Curiosidades

Taoísmo: história, características, fundamentos e práticas

O taoísmo é um movimento religios que tem origem nas práticas de antigos chineses agrários, mas ainda hoje é uma importante religião oriental.

Por P.H Mota

O taoísmo é sistema religioso resultado de uma mescla de várias outras tradições religiosas e filosóficas da China Antiga. Sendo assim, surgiu a partir das observações que resultavam da observação dos chineses perante o universo.

Também chamado de daoísmo, o movimento recebe o nome a partir do conceito do tao, que significa caminho. Ou seja, para os taoístas, o objetivo da vida consiste na compreensão da realidade e vivência em harmonia ao longo desse caminho.

Ainda que sua principal visão pregue o desapego e a calma da não ação (wu wei), ao longo dos séculos outros métodos de ação e pensamento também surgiram como vertentes taoístas.

História do taoísmo

Taoísmo - história, principais características, fundamentos e práticas
Oásis

Apesar de muitas lendas contarem a origem do taoísmo, ele não possui um único fundador conhecido. A mistura de tradições xamanistas e religiões naturais da China Antiga acabou dando origem ao movimento, que tornou-se o sistema religioso a partir dos séculos IV e III a.C.

Já durante a dinastia Tang – entre 581 e 618 d.C – era a religião semioficial entre os chineses, mas acabou perdendo espaço nos anos seguintes, diante da popularidade do confucionismo. A partir daí, então, a religião passou a ser encarada como tradição popular de menor influência.

A partir da Revolução Comunista na China, em 1949, o taoísmo foi banido e viu uma queda de 99% no número de praticantes. Somente após o fim da Revolução a religião voltou a ver práticas comuns, com templos por todo o país.

Diretrizes e considerações

Taoísmo - história, principais características, fundamentos e práticas
China Link

Política: de acordo com os modelos de comportamento social do taoísmo, o bom líder deve ser respeitado e seguido voluntariamente, a partir do exercício da boa influência para seu povo.

Ética pessoal e comunidade: assim como os líderes, todos os indivíduos podem tornar-se exemplo de vida para os outros a partir da mudança de si mesmo. Ou seja, tornar-se uma boa pessoa, desenvolvendo a harmonia com o universo, é o principal caminho.

Mulheres: uma vez que que considera masculino e feminino complementares, a partir do conceito de Yin e Yang, o taoísmo inclui mulheres com funções sacerdotais desde os tempos mais primitivos da religião. Além disso, características associadas ao feminino – como suavidade e não agressão – são enfatizadas e valorizadas.

Anarquia: durante a década de 1960, o movimento hippie adotou práticas taoístas baseadas na promoção da liberdade e na autonomia do indivíduo perante as limitações impostas por governo e sociedade. A partir disso, o taoísmo não prega exatamente essa liberdade defendida pelo movimento.

Fundamentos do taoísmo

Taoísmo - história, principais características, fundamentos e práticas
Todo Estudo

Yin Yang: O conceito do Yin Yang refere-se a fatores opostos e complementares que se alternam no espaço e no tempo. Dessa maneira, as diferenças são a base para a interação harmoniosa que mantém o equilíbrio do universo, a partir do tao.

Qi: originalmente, o termo designa o ar, mas é ampliado para englobar a respiração que lida com a energia cósmica. Nesse sentido, Yin e Yang são duas respirações, fortalecidas e controladas para que não se dissipe pelos órgãos dos sentidos e ofereça plenitude ao indivíduo.

Cinco elementos: no taoísmo, os cinco elementos (água, fogo, madeira, metal e terra) são fases que compõem o universo. A partir daí, filósofos estabelecem correspondências entre padrões do microcosmo ao macrocosmo, que vão do corpo humano e da natureza a estações do ano, sons, animais e outros aspectos naturais.

Meditação: o taoísmo concentra muitas de suas crenças no conceito do wu wei, ou não ação. Ou seja, o caminho para a sabedoria é construído a partir da mente vazia e da quietude, alcançada pela meditação. A prática ajuda a superar estados mentais negativos, além de canalizar a energia espiritual pelo corpo, garantindo a união com o tão e benefícios curativos.

Tai chi chuan: por meio do tai chi chuan, a prática taoísta permite a prática de medicação com canalização do qi pelo corpo. Aqui, o objetivo é desenvolver uma respiração profunda que garante a transmissão de energia num equilíbrio de processos físicos e espirituais.

Filosofia chinesa

Taoísmo - história, principais características, fundamentos e práticas
acupuntura tradicional

Assim com outros sistemas chineses de pensamento, o taoísmo tem origem num período de desenvolvimento de tradições religiosas agrárias comuns na China Antiga. Nesse contexto, a prática religiosa baseou-se na veneração de ancestrais e divindades que incluíam, por exemplo, o Céu e a Terra.

Por causa disso, conceitos de homem, sociedade, governante, céu e universo estão alinhados entre práticas taoístas e confucionistas por algum período. Historicamente, no entanto, os grupos entraram em conflitos que, principalmente, tentaram apagar o taoísmo do Império Chinês.

Enquanto taoístas defendiam a prática de uma série de rituais, ideias místicas e adoração de deuses e deusas, os confucionistas partiam de visões mais racionais.

Por outro lado, o budismo aproxima-se do taoísmo na sugestão de um caminho que oferece a libertação espiritual. A princípio, o budismo chegou na China com um conjunto de valores, que acabaram mesclando-se a ideias naturais do taoísmo, diferenciando o budismo chinês do budismo do leste asiático.

Taoísmo no Brasil

Taoísmo - história, principais características, fundamentos e práticas
Todo Estudo

No Brasil, os grupos taoístas existem, mas não consistem uma parcela significativa da população. Fundada em 1991, a Sociedade Taoísta do Brasil visa difundir os ensinamentos da religião no país e conta com dois templos: um em São Paulo e outro no Rio de Janeiro.

Fontes: Toda Matéria, Brasil Escola, Namu, História do Mundo, Todo Estudo

Imagens: Comunidade Cultura e Arte, Oásis, China Link, acupuntura tradicional, Jornalismo Colaborativo, Todo Estudo

Próxima página »

Escolhidas para você