cada um deles levam o nome da família responsável por sua criação. São eles: Yang, Wu/Hao, Wu e Sun. Ainda que possuam formas diferentes, todos eles compartilham os mesmos conceitos.

Ao todo, os estilos se baseiam em treze conceitos fundamentais, divididos em oito portas e cinco passos. Além disso, as oito portas (bā mén), podem ser divididas em quatro lados e quatro cantos.

Todas as oito portas representam as oito direções dos oito trigramas do bá guá, ou seja, os elementos básicos da Vida. Os quatro lados são Péng (aparar), Lu (desviar), Ji (pressionar) e Àn (empurrar); enquanto os quatro cantos são Cai (colher e puxar), Liè (colher e quebrar), Zhou (golpe de cotovelo) e Kào (golpe de ombro).

Já os cinco passos, se relacionam com os Cinco Elementos Cósmicos – madeira, fogo, terra, metal e água – e são conhecidos como Jìn bù (avançar), Tùi bù (recuar), Zuo gù (olhar à esquerda), Yòu pàn (olhar à direita) e Zhōng dìng (equilíbrio central).

Princípios do Tai Chi Chuan

O que é Tai Chi Chuan: princípios, conceitos e benefícios
Unsplash

Assim que desenvolveu os primeiros conceitos de Tai Chi Chuan, Yang Cheng Fu também apresentou os princípios da prática. Ao todo, o estilo Cheng conta com dez princípios de movimentos:

  • Suspender a cabeça a partir do topo com leveza e sensibilidade;
  • Esvaziar o peito e alongar as costas é necessário;
  • Relaxar a cintura;
  • Distinguir o cheio do vazio;
  • Relaxar os ombros e soltar os cotovelos;
  • Sempre usar a mente, não a força muscular;
  • Fazer a interligação entre os movimentos da parte superior e da parte inferior do corpo;
  • Constantemente unir o interior ao exterior;
  • Mover-se sem rupturas, de maneira contínua;
  • Buscar a quietude enquanto realiza o movimento.

Arte marcial

O que é Tai Chi Chuan: princípios, conceitos e benefícios
Unsplash

Desde sua origem, o Tai Chi Chuan já era uma forma eficaz de combate contra adversários humanos ou animais. Dessa maneira, o estilo passou a fazer parte da rotina de treinamentos da Guarda Imperial da China, o que se mantém até os dias atuais.

No entanto, como aponta o ator Jet Li, hoje em dia a técnica não é mais uma das formas mais eficientes de combates militares. Ainda que ela tenha efeitos capazes de derrotar inimigos, o advento de armas, canhões, bombas e outras armas avançadas não garante que o combate físico defina a superioridade em combate.

Por outro lado, mesmo que a técnica não tenha mais o mesmo propósito de luta de outros tempos, ainda é eficiente na promoção da saúde. Dessa maneira, a prática de Tai Chi Chuan passou a ser uma importante ferramenta na busca pelo bem estar e pelo desenvolvimento e relaxamento do corpo.

Principais benefícios do Tai Chi Chuan

O que é Tai Chi Chuan: princípios, conceitos e benefícios
Unsplash

A partir da prática recorrente de Tai Chi Chuan, é possível perceber uma série de benefícios à saúde. Graças ao relaxamento do corpo e da mente, por exemplo, o corpo reduz e alivia sintomas de depressão e outros transtornos de ansiedade e estresse.

No campo da saúde mental, também há melhoras no foco e na concentração.

Já na saúde física, a prática promove melhoras da circulação sanguínea, regulando funções cardiovasculares, respiratórias, hormonais e digestivas. Além disso, o trabalho muscular melhora a força e a flexibilidade e suaviza problemas de articulação.

Dessa maneira o equilíbrio da saúde física e mental ajuda a promover a vitalidade, oferecendo mais disposição para realização de tarefas do dia-a-dia e melhorando o convívio social.

Fontes: Significados, Tua Saúde, Eu Sem Fronteiras, Supremo Taichi, GreenMe

Imagens: Unsplash

Próxima página »

Escolhidas para você